A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Exame físico neurológico

Pré-visualização | Página 1 de 1

EXAME FÍSICO NEUROLÓGICO
ESCALA DE GLASGOW
SINAIS MENINGO-RADICULARES
Meningite, hemorragia subaracnóide (HAS), radiculopatias (ciática).
Rigidez de nuca
Prova de Brudzinski: movimento das pernas quando levanta nuca
Prova de Lasegue: dor posterior do membro antes de 30 graus
Prova de Kernig: segura joelho e levanta calcanhar; dor posterior da coxa
MARCHA (DISBASIA)
Ceifante: Um braço flexionado em 90º imóvel e próximo ao corpo. A perna do mesmo lado fica espástica com flexão plantar e o joelho não se move. Ex: AVC
Cerebelar: Oscilante, instável e de base larga. Dificuldade ao fazer curvas. Ex: Doenças cerebelares
Tabética: Olhar fico no chão, levanta abruptamente os MMII e tocam o solo pesadamente. Piora com olhos fechados. Ex: Lesão do cordão posterior da medula, com perda da sensibilidade proprioceptiva.
Vestibular: Apresenta lateropulsão quando anda. Em estrela. Ex: Labirintopatias.
Espática: MMII enrijecidos e semifletidos, os pés se arrastam e as pernas se cruzam ao andar. Em tesoura. Ex: Esclerose múltipla, paraparesias de MMII.
Escarvante: Arrasta o pé ou elava-o bem alto com joelhos flexionados, o pé retorna fazendo uma batida. Ex: Lesões do N. fibular, ciático ou na raiz de L5, doenças do neurônio motor inferior.
Parkinsoniana: Passos rápidos ecurtos, pés arrastam no chão, com tórax e cabeça inclinados para frente, ocorre freezing. Ex: Parkison.
Anserina: Quando dá o passo, o quadril oposto cai em função de uma fraqueza nos músculos da região, lembrando a marcha de um ganso. Acentua a lorsose lomborar e inclina tronco ora para direita ora para esquerda. Ex: Distofias musculares, luxação do quadril.
EQUILÍBRIO ESTÁTICO
Prova de Romberg positivo há desequilíbrio e tendência a queda. 
· Para qualquer lado: lesão nas vias de sensibilidade proprioceptivas conscientes. 
· Sempre para o mesmo lado: lesão do aparelho vestibular.
MOTRICIDADE
Motricidade voluntária: neurônio motor superior (córtico-espinhal) + neurônio motor inferior (periférico)
Motricidade espontânea: solicita-se que o paciente realize uma série de movimentos, avaliando sua amplitude.
FORÇA MUSCULAR
Provas deficitárias: Mingazzini, Barré, mãos estendidas. 
Mudanças de força muscular
· Paresia: paralisia incompleta
· Plegia: paralisia total
· Hemiplegia: paralisia unilateral de braço ou perna
· Monoplegia: paralisia de um membro
· Paraplegia: paralisia dos membros inferiores
· Tetraplegia: paralisia de todos os quatro membros
TÔNUS MUSCULAR
Estado de tensão constante a que estão submetidos os músculos. Examina-se o paciente deitado e em completo relaxamento muscular. (Graduar e localizar)
Inspeção, palpação e movimentos passivos: resistência; passividade; balanço articular. 
COORDENAÇÃO
Funcionamento do cerebelo e sensibilidade proprioceptiva.
Ataxia: cerebelar, sensitiva e mista.
Lesão proprioceptiva paciente usa a visão para “fiscalizar” o movimento, piorando a ataxia quando fecha os olhos, isso ocorre em lesão cerebelar.
Prova index-nariz e Prova calcanhar, joelho, canela 
· Diadococinesia capacidade de realizar movimentos rápidos alternadamente.
· Disdiadococinesia dificuldade para realizar movimentos rápidos em sequência. 
Reflexos motores 
Reflexos exteroceptivos ou superficiais
· Reflexo cutâneo-plantar: extensor é Babinski
· Reflexo cutâneo-abdominal
Reflexos proprioceptivos, profundos, musculares
· Bicepital, Tricipital, Estilorradial, Patelar e Aquileu.
Comparar bilateral e classificar: Arreflexia, hiporreflexia, normal, hiperreflexia.
Sensibilidade
Superficial: tátil, térmica e dolorosa
Profunda: vibratória, pressão, cinético-postural, dolorosa
Esterognosia: capacidade de reconhecer objetos com os olhos vedados (função tátil discriminativa/epicrítica)
Asterognasia: lesão lobo parietal contralateral.
Mudanças sensoriais
· Anestesia: perda da sensação de toque leve
· Hipoestesia: redução da sensação de toque leve
· Analgesia: perda da sensibilidade à dor
· Hipoalgesia: redução da sensibilidade à dor
· Hiperalgesia: resposta exagerada à dor em um limiar normal
· Hiperpatia: resposta exagerada à dor com um limiar alterado
NERVOS CRANIANOS
Olfatório: hiposmia, anosmia, parosmia, alucinações cacosmia
Óptico: Acuidade visual; Campo visual; Fundoscopia; 
Oculomotor,Troclear, Abducente: Oblíquo superior 4, Reto leteral 6, resto 3. 
· Motilidade extrínseca: estrabismo convergente, divergente e vertical
· Motilidade intrínseca: exame de pupila (III): discoria (miose, anisocóricas e midríase)
Reflexo fotomotor direto e consensual.
Trigêmeo
· Raiz motora (músculos da mastigação) 
· Raízes sensitivas (oftálmico, maxilar e mandibular)
Facial
· Motricidade da face
· 2/3 anteriores da língua
· Paralisia periférica e central
Vestíbulo-coclear
· Coclear: perda audição neurossensorial ou condutiva.
· Rinne positivo e Teste de Weber
· Vestibular: náuseas, vertigens, zumbido
· Romberg +, nistagmo, marcha estrela
Glossofaríngeo; Vago;
· 1/3 posterior da língua 
· Sensitivo e motor da orofaringe
Lesão unilateral de IX: sinal da cortina
Lesão unilateral de X: queda do palato
Acessório: Movimentação lateral do pescoço – M. esternocleidomastoideo
Hipoglosso: Motricidade da língua