A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
Equideocultura

Pré-visualização | Página 1 de 7

Equideocultura 
 PELAGEM SIMPLES: pelos e crinas de uma só cor, com a mesma 
uniformidade de coloração em todo o corpo, inclusive nos membros. 
 
 BRANCO: pelos brancos em todo o corpo, inclusive nos membros! 
 
 
 ALAZÃO: pelos de coloração aloirada até vermelho escuro, 
podendo ser queimada (tostado) em todo o corpo, inclusive nos 
membros! 
 
 
 
 
 
 
 
 PRETO: pelos pretos em todo o corpo, inclusive nos membros! 
(BRILHA AZUL) 
 
 
 BAIO AMARILHO OU PALOMINO: pelos amarelados em rodo o 
corpo, inclusive nos membros! 
 
 
 
 PELAGEM COMPOSTA: pelos de uma só cor ou misturados em todo corpo, 
com crina, cola (rabo) e membros de cor diferente 
 
 CASTANHO: pelos marrons (avermelhados) em todo o corpo, com 
crina, cola e membros pretos! 
 
 
 BAIO: pelos amarelados em todo corpo, com crina, cola e 
membros pretos, fio do lombo preto (gateados, sombreamento na 
cernelha) 
 
 
 TORDILHO: pelos brancos no fundo mesclado com pelos de outra 
pelagem predominante. A tonalidade dos pelos brancos é mais 
forte no sentido da cabeça para a cola. 
 
 ROSILHO: pelos de pelagem características ao fundo, misturando com 
pelos brancos, a tonalidade dos pelos brancos é mais forte no sentido da 
cola a cabeça, as vezes, a cabeça é a da pelagem características.
 
 
 LOBUNO: pelos pardo acinzentados, com crina, cola e membros pretos, fio 
de lombo preto (pode ter gateado e sombreamento na cernilha) 
 
 
 
 ZAINO: pelos castanhos escuros, com crina, cola e membros pretos. 
Diferenciar do preto. (BILHA AMARELO) 
 
 
 
 PELAGEM CONJULGADA: malhas pintadas de contorno irregular brancas 
ou de outra cor qualquer. (preto, alazão, castanho...) 
 
 PAMPA OVERO: possui frente branca no rosto, as manchas brancas do 
corpo não passa para o lado do corpo e não possuem calçado alto. 
 
 
 PAMPA TOBIANO: possui manchas no corpo que passam para o outro lado 
do corpo, possuem calçamento alto (pelo menos 1 membro) e possui 
frente aberta. 
 
 
 PAMPA TOVERO: possui frente aberto, possui calçamento alto e as 
manchas brancas não passam para o outro do corpo. 
 
 
 APPALOOSA: muitas variedades e combinações de tipos de pelagens com 
manchas coloridos. 
 
 APPALOOSA MANTADO: 
 
 
 
 
 
 APPALOOSA NEVADO: 
 
 
 APPALOOSA LEOPARDO: 
 
 
 O leopardo possui pintas no corpo todo, inclusive nos membros! 
 
 APPALOOSA PINTADO: 
 
 
 O pintado não possui pintas no corpo todo! 
 
 
 PELAGEM ALBINÓIDE: 
 CREMELO: pelos brancos ou creme bem claro, crina e cola brancas, pela 
cor de rosa ou rosado por todo corpo, olhos azuis. 
 
 PERLINO: pelos creme bem claro ou branco, pele rosa ou rosada, crina, 
cola e extremidades normalmente tem uma tonalidade mais escura, de 
cobre ou laranja, possuem olhos azuis. 
 
 
 
 PELAGEM TIGRADO: 
 
 
 
REGRAS BÁSICAS DE PELAGEM: 
 
1 – Quando os pais são ALAZÃO, o filho (produto) é obrigatoriamente de 
pelagem ALAZÃO 
 
2 – Quando o filho (produto) é TORDILHO, o pai ou a mãe tem ser 
obrigatoriamente de pelagem TORDILHO. 
 
3 – Quando for registrar um filho (potro) e o pai ou a mãe forem de 
pelagem TORDILHO, obrigatoriamente precisa olhar o OLHO E AS 
SOBRANCELHAS DO POTRO SÃO BRANCAS para descrever se é tordilho ou 
não! 
 
REGRAS BÁSICAS PARA RESENHA: 
 
1 – Todo equino possui um REMOINHO na cabeça (testa-entre olhos), no 
lado direito e esquerdo do pescoço (crineira) 
 
REMOINHO: conjunto de pelos divergentes ou convergentes em torno de 
um ponto, onde os pelos mudam de direção! 
 
ESPINHA: 
 
 
ESTRELA: mancha branca na testa, regular (começar e terminar), independente o 
formato a qual se encontra 
 
 
 
 
 
 
 
- resenha descritiva: escrever as características do animal 
- resenha gráfica: desenhar as características do animal 
- representação na resenha de REMINHO: “X” 
- representação na resenha de ESPIGA: “---” = sempre em direção as 
orelhas 
- representação na resenha de ESTRELA: “O” 
ESTRELA COM LISTRA: 
 
 
ESTRELA COM LISTRA INTERROMPIDA: 
 
FRENTE ABERTA: 
 
 
BETA: pele despigmentada na região do lábio superior 
 
 
LADRE: pele despigmentada na região do lábio superior 
 
 
ACHURADOS: remoinho com pelos brancos 
 
 
Sinais de calçamento: o cavalo é dito calçado quando a cor branca aparece nos 
membros, bem delimitadas a partir da coroa do casco. A pele é rosada e 
despigmentada 
 - Geralmente o casco é branco! 
CALÇAMENTO BAIXO: a pelagem branca vai até o boleto 
 
CALÇAMENTO MÉDIO: a pelagem branca vai até o meio da canela 
 
CALÇAMENTO ALTO: a pelagem branca passa a canela 
 
 
CALÇAMENTO IMCOMPLETO: não fecha o círculo nos quatro membros 
 
 
 
 
 
CALÇAMENTO IRREGULAR: 
 
 
CASCO RAJADO: só é exigido a pintura no passaporte 
 
 
MANCHA BRANCA: uma mancha que não tem nasceu da coroa do casco 
(simplesmente perdida no membro do animal) 
 
CASTANHA: 5º dedo atrofiado do animal 
 
 
 
MARCA NO ANIMAL (marca de nome ou número = identificação) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Raças de Equinos: 
 
 
PURO SANGUE ÁRABE: 
 Uma das raças mais puras e antigas do mundo 
 Sua origem se deu no continente asiático 
 Expandiu-se para a Polônia, Inglaterra e Américas (EUA) 
 Brasil é um grande exportador desta raça 
 Cabeça em formato triangular com perfil côncavo 
 Olhos grandes, arredondas e salientes 
 Nariz dilatado 
 Ganacha arredondada CERNELHA DESTACADA E MUSCULOSA 
 Boca pequena 
 Pescoço alto e curvilíneo em sua linha superior 
 Garupa horizontal 
 Quando está em movimento, o rabo permanece levantado 
 Animal elegante e de grande resistência 
 Usado principalmente para hipismo rural, esportes hípicos e enduros 
 
 
 
 
PURO SANGUE INGLÊS: 
 Tem origem no cruzamento do Árabe e Bérbere (extinto ultimamente), 
com éguas inglesas nativas 
 A mistura de raças foi feita pela aristocracia britânica, que buscava um 
animal frágil e veloz 
 Considerada uma raça melhoradora que entrou na formação das principais 
raças modernas de cavalos de esporte 
 Presença de fronte ampla 
 Narinas elípticas e dilatas 
 Orelhas médias 
 Cabeça com perfil reto 
 Dorso reto e comprido 
 Lombo curto 
 Garupa e escápulas inclinadas 
 Cernelha destacada e musculosa 
 Canela curta 
 Cavalo de muita finura, beleza e classe 
 Joelhos baixos 
 Usado para corrida, salto, adestramento e concurso completo de 
equitação 
 
 
 
 
 
 
 
Equinos de tiro: TRAÇÃO 
Equinos de SELO 
ANGLO ÁRABE: 
 Origem na França, a partir do cruzamento do puro sangue árabe com o 
puro sangue inglês 
 Olhos grandes e expressivos 
 Porte médio para grande 
 Elegante, veloz, resistente, dócil e inteligente 
 Cabeça de perfil retilíneo ou ligeiramente côncavo 
 Usado para salto, adestramento e concurso completo de equitação, 
enduro e hipismo 
 
 
 
 
RAÇA PURA ESPANHOLA (ANDALUZ): 
 Cavalo de sela mais antigo do mundo ocidental 
 Origem na região ibérica 
 Possui cabeça de perfil reto ou subconvexa 
 Orelhas médias 
 Pescoço forte e arredondado na sua linha superior 
 Garupa arredondada com movimentos ágeis 
 Animal dócil e fogoso 
 Grande capacidade de aprendizado 
 Usado para enduros e adestramento 
 É considerado o eterno cavalo toureiro 
 
 
PURO SANGUE LUSITANO: 
 Considerado uma das raças mais antigo do mundo 
 Conhecido antigamente como bético lusitano, andaluz e finalmente 
lusitano 
 Cabeça com perfil sub convexo 
 Orelhas médias 
 Pescoço arredondado em sua linha superior 
 Animal dócil e ágil 
 Usado para salto, enduro, adestramento, equitação de trabalho e alta 
escola 
 
 
 
 
 
 
 
 
BRASILEIRO DE HIPISMO: 
 Surgiu no Brasil a partir da necessidade de se ter um animal próprio para 
prática de hipismo 
 Formado com as mais importantes linhagens europeias de cavalo