A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
48 pág.
apostilaFisica1

Pré-visualização | Página 1 de 7

FÍSICA EXPERIMENTAL I
Campo Grande MS
2015
1
Í NDICE
CONTEÚDOS Pág
APRESENTAÇÃO E REGRAS DO USO DO LABORATÓRIO 4
COMO FAZER UM RELATÓRIO 5
TEORIA DE ERROS 8
AQUISIÇÃO DE MEDIDAS-PAQUÍMETRO 18
AQUISIÇÃO DE MEDIDAS- MICRÔMETRO 23
RELATÓRIO 0- MEDIDAS FÍSICAS 29
RELATÓRIO 1- TRILHO DE AR-MRUV 31
RELATÓRIO 2-QUEDA LIVRE 35
RELATÓRIO 3-A SEGUNDA LEI DE NEWTON 39
RELATÓRIO 4- PÊNDULO SIMPLES 41
RELATÓRIO 5-CONSERVAÇÃO DA ENERGIA MECÂNICA 43
RELATÓRIO 6- MOLAS HELICOIDAIS 45
APÊNDICE 48
 
APRESENTAÇÃO
Bem vindos a Estácio!
 Esta apostila básica foi elaborada com os seguintes objetivos:
a) Orientar e normatizar a produção dos relatórios referentes as práticas realizadas no laboratório
de física, seguindo a Norma Técnica Brasileira (ABNT),( www.abnt.org.br ) para que já aconteça a
familiarização com a organização e escrita de um trabalho científico.
b) Fornecer apoio teórico científico na realização das aulas práticas com a introdução teórica do
assunto, objetivos e o procedimento experimental que deve ser seguido passo a passo. Todas as
atividades devem ser realizadas com o acompanhamento do professor. Para tal deve seguir
atentamente todas as instruções dadas pelo professor.
Caro aluno:
 a) no laboratório não pode comer nem beber.
b) Antes de iniciar uma atividade experimental, deve ler atentamente o procedimento experimental
e, se tiveres alguma dúvida, deve esclarecê-la antes de iniciar a atividade.
c) Sempre que tocar em máquinas elétricas, deve certificar-te de que tens as mãos secas. Nunca
toque numa máquina elétrica com as mãos molhadas.
d) Observar a voltagem dos aparelhos antes de ligá-los na tomada.
e) Utilizar jaleco, sapato fechado e calça jeans. ( OBRIGATÓRIO)
Cada turma será dividida em grupos e cada grupo ocupará uma bancada, é recomendável que o
grupo seja fixo para todas as práticas.
Ao se decidir por uma carreira profissional, você optou em içar âncora do seu barco, sua
navegação pelo mundo do conhecimento e da vida deve ter princípios e objetivos, a motivação
estava dentro de você ao querer ser um engenheiro, ao se deparar com as dificuldades lembre-se
dessa sua força interior e na sua capacidade para vencê-las. Conte comigo!
Profª Luciane Martins de Barros
3
COMO FAZER O RELATÓRIO
A apresentação gráfica deve ser: 
a) O papel para impressão final deve ser do tipo alto alvura, cor branca, formato A4 (21 cm
x 29,7 cm) e impresso somente de um lado, em cor preta. 
b) As margens a serem adotadas são 3 cm na superior e a esquerda e 2,5 na inferior e na
da direita. 
c) O texto deve ser alinhado no formato justificado (à direita e esquerda ao mesmo tempo).
A fonte padrão do texto a ser adotada é do tipo cursiva, como a Times New Roman, o
tamanho deve ser corpo 12. 
d) Títulos e subtítulos podem ser alinhados à esquerda, negritados e utilizar corpo 14 (para
títulos de capítulo); 12 (para subtítulos e também para seções dentro do subtítulo). Nas
citações se utiliza a fonte corpo 11. 
 A Organização textual deve ser feita em elementos pré textuais, textuais e pós-textuais, como
será apresentado nos próximos itens.
Lembrando que alguns elementos, consoante às normas da ABNT (Associação Brasileira de
Normas e Técnicas), são obrigatórios, sendo que outros são concebidos como opcionais.
Vejamo-los, portanto:
Pré textuais:
Capa – Considera-se como elemento obrigatório, o qual deve se constituir dos itens relacionados
numa ordem sucessiva, evidenciados abaixo:
Nome da instituição na qual foi realizado o trabalho;
Nome completo dos integrantes do grupo.
Título do experimento
Data do experimento.
Textuais
INTRODUÇÃO 
A introdução deve informar ao leitor o contexto da experiência e deve conter um histórico do que
já foi desenvolvido sobre o assunto, os resultados relevantes existentes na literatura, e deve
conter o embasamento teórico sobre o assunto desenvolvido na experiência. Esta é, portanto, a
4
seção que contem o maior número de citações bibliográficas. O aluno deve ter em mente que o
relatório é, antes de tudo, um trabalho de pesquisa, que deve ser realizado com o auxilio dos
livros existentes na biblioteca da unidade ou na biblioteca virtual. A introdução não deve conter
uma mera listagem de fórmulas e equações envolvidas no experimento. 
OBJETIVO
 
Aqui deve ser colocado de forma clara e objetiva o propósito da experiência, com as palavras dos
alunos de acordo com o que entenderam do experimento realizado. 
 MATERIAL UTILIZADO: 
Fazer uma lista de todo o material utilizado na experiência, mesmo aquilo que foi improvisado. 
PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL: 
Nesta seção são descritos os procedimentos utilizados para montagem do experimento e como
foram realizadas as medidas experimentais, passo a passo. Lembre-se que seu leitor deve ser
capaz de reproduzir o experimento a partir da leitura desta seção. Diagramas esquemáticos da
montagem experimental, assim como fotos das etapas realizadas são bastante úteis pois facilitam
a visualização. Este procedimento não deve ser uma cópia do roteiro do experimento, pois este
não contém detalhes relevantes que somente podem ser percebidos durante a realização da
experiência. 
5. RESULTADOS EXPERIMENTAIS E DISCUSSÃO: 
Esta é a seção mais importante do relatório na qual devem ser colocados os resultados obtidos na
experiência, geralmente na forma de tabelas e gráficos, com as medias e os erros experimentais
calculados. Os resultados experimentais devem ser confrontados com as previsões teóricas e com
os resultados existentes na literatura citada na introdução. Pode ocorrer que os resultados
experimentais obtidos apresentarem discrepâncias com as previsões teóricas. Neste caso devem
ser explicadas possíveis razões para estas discrepâncias. Os problemas que influenciam no
resultado discrepante precisam ser solucionados, deve então ser explicado o que pode ser feito
para melhorar o experimento. Todas as equações, gráficos, figuras e tabelas precisam ter nome e
legenda abaixo.
6. CONCLUSÃO 
A conclusão deve conter resumidamente o experimento efetuado, os resultados obtidos e a que
conclusões estes resultados levam. A conclusão está diretamente relacionada com o objetivo do
experimento.
5
Pós textuais
BIBLIOGRAFIA 
Na bibliografia devem ser incluídas as referências bibliográficas do material (livros consultados.)
usado para a elaboração do relatório. As referências a livros são obrigatórias. Evite textos da
Internet. Para citar sites:
 Exemplo: Barros, Luciane. Navio negreiro. [S.l.]: Virtual Books, 2000. Disponível em:
<http://w ww.sbfisica.org,br . >. Acesso em: 10 jan. 2013.
Fonte(s): ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas NBR - 6023 
Para citar livros:
 Exemplo: Young, H. D.; Freedman, R. A. FISICA I: Mecânica. Editora Pearson Addison
Wesley. 12 ed. 2003.
Sugestões de livros para pesquisa na biblioteca virtual e física da Estácio de Sá: 
Física Experimental I
1) Young, H. D.; Freedman, R. A. FISICA I: Mecânica. Editora Pearson Addison Wesley. 12 ed.
2003.
2) Serway, R. A. FISICA VOL. I: MECANICA E GRAVITAÇAO. Editora LTC. 3 ed. 1996. 
3) Walker, J.; Halliday, D.; Resnick, R. Fundamentos de Fisica, v. 1 Editora LTC. 8 ed. 2009. 
Fisica Experimental II: 
1) Young, H. D.; Freedman, R. A. FISICA II: Termodinâmica e ondas. Editora Pearson Addison
Wesley. 12 ed. 2003. 
2) Serway, R. A. FISICA VOL.II: Movimento oscilatório e termodinâmica. Editora LTC. 3 ed. 1996. 
3) Walker, J.; Halliday, D.; Resnick, R. Fundamentos de Fisica, v. 2 Editora LTC. 8 ed. 2009.
Física Experimental III:
1) Young, H. D.; Freedman, R. A. FISICA III: Eletromagnetismo. Editora Pearson Addison Wesley.
12 ed. 2003.
2) Serway, R.