O Comportamento normal e o patológico

Disciplina:Tópicos Regionais em Fisioterapia406 materiais476 seguidores
Pré-visualização1 página
*

O comportamento normal e o anormal (patológico / doença mental)

*

A normalidade possui três características importantes:
1- a flexibilidade;
2- a alegria;
3- e a auto-estima;

A flexibilidade para o novo, para a mudança, para uma nova maneira de ser, não querer ser o dono da verdade são traços de normalidade;

*

Na patologia ocorre à rigidez, no sentido de que a pessoa acha que sabe tudo, não aceita o novo. A rigidez é um traço patológico;
A alegria é característica de pessoas sãs e a melancolia de pessoas doentes;
Um comportamento que é considerado anormal em uma sociedade pode ser aceitável em outra;
Toda doença mental e seus sintomas se desenvolvem a partir das interações da personalidade da pessoa com uma ou mais tensões.

*

 As classificações dos transtornos mentais:

Neurose

A pessoa neurótica reconhece que está doente, embora não possa associar seus sintomas com um conflito emocional óbvio.

Ele permanece em contato com a realidade. Pode continuar a adaptar-se socialmente porque a pessoa neurótica não gosta da realidade que vive, mas se adapta a ela da sua maneira.

 O neurótico sofre de reminiscências, quer dizer, o que ele passou no passado, ele sofre no presente, atualiza no presente;

*

Neurose obsessivo-compulsiva
 Costuma conferir tudo o que faz muitas vezes (rituais). Não gosta de mudanças e fica contrariada com qualquer alteração em sua rotina.
Tem atividades compulsivas, como por exemplo: gastar dinheiro demais ou ser muito avarento, comer demais e ser obeso, é perfeccionista;
Gosta de sentir que tem o completo controle de si mesmo e de seu mundo. Mantém suas emoções sob controle e raramente perde a calma. Seu senso de humor é limitado.
Possui a moral muito rígida principalmente com relação a regras e horários.
É muito bom para os outros, mas pensa pouco em si mesmo, sendo às vezes auto-agressivo;

*

Neurose histérica
Precisa sentir que é o centro das atenções.
É perfeccionista no sentido estético, pois gosta de se sentir bonito para seduzir as pessoas. É um bom "ator", faz "teatro" em várias situações para dar a visão que está tudo bem.
É muito bom consigo mesmo, pensando mais em si do que nos outros, não se sacrifica pelos outros por isso se permite viver mais;

*

Neurose fóbica / síndrome do pânico
Caracteriza-se pelo medo excessivo e evitação de algum objeto normalmente inofensivo.
A Síndrome do Pânico tem vários sintomas físicos quanto psicológicos:
Físicos: palpitações, taquicardia, falta de ar, tremores, dormência no corpo, sudorese, tontura, medo de perder o controle, medo de ficar louco, medo de morrer;
Psicológicos: sensação de vazio, sensação de desamparo, medo de ficar sozinho, culpa pelo fracasso, fragilidade, perda da identidade, medo da morte, necessidade da mentira, vira escrava do próprio medo, etc.

*

Neurose hipocondríaca
Caracteriza-se pela preocupação com doenças imaginárias e outros sintomas corporais.

*

Psicose
O psicótico tem maior comprometimento psíquico. É o verdadeiro doente mental.
A pessoa psicótica tem sua personalidade inteiramente distorcida pela doença. Aceita seus sintomas como reais e a partir deles passa a reconstruir seu ambiente, recriando um mundo que somente ele reconhece, tem delírios e alucinações (distúrbios de percepção);
Não aceita a realidade, por isso cria uma nova realidade para viver.

*

Tipos de Psicose
1) Esquizofrenia
A etimologia da palavra esquizofrenia vem de Esquizo = cisão e Frenia = personalidade;
A pessoa com personalidade esquizóide é tímida, acanhada e "fechada“;
É emocionalmente fria, incapaz de se relacionar e formar amizades profundas;
Frequentemente é excêntrica em seus hábitos e leva uma vida própria, à parte das outras pessoas;
Possuem comportamentos bizarros: o isolamento, dificuldades sexuais como a dificuldade de ereção, tendo satisfação pela masturbação ou pela humilhação, agressão e mágoa a pessoa com quem está tendo relações sexuais;

*

2) Paranóia
A pessoa com personalidade paranóide é desconfiada de todos e o delírio mais constante é o delírio de perseguição;

Ela é sensível e também lhe falta senso de humor. Tem uma idéia superior de suas próprias habilidades, sendo difícil “trabalhar” com ela, pois é rígida e inadaptável. Tem poucos amigos.

*

3) Psicose maníaco-depressiva - Bipolar
A pessoa com PMD vive episódios de depressão com mania. Riscos a suicídio.

*

Perversão ou Psicopatia
O perverso tem o objetivo de manipular o outro. Vive transgredindo normas e valores, como por exemplo, a corrupção;

Acha que ele é o melhor, que no mundo só há idiotas e por isso ele nunca vai ser pego nas suas transgressões;

O prazer dele está não no ato errado em si, mas fazendo o errado, ou seja, transgredir, já lhe causa prazer.

*

Tipos
1) Sadomasoquismo
Sente prazer pela violência sexual.
2) Exibicionismo
Os exibicionistas são capazes de ereção e orgasmo quando se expõem a uma mulher desconhecida e amedrontada.
3) Voyeurismo
Os espreitadores ou voyeur masturbam-se até o orgasmo enquanto observam;
O indivíduo pode também fazer um telefone obsceno e atingir o orgasmo;

*

4) Fetichismo
Algumas pessoas são atraídas por objetos e não por seres humanos. São os fetichistas e o objeto de seu desejo sexual chama-se fetiche.
Os fetiches mais comuns são roupas femininas, especialmente roupa íntima, sapatos, cabelos, seda, etc.
Um fetichista pode ser capaz de ter relação sexual e atingir o clímax, desde que possa fantasiar seu fetiche.