A maior rede de estudos do Brasil

Alguém tem alguma, ficha de avaliação para paciente com paralisia cerebral?


1 resposta(s)

User badge image

Larissa

Há mais de um mês

Acabei de enviar esse: https://www.passeidireto.com/arquivo/38846342/folha-de-pontuacao-da-gmfm

Basicamente, o GMFM é um instrumento de avaliação destinado à crianças com PC com quadro motor compatível ao de crianças típicas até os 5 anos de idade. Ele indica a capacidade de uma criança com PC em desenvolver suas funções motoras grossas, medindo quantas dessas funções são realizadas por ela, sendo, portanto, um teste quantitativo e não qualitativo. Assim é possível determinar a meta a ser alcançada com a criança, ou seja, quais habilidades são necessárias que ela adquira. É utilizado para acompanhamento longitudinal e comparação de intervenções terapêuticas. Hoje existem 2 tipos desse instrumento, o GMFM-88 e o GMFM-66, sendo que o último foi desenvolvido pois viram que apenas 66 itens seriam necessários para estimar a performance completa do teste. Ambos são divididos em 5 dimensões: deitado e rolando; sentado; engatinhando e ajoelhado; de pé; andando, correndo e pulando. Para a execução do teste são necessários materiais simples, encontrados em clínicas e centros de reabilitação, como bancos e brinquedos pequenos e grandes, cronômetro, colchonete, degraus, tatame, círculos e retas marcadas no chão. Os itens do teste podem ser realizados em qualquer ordem, demonstração e encorajamento verbal são permitidos, a criança precisa entender comandos básicos, podem ser dados “tentativas-teste” e são permitidas três tentativas por item – deve-se considerar a melhor. A pontuação é realizada através de um escore dado a cada item: 0 (a criança não inicia), 1 (a criança inicia e realiza menos de 10% da tarefa), 2 (realiza mais que 10% e menos que 100% da tarefa), 3 (realiza 100% da tarefa). Esses escores são transformados em percentil de desempenho motor.

Acabei de enviar esse: https://www.passeidireto.com/arquivo/38846342/folha-de-pontuacao-da-gmfm

Basicamente, o GMFM é um instrumento de avaliação destinado à crianças com PC com quadro motor compatível ao de crianças típicas até os 5 anos de idade. Ele indica a capacidade de uma criança com PC em desenvolver suas funções motoras grossas, medindo quantas dessas funções são realizadas por ela, sendo, portanto, um teste quantitativo e não qualitativo. Assim é possível determinar a meta a ser alcançada com a criança, ou seja, quais habilidades são necessárias que ela adquira. É utilizado para acompanhamento longitudinal e comparação de intervenções terapêuticas. Hoje existem 2 tipos desse instrumento, o GMFM-88 e o GMFM-66, sendo que o último foi desenvolvido pois viram que apenas 66 itens seriam necessários para estimar a performance completa do teste. Ambos são divididos em 5 dimensões: deitado e rolando; sentado; engatinhando e ajoelhado; de pé; andando, correndo e pulando. Para a execução do teste são necessários materiais simples, encontrados em clínicas e centros de reabilitação, como bancos e brinquedos pequenos e grandes, cronômetro, colchonete, degraus, tatame, círculos e retas marcadas no chão. Os itens do teste podem ser realizados em qualquer ordem, demonstração e encorajamento verbal são permitidos, a criança precisa entender comandos básicos, podem ser dados “tentativas-teste” e são permitidas três tentativas por item – deve-se considerar a melhor. A pontuação é realizada através de um escore dado a cada item: 0 (a criança não inicia), 1 (a criança inicia e realiza menos de 10% da tarefa), 2 (realiza mais que 10% e menos que 100% da tarefa), 3 (realiza 100% da tarefa). Esses escores são transformados em percentil de desempenho motor.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes