A maior rede de estudos do Brasil

Gostaria de saber sobre neuropsicologia

Pedagogia

UNISANTA


24 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Pedagogia, mais especificamente, sobre Neuropsicologia.

Neuropsicologia é uma área da psicologia que pesquisa as semelhanças entre o cérebro e as manifestações do comportamento humano. É uma área que teve sua origem através de estudos feitos através da Psicologia e Neurologia.

Seu principal objetivo é investigar as diferentes lesões cerebrais que causam déficits em diferentes áreas de cognição.

Para diagnosticar doenças e irregularidades, a Neuropsicologia utiliza como base o conhecimento sobre o funcionamento de diversas áreas cerebrais, embora grande parte do cérebro humano continue desconhecida para a ciência, e também análises psicológicas.

Os profissionais que atuam nessa área orientam seus estudos para o campo das ocupações mentais superiores.

Existem algumas disciplinas especificas para quem estuda a Neuropsicologia, entre elas estão: fundamentos históricos e conceituais da Neuropsicologia, aspectos neurofuncionais do comportamento humano, ética na avaliação e elaboração de documentos, neuropsicofarmacologia e avaliação neuropsicológica da inteligência e da memória.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Pedagogia, mais especificamente, sobre Neuropsicologia.

Neuropsicologia é uma área da psicologia que pesquisa as semelhanças entre o cérebro e as manifestações do comportamento humano. É uma área que teve sua origem através de estudos feitos através da Psicologia e Neurologia.

Seu principal objetivo é investigar as diferentes lesões cerebrais que causam déficits em diferentes áreas de cognição.

Para diagnosticar doenças e irregularidades, a Neuropsicologia utiliza como base o conhecimento sobre o funcionamento de diversas áreas cerebrais, embora grande parte do cérebro humano continue desconhecida para a ciência, e também análises psicológicas.

Os profissionais que atuam nessa área orientam seus estudos para o campo das ocupações mentais superiores.

Existem algumas disciplinas especificas para quem estuda a Neuropsicologia, entre elas estão: fundamentos históricos e conceituais da Neuropsicologia, aspectos neurofuncionais do comportamento humano, ética na avaliação e elaboração de documentos, neuropsicofarmacologia e avaliação neuropsicológica da inteligência e da memória.

User badge image

Marcella Fernandes

Há mais de um mês

Neuropsicologia é um procedimento da psicologia que estuda relações entre o cérebro e as manifestações do comportamento humano. Esse procedimento teve origem a partir dos conhecimentos obtidos da Psicologia e da Neurologia e tem como objetivo investigar como as diferentes lesões cerebrais causam déficits em diversas áreas da cognição.

Para que as lesões cerebrais sejam identificadas, o neuropsicólogo realiza um conjunto de testes e procedimentos chamado de avaliação neuropsicológica. Além de identificar as lesões, a avaliação também pode ser utilizada para diagnosticar os efeitos cognitivos e comportamentais que são causados por desordens neurológicas.

“Os pacientes indicados para fazer a avaliação neuropsicológica são aqueles diagnosticados com algum tipo de lesão cerebral que causou perdas, ou seja, deixou sequelas. Através da avaliação neuropsicológica é possível identificar o grau de integridade e de comprometimento das funções a serem avaliadas. Estas funções englobam: memória, atenção, linguagem, raciocínio, percepção visual, funções executivas, humor entre outras mais”, explica à psicóloga e tutora do Portal Educação, Denise Marcon.

Quanto mais cedo o paciente for diagnosticado, melhor será o prognóstico de recuperação. Às vezes a pessoa aparenta estar bem, mas por outro lado, já perdeu suas capacidades funcionais, por isso existe a importância de se fazer uma avaliação ou se necessário for, uma reabilitação. 
Segundo a psicóloga Denise Marcon, a ocasião certa para este tipo de avaliação ser feita será definida pelo médico neurologista. “Somente ele pode indicar se este paciente já passou pelo processo inicial de recuperação ou se pode ser avaliado de modo a traçar estratégias para a reabilitação de suas funções”.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas