[Prof. Humberto]GASES

[Prof. Humberto]GASES


DisciplinaFísico-química I7.966 materiais109.427 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
*
GASES
*
*
*
TEORIA CINÉTICA \u2013 HIPÓTESES FUNDAMENTAIS
O gás é uma forma da matéria que ocupa qualquer recipiente que o contenha;
o gás é constituído por inúmeras partículas diminutas que estão em contínuo movimento caótico e separadas por grandes espaços vazios;
a velocidade média das partículas aumenta com o aumento da temperatura;
as moléculas são livres em seu movimento, ou seja, não existe atração entre elas, mas quando colidem, o fazem de maneira elástica;
a pressão do gás é resultante das colisões das moléculas contra as paredes do recipiente.
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Lei de Boyle (1662)
, a n e T constantes.
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Lei de Charles/Gay - Lussac (1787)
, a n e p constantes.
, a n e V constantes.
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Lei de Charles/Gay - Lussac (1787)
V = a + bt, onde a = V0 e b = (\u2202V/\u2202t)p V = V0 + (\u2202V/\u2202t)pt 
- Coeficiente de expansão térmica: \u3b1 = (1/V).(\u2202V/\u2202t)p = constante
a 0oC: \u3b10 = (1/V0).(\u2202V/\u2202t)p
T
V = V0\u3b10T 
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Princípio de Avogadro (1811): \u201cVolumes iguais de qualquer gás, nas mesmas condições de pressão e temperatura, possuem o mesmo número de partículas.\u201d
, a T e p constantes.
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Combinando:
Equação de estado do gás ideal
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
 Condições normais de temperatura e pressão (CNTP):
T = 0oC = 273,15K e p = 1atm = 101325Pa e V = 22,4x10-3m3/mol 
R = 8,314J/mol.K
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Lei de Dalton (1801): \u201cA pressão total exercida por uma mistura de gases é a soma das pressões parciais dos gases que a compõem.\u201d
Conceito de pressão parcial: a pressão parcial de um gás é a pressão que o mesmo, em uma mistura gasosa, exerceria sobre as paredes de um recipiente, se o ocupasse sozinho.
*
*
*
PROPRIEDADES EMPÍRICAS \u2013 LEI DOS GASES IDEAIS
Lei de Dalton (1801)
38cm
38cm
*
*
*
FALHA DO MODELO DOS GASES IDEAIS \u2013 GASES REAIS
*
*
*
FALHA DO MODELO DOS GASES IDEAIS \u2013 GASES REAIS
 Fator de compressibilidade (Z) \uf0ae mede o desvio da idealidade.
*
*
*
FALHA DO MODELO DOS GASES IDEAIS \u2013 GASES REAIS
*
*
*
CORREÇÃO DA EQUAÇÃO DOS GASES IDEAIS \u2013 A EQUAÇÃO DE van der WAALS
*
*
*
CORREÇÃO DA EQUAÇÃO DOS GASES IDEAIS \u2013 A EQUAÇÃO DE van der WAALS
*
*
*
CORREÇÃO DA EQUAÇÃO DOS GASES IDEAIS \u2013 A EQUAÇÃO DE van der WAALS
*
*
*
CORREÇÃO DA EQUAÇÃO DOS GASES IDEAIS \u2013 A EQUAÇÃO DE van der WAALS
 Cálculo de Z para o gás de van der Waals: