A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Acondroplasia - slides

Pré-visualização | Página 1 de 1

CASO CLÍNICO 
Alessandra Rezende, Beatriz Mello, Isadora Souza, Lara Olímpio, Lucas José, Marlene Silva, 
Pedro Henrique, Rayssa Gotti, Raiany Pitta 
 
Diagnóstico da criança: Acondroplasia 
Sexo: Masculino 
Idade: 4 anos 
→ Alterações orgânicas (neuromotora, musculoesquelética, cardiorrespiratório, 
sensorial): 
Neuromotora: Hipotonia; 
Musculoesquelética: Macrocefalia, protuberância frontal, nariz em sela, hiperlordose, 
protuberância abdominal, baixa estatura, dedos das mãos em “tridente” e fusiformes, 
encurtamento (tamanho pequeno) de membros superiores e inferiores, tronco estreito e 
longo e escoliose; 
Cardiorrespiratório: Obstrução de vias aéreas (desvio de septo devido – devido as 
modificações na formação da face). 
 
→ Habilidades funcionais/Atividades motoras (o que a criança consegue realizar): 
- Consegue sentar e levantar com apoio; 
- A criança anda de forma independente (sua base se mostra um pouco alargada devido 
ao encurtamento dos membros, fazendo assim que seu centro de gravidade esteja 
alterado o que gera o alargamento de sua base de apoio). 
- Consegue saltar 
 
→ Limitações funcionais (o que a criança não consegue realizar): 
- Alteração na coordenação motora fina (realiza algumas atividades com dificuldade), 
então tem dificuldades em pegar em lápis, segurar um garfo para comer...; 
- Não consegue sentar e levantar de forma independente de uma cadeira (apenas com 
apoio); 
- Não consegue subir escadas devido o encurtamento de membros inferiores; 
- Não consegue correr e chutar uma bola, devido ao encurtamento dos membros e 
alargamento da base. 
 
 
 
 
 
 
 
Determine um OBJETIVO FUNCIONAL: 
- Criança em posição sentada com os dois pés apoiados no chão, com o objetivo de 
melhorar a coordenação motora fina será proposta uma atividade de separação de 3 
tipos de grãos (arroz, feijão e milho) em diferentes recipientes. 
 
Elabore um atendimento de fisioterapia para estimular o objetivo funcional – incluir 
atividades lúdicas 
OBS: É NECESSÁRIO SEGUIR ESTA ORDEM: pré-teste (como a criança realiza o objetivo 
funcional), conduta (preparação e simulação) e o pós-teste (como a criança realizou o 
objetivo funcional ao final da terapia). 
- Pré-teste: A criança separou 3 tipos de grãos (arroz, feijão e milho) em 3 potes diferentes 
de maneira descoordenada, demorando aproximadamente 5 minutos. A criança teve mais 
facilidade na separação do milho e do feijão devido aos seus tamanhos maiores, já na 
separação do arroz teve um pouco de dificuldade pelo seu tamanho pequeno e o movimento 
de pinça ficou limitado. 
- Conduta (preparação e simulação): 
• Preparação: O terapeuta e a criança brincando de Batatinha Quente. O terapeuta 
canta “Batatinha quente 1, 2, 3” no 3 a criança deverá arremessar a bola (de um 
tamanho pequeno para que a criança treine o movimento de agarrar com os dedos) 
para o terapeuta e logo após o terapeuta cantar novamente ele irá arremessar a bola 
para a criança. 
• Simulação: 
o A criança deverá desempilhar 20 copos coloridos (5 vermelhos, 5 verdes, 5 
azuis e 5 amarelos), para, ao final do último copo, achar alguma surpresa 
(doces, brinquedos, etc) e logo em seguida, empilhá-los novamente ao lado 
por cor. 
o A criança deverá combinar as cores de lápis e de copos, colocando um lápis 
correspondente a cor de cada copo (12 copos, sendo 6 vermelhos e 6 azuis). 
o A criança deverá fazer alguns desenhos em folha de papel e ao final, prender 
os desenhos em um barbante fazendo um “varal” com o uso de vários 
prendedores de roupa. 
 
 
 
 
o Com os 3 tipos de grãos dispostos sobre a mesa, a criança deverá separar 
apenas um único tipo de grão em um pote. 
- Pós-teste: A criança conseguiu separar os 3 tipos de grãos em 3 potes diferentes em um 
tempo melhor (3 minutos).

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.