A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E DA FAIXA DE VIRAGEM DO INDICADOR

Pré-visualização | Página 1 de 3

IFBA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA 
BAHIA CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA 
 
 
 
 
 
 
 
LUCAS LOPES DE ARAÚJO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E DA FAIXA DE VIRAGEM DO INDICADOR 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VITÓRIA DA CONQUISTA 
Maio 2022 
Lucas Lopes de Araújo 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E DA FAIXA DE VIRAGEM DO INDICADOR 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Relatório Referente ao componente curricular: 
Química Analítica Experimental I, do Curso de 
Licenciatura em Química, Instituto Federal de 
Educação, Ciências e Tecnologia da Bahia 
(IFBA) como requisito para obtenção de 
credito. 
 
Professor. Me: Wdson Costa Santos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VITÓRIA DA CONQUISTA 
Maio 2022 
SUMÁRIO 
 
 
 1 OBJETIVOS ........................................................................................................................ 4 
 2 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS ......................................................................... 5 
 2.1 MATERIAIS E REAGENTES ................................................................................... 5 
 2.2 PROCEDIMENTOS .................................................................................................... 5 
 2.2.1 Semana I: Soluções 0,1 mol L-1 ........................................................................... 5 
 2.2.2 Semana II: Soluções 0,01 mol L-1 ........................................................................ 6 
 2.2.3 Semana III: Soluções 0,001 mol L-1 .................................................................... 6 
 3 Resultados e discussões ....................................................................................................... 7 
 3.1.1 Titulação com as Soluções de 0,1 mol L-1 ........................................................... 7 
 3.1.2 Titulação com as Soluções de 0,01 mol L-1 ....................................................... 10 
 3.1.3 Titulação com as Soluções de 0,001 mol L-1 ..................................................... 12 
 4 CONCLUSÃO .................................................................................................................... 14 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................................. 15 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 
 1 OBJETIVOS 
 Avaliar a influência das concentrações de titulante e titulado, bem como do uso 
de indicadores ácido-base com diferentes faixas de viragem, sobre os resultados 
das análises titulométricas. 
 
5 
 2 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS 
 2.1 MATERIAIS E REAGENTES 
 
➢ Soluções de NaOH 0,1 mol L-1 0,01 mol L-1 e 0,001 mol L-1; 
➢ Soluções de HCL 0,1 mol L-1 0,01 mol L-1 e 0,001 mol L-1; 
➢ Soluções de fenolftaleína, azul de bromotimol, alaranjado de metila; 
➢ Erlenmeyers de 125 mL; 
➢ Buretas de 25 mL; 
➢ Pipetas de 10 mL; 
➢ Suportes universais; 
➢ Garras; 
➢ Pêras. 
 
 2.2 PROCEDIMENTOS 
 
 2.2.1 Semana I: Soluções 0,1 mol L-1 
 
1. Pipetou-se 10 mL de solução de ácido clorídrico 0,1 mol L-1, previamente 
preparada pelo docente; 
2. Transferiu-se para um Erlenmeyer de 125 mL; 
3. Em seguida, adicionou-se 3 gotas de (1ª Azul de Bromotimol, 2ª Fenolftaleína 
e 3ª Alaranjado de Metila); 
4. Titulou-se com a solução de NaOH até observar a mudança de coloração, 
específica de cada indicador; 
5. Repetiu-se os passos 1 à 4 para cada indicador e anotou-se os valores de 
viragem; 
6. Preparou-se o branco adicionando com 50 mL de água, em seguida repetiu-
se o passo 3. Por fim anotou-se o valor no ponto de viragem. 
6 
 2.2.2 Semana II: Soluções 0,01 mol L-1 
 
1. Pipetou-se 10 mL de solução de ácido clorídrico 0,01 mol L-1, previamente 
preparada pelo docente; 
2. Transferiu-se para um Erlenmeyer de 125 mL; 
3. Em seguida, adicionou-se 3 gotas de (1ª Azul de Bromotimol, 2ª Fenolftaleína 
e 3ª Alaranjado de Metila); 
4. Titulou-se com a solução de NaOH até observar a mudança de coloração, 
específica de cada indicador; 
5. Repetiu-se os passos 1 à 4 para cada indicador e anotou-se os valores de 
viragem; 
6. Preparou-se o branco adicionando 50 mL de água em 2 erlenmeyers, 
posteriormente adicionou-se 3 gotas de fenolftaleína em um erlenmeyer, e 3 
gotas de azul de bromotimol no outro. Por fim anotou-se o valor no ponto de 
viragem. 
 2.2.3 Semana III: Soluções 0,001 mol L-1 
 
1. Pipetou-se 10 mL de solução de ácido clorídrico 0,001 mol L-1, previamente 
preparada pelo docente; 
2. Transferiu-se para um Erlenmeyer de 125 mL; 
3. Em seguida, adicionou-se 3 gotas de (1ª Azul de Bromotimol, 2ª Fenolftaleína 
e 3ª Alaranjado de Metila); 
4. Titulou-se com a solução de NaOH até observar a mudança de coloração, 
específica de cada indicador; 
5. Repetiu-se os passos 1 à 4 para cada indicador e anotou-se os valores de 
viragem; 
6. Preparou-se o branco adicionando 50 mL de água em 2 erlenmeyers, 
posteriormente adicionou-se 3 gotas de fenolftaleína em um erlenmeyer, e 3 
gotas de azul de bromotimol no outro. Por fim anotou-se o valor no ponto de 
viragem. 
7 
 3 RESULTADOS E DISCUSSÕES 
 
 3.1.1 Titulação com as Soluções de 0,1 mol L-1 
 
 Para o procedimento da semana I, a titulação foi realizada utilizando soluções ≅ 
0,1 mol L-1 de NaOH e HCl. Obteve-se os volumes de viragem ou (ponto de 
equivalência) para os indicadores de: 
 Tabela 1— Pontos de equivalência e branco das titulações de soluções 0,1 mol 
L-1 
Indicador Volume de HCl Volume de NaOH ≅ 
0,1 mol L-1 
adicionado de até 
viragem (mL) 
Branco Volume de 
NaOH ≅ 0,1 mol L-
1adicionado de até 
viragem (mL) 
Fenolftaleína 10 mL 10,88 1 gota 
Azul de Bromotimol 10 mL 10,91 1 gota 
Alaranjado de 
Metila 
10 mL 10,68 1 gota 
 Fonte: Elaborada pelo autor. 
 A reação de neutralização ocorrida foi: 
HCl + NaOH → NaCl + H2O (eq 01) 
 A proporção estequiométrica é de 1;1, ou seja, uma molécula de ácido reage com 
exatamente uma de base: 
nHCl = nNaOH (eq 02) 
 E possível construir a curva de titulação para reações de neutralização, no nosso 
caso, uma base forte e um ácido forte. “A obtenção dos dados para construção de tal 
curva e feita calculando-se o pH da solução após cada adição do titulante.” 
(BACCAN, 1979, P.41). Para construção do gráfico e necessário considerar que, a 
reação ácido-base seja completa. Sendo assim podemos plotar o nosso gráfico1: 
 
 
 
 
 
1 Segue em anexo desse trabalho planilha do Excel com cálculos utilizados para plotar os gráficos. 
8 
 Figura 1— Curva de titulação de NaOH com HCl em concentrações de 0,1 mol L-
1 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Fonte: Elaborada pelo autor. 
 Como pode ser observado no gráfico da figura 1, podemos notar que nas 
proximidades do ponto de equivalência, uma grande variação de pH que destaca 
bastante a curva de titulação. Nesse gráfico podemos notar ainda que a medida que 
aumenta-se o volume de titulação acima do ponto de equivalência, ou seja, acima de 
valores de volume próximos de 10, tem-se excesso de NaOH, sendo assim, teremos 
uma região de pH básico. 
 Referente a escolha do indicador, temos que analisar qual indicador e mais 
adequado para a titulação. Considerando-se que são soluções aproximadamente 
equimolares, reagindo uma base forte com um ácido forte que dissocia-se por 
completo e origina um sal neutro, o que era o esperado. Pode-se considerar dizer 
que a viragem ocorreu quando o pH atingiu aproximadamente 7, porém como a faixa 
de viragem da Fenolftaleína está no pH entre 8,0 e 10,0 este indicador foi o que 
utilizou mais volume de NaOH para a mudança de cor. 
 Tendo em vista que, a faixa de viragem do Azul de Bromotimol entre o pH 6,0 e 
7,6, pode-se considerar que este seria o indicador mais adequado para a nossa 
titulação, já que obterá um ponto final mais próximo do ponto de viragem ocorrido na 
titulação. 
 Por fim, o alaranjado de metila temos a faixa