Buscar

Gestão de Resultados no Contexto Escolar

Prévia do material em texto

Um gestor de uma Secretaria de Educação, escola ou classe deve ter um olhar especial para os resultados do
sistema que lidera. Mas, para isso, é preciso que ele saiba o que de fato é importante medir e como fazê-lo. Em
vista disso, nesta webaula serão destacadas as ações necessárias para a gestão de resultados no contexto escolar.
1. Coletar os dados que serão
usados
Os dados não devem ser tratados como se fossem
iguais, há dados mais importantes que outros. Tudo
depende da gestão que se realiza, do sistema escolar
que o líder atua e de quais são os resultados
esperados.
Mas coletar dados não tem valor algum se estes
não forem usados para melhorar processos e
práticas de trabalho, reconhecer pessoas, etc., de
modo a melhorar continuamente os resultados.
2. Medir para melhorar
O que é medido não passa despercebido. Medir é uma maneira de demonstrar o que é importante. Segundo
Gomes (2010, p. 48), “gerenciar sem monitorar é como lançar dardos com uma venda nos olhos”. Assim, é preciso
medir para melhorar. E o sistema de monitoração de um sistema escolar – SME/escola e classe – é o centro de
uma gestão.
Todos os funcionários e educadores de uma instituição escolar devem identi�car quais são os seus principais
processos-chave e como fazer para medir a sua e�cácia e e�ciência de forma que possam melhorá-los. É
muito importante cuidar para que a monitoração gere melhorias. As pessoas devem perceber as mudanças e
como elas surgiram, só assim haverá credibilidade no trabalho executado.
3. Escancarar os dados e mantê-los sempre atualizados
Todo gestor deve ter o cuidado de sempre escancarar os dados que tem, ou seja, deixar à vista para toda a
comunidade escolar conhecer, entender, comparar e apreciar os resultados daquela instituição ou classe. Os
dados devem ser mantidos sempre atualizados, quase em tempo real.
Gestão Educacional
Orientação para resultados
Você sabia que seu material didático é interativo e multimídia? Isso signi�ca que você pode interagir com o conteúdo de diversas formas, a
qualquer hora e lugar. Na versão impressa, porém, alguns conteúdos interativos �cam desabilitados. Por essa razão, �que atento: sempre
que possível, opte pela versão digital. Bons estudos!
4. Fazer uso dos dados comparativos
É importante sistematizar o uso dos dados comparativos. Comparar resultados é essencial para identi�car onde
está e para onde vai a instituição. Para saber como comparar os resultados, entenda a seguir alguns termos.
Relevância
Diz respeito à importância do resultado para determinar os processos, planos de ações, estratégias e passos
a seguir.
Tendência
Diz respeito a como o resultado se comporta ao longo do tempo, mostrando a direção e velocidade deles.
Desempenho
Diz respeito à situação atual, comparando informações pertinentes.
Comparações
Dizem respeito à comparação dos resultados com outras instituições similares.
Períodos apropriados
Dizem respeito à variação de tempo, que pode ser de três ou quatro tempos.

5. Racionalizar os dados
Se não puder ter todos os dados necessários, tenha os dados certos. Vá aumentando-os seletivamente. Dado bom
é o que se tem, mas o mais importante é o que se faz com ele, para inovar ou melhorar processos e práticas de
gestão. E não se deve cair na tentação de ter alguns resultados só porque é fácil coletá-los.
Fonte: Shutterstock.
6. Relativizar seus desempenhos
O desempenho de uma Secretaria de Educação, escola, classe ou aluno é relativo. Conhecer os resultados em suas
diversas dimensões é muito importante, mas não é tudo. É necessário conhecer os resultados de outras
Secretarias de Educação, escolas, classes e alunos que fazem a mesma coisa para que se possa relativizar o
desempenho e aprender com o outro. Assim, os resultados serão sempre “bons conselheiros” na tomada de
decisões.
https://conteudo.colaboraread.com.br/201902/INTERATIVAS_2_0/GESTAO_EDUCACIONAL/U4/S1/div#accordion-1%20.item-1
https://conteudo.colaboraread.com.br/201902/INTERATIVAS_2_0/GESTAO_EDUCACIONAL/U4/S1/div#accordion-1%20.item-2
https://conteudo.colaboraread.com.br/201902/INTERATIVAS_2_0/GESTAO_EDUCACIONAL/U4/S1/div#accordion-1%20.item-3
https://conteudo.colaboraread.com.br/201902/INTERATIVAS_2_0/GESTAO_EDUCACIONAL/U4/S1/div#accordion-1%20.item-4
https://conteudo.colaboraread.com.br/201902/INTERATIVAS_2_0/GESTAO_EDUCACIONAL/U4/S1/div#accordion-1%20.item-5
7. Coletar resultados da aprendizagem
Os principais resultados de um sistema escolar referem-se à aprendizagem. Portanto, é preciso ter os resultados
da aprendizagem dos alunos, comparando-os com outros sistemas. Por exemplo, é possível comparar os
resultados da escola na Prova Brasil com os resultados da cidade, estado e país.
Fonte: Shutterstock.
8. Coletar resultados operacionais
Resultados operacionais são os resultados de desempenho da escola/classe que contribuem para o
fortalecimento da aprendizagem dos alunos e para o alcance da e�cácia operacional. Inclui comparações com
outras escolas/classes similares, enfatizando a comprovação de que a escola faz a diferença, sendo capaz de
melhorar os níveis de aprendizagem, o clima educacional e a prontidão para o atendimento das pessoas, além de
outros indicadores de e�cácia e e�ciência operacional. São exemplos de resultados operacionais: frequência
escolar, comportamento, atividades extraclasses, etc.
9. Coletar resultados dos Processos de Apoio
Nesse caso, os resultados a serem coletados referem-se àqueles que impactam indiretamente na aprendizagem,
como o uso da biblioteca da escola, limpeza, alimentação e monitoramento do recreio.
10. Fazer um ótimo uso dos
resultados
Não vale ter somente os resultados agregados ou
desagregados em um Painel de Desempenho da
Escola/Classe ou no Portfólio do Aluno, é necessário
fazer um ótimo uso deles. A�nal, ninguém coleta dados
para “enfeitar paredes” ou prestar contas às Partes
Interessadas.
Os dados são coletados conforme a importância
que daremos a eles na gestão que se pratica para
a melhoria dos resultados. Os resultados advindos
dos dados coletados e das fontes que os
originaram serão o “norte” para a busca de
melhorias e inovações nos processos e práticas de
trabalho de todos os envolvidos.
É importante ressaltar que ter um sistema de informação de fatos e dados relacionados às Metas de
Aprendizagem e Metas Operacionais do sistema educacional faz com o que o gestor, ao constatar os resultados,
saiba agir com celeridade, seja para um novo ciclo de melhoramento ou para o reconhecimento de práticas e
processos que precisam ter escalabilidade para tornar a instituição uma organização de excelência.

Continue navegando