A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
A5 Estudos das Proteínas

Pré-visualização | Página 2 de 2

( As estruturas secundárias, terciárias e quaternárias dependem de ligações não covalentes
( Estrutura secundárias é estabilizada por Pontes de Hidrogênio entre o esqueleto da cadeia peptídica (também podem ocorrer entre as cadeias laterais)
( Força de van der Waals : força devido a proximidade dos átomos
( Interações Hidrofóbicas: resíduos apolares se agrupar no interior da molécula
( Atrações Eletrostáticas e Ligações Iônicas: cargas opostas próximas na superfície da molécula ou do átomo.
	- Grupos prostéticos: Cadeias laterais da proteína complexadas com de íons metálicos (Outras moléculas que não proteínas).
( A estrutura terciária pode ser estabilizada por Pontes Dissulfetos (ligação covalente) do grupo SH das Cys.
Pode ser dada pela estrutura covalente completa.
Conformação protéica:
Energia livre mínima
Chaperoninas – proteínas envolvidas no enovelamento
	Evita erros no enovelamento
- Seq. de aminoácido Pro-Hyp-Gly ou Hyp-Pro-Gly
- Ex.: colágeno, componentes do osso e tecido conjuntivo.
- Importância do Ácido Ascórpico.