DIREITO PENAL III Resumo
11 pág.

DIREITO PENAL III Resumo


DisciplinaDireito Penal III5.065 materiais45.211 seguidores
Pré-visualização4 páginas
DIREITO PENAL III 
 
Art. 14 \u2013 Diz-se o crime... 
Art. 121 \u2013 Homicídio Simples.... Até Art. 128 \u2013 Não se pune aborto praticado pelo 
médico. 
Início da Vida Morte 
 
 Aborto Infanticídio Homicídio 
 
 
Vida Intra-Uterina Vida Extra-Uterina 
 
 Estado Puerperal 
Vida Intra-Uterina 
\uf0b7 Fecundação \u2013 Esperma entra no óvulo (Rogério Greco; Demanto). 
\uf0b7 Nidação \u2013 Fixação do óvulo no útero, e ocorre de 7 a 14 dias após a 
fecundação (Bittencourt; Damásio de Jesus; Hungria). 
 
Infanticídio \u2013 Mãe mata o próprio filho, após o parto, sob estado puerperal. 
*Se houver falta de qualquer um dos 3 elementos haverá um homicídio e não um 
infanticídio. 
 
Art. 121 CAPUT \u2013 Homicídio Simples \u2013 Pena de 6 a 20 anos. 
*O Homicídio simples pode ser considerado crime hediondo, desde que praticado por 
grupo de extermínio, mesmo que por uma só pessoa. (Lei 8072/90). 
 
§ 1º - Homicídio Privilegiado (Relevante valor social ou moral \u2013 Ex: Eutanásia {Matar 
uma pessoa que esta sofrendo e pede pra morrer}) - Pena reduzida 1/6 a 1/3. 
\u201cAnimus Necandi\u201d (Vontade de matar) \u2013 Para haver homicídio, é necessário haver 
vontade de matar. 
 
§ 2º - Homicídio Qualificado (Consequência Jurídica maior; Crimes mais Graves, 
Hediondos \u2013 Lei 8072/90). Pena 12 a 30 anos. 
*O Crime pode ser Privilegiado + Qualificado, mas NÃO será hediondo (Art. 75 CP). 
*O Máximo da pena por crime no Brasil é 30 anos. 
 
§ 3º - Homicídio Culposo \u2013 Sem intenção de matar. 
\u2260 do Art. 302 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), que é uma Legislação Especial. 
 
§ 4º - Aumento da Pena 
 
§ 5º - Perdão Judicial \u2013 Há denúncia, o réu é condenado, somente não cumprirá a 
pena. 
 
\uf0d8 Eutanásia Ativa \u2013 Praticar um ato lesivo, dentro de certas circunstâncias e 
condições, que conduz à morte desejada pelo próprio paciente terminal (Ex: 
Injeção Letal); Eutanásia significa \u201cMorte sem grandes sofrimentos\u201d. 
\uf0d8 Ortotanásia (ou Eutanásia Passiva) \u2013 Caracteriza-se pela limitação ou 
suspensão do esforço terapêutico, ou seja, do tratamento ou dos 
procedimentos que estão prolongando a vida de doentes terminais, sem 
chance de cura (Ex: desligamento de aparelhos hospitalares); Ortotanásia 
significa \u201cMorte no tempo certo\u201d. 
 
Infrações Penais (Atividades Ilícitas) 
 
o Contravenções Penais \u2013 Penas de prisão simples (Lei de contravenções 
Penais). 
o Crimes \u2013 Detenção e Reclusão. 
\uf0b7 Detenção - Corresponde a regimes de semi-liberdade onde os crimes 
são mais brandos e o preso aguarda uma possibilidade de saída breve 
(Prisão temporária, preventiva e etc). 
\uf0b7 Reclusão 
\uf076 Crimes Hediondos \u2013 Mais Graves (Lei 8072/90); 
\uf076 Crimes \u201cNormais\u201d 
\uf076 Crimes de Menor Potencial Ofensivo \u2013 Menos Graves (Lei 9099). 
 
 Art. 121, § 2º, III do CP \u2013 Homicídio Qualificado (Tortura é um meio para 
matar, há vontade de matar); 
 Lei 9455/97 \u2013 Lei de tortura (Apenas torturar, não há vontade de matar, a 
Tortura é um fim). 
 
Art. 122 \u2013 Induzimento, Instigação ou Auxílio ao Suicídio. 
o Induzimento \u2013 Criar a idéia na cabeça da vítima, onde não havia nenhuma 
vontade de se matar; 
o Instigação \u2013 A vítima já tem a idéia, o terceiro somente encoraja, apóia a 
vítima; 
o Auxílio \u2013 O terceiro ajuda a vítima com meios materiais, com recursos. 
*Não se pune a auto-lesão, exceto se foi provocada para fraudar seguro, pois ai passa 
a ser estelionato. 
*Quando um terceiro participa diretamente no suicídio, ele comete um homicídio (Ex: 
chuta o banco de alguém que esta prestes a ser enforcar) 
 
Art. 123 \u2013 Infanticídio 
Se a mãe, após o parto, sob estado puerperal, matar uma criança no berçário, ciente 
de que esta matando seu próprio filho, ela comete um infanticídio; E se houver ajuda 
de um terceiro (Ex: Enfermeira), este terceiro também comete Infanticídio. 
Art. 30 \u2013 Não se comunicam as circunstâncias e as condições de caráter pessoal, 
salvo quando Elementares do Crime. 
*1. Que é da natureza do elemento ou que serve de elemento: Molécula elementar. 2. Relativo ou 
pertencente às primeiras noções de uma arte ou de uma ciência; rudimentar, simples: Gramática 
elementar. 3. Principal, fundamental. 
 
Art. 124 (Auto-Aborto) \u2013 Aborto provocado pela gestante ou com seu consentimento. 
Exceção da Teoria Monista \u2013 Um terceiro que provoca um aborto sem (Art. 125) ou 
com (Art. 126) o consentimento da gestante, responde por um crime diferente do crime 
praticado pela gestante (Art. 124). 
Art. 125 e 126 \u2013 Aborto provocado por terceiro. 
Art. 127 \u2013 Aumento de pena. 
Art. 128 \u2013 Não se pune (\u2260 não é crime) o aborto praticado pelo médico. 
I \u2013 Se não há outro meio de salvar a vida da gestante (Aborto Sentimental); 
II \u2013 Se a gravidez resulta de estupro, e o aborto é procedido de consentimento da 
gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal. 
\uf076 Aborto Eugênico \u2013 Provocar aborto em fetos que irão nascer com algum 
problema, para purificação da raça (Raça Ariana). 
 
Art. 129 \u2013 Lesões Corporais (Simples ou Leve) \u2013 Não há \u201cAnimus Mecandi\u201d. 
Art. 129, § 1º - Lesão Corporal de Natureza Grave. 
III \u2013 Debilidade permanente dos: 
Membros: Cabeça, Tronco, Pernas... 
Sentidos: Olfato, Tato, Paladar, Audição e Visão. 
Funções: Respiratória, Sanguínea... 
IV \u2013 Aceleração do Parto \u2013 Antecipar. 
 
Art. 129, § 2º - Lesão Corporal de Natureza Gravíssima. 
II \u2013 Enfermidade Incurável \u2013 Exceto a AIDS. 
III \u2013 Perda ou Inutilização dos: 
Membros: Cabeça, Tronco, Pernas... 
Sentidos: Olfato, Tato, Paladar, Audição e Visão. 
Funções: Respiratória, Sanguínea... 
{Ex: O sentido visão, se uma pessoa perde o olho, ela fica debilidade, pois ainda tem outro olho 
e conseguirá enxergar, então o crime será de natureza grave (§ 1º), o mesmo já NÃO acontece 
com os Membros, pois são individuais (Se uma pessoa perde uma perna, perde um membro), 
então o crime será de natureza gravíssima (§ 2º)}. 
IV \u2013 Deformidade permanente \u2013 Deformidade estética (Dano moral na esfera Cível). 
V \u2013 Aborto 
 
Art. 129, § 3º - Lesão corporal seguida de morte. 
Preterdolo \u2013 Quando há dolo + culpa no mesmo crime. 
O agente cometeu o crime de lesão Dolosamente, mas se a vítima morre devido à 
lesão, o resultado foi Culposo, pois o agente não quis matar (No passado houve dolo). 
\u2260 Leis de Contravenções Penais (3.688 / 41) \u2013 Vias de Fato. 
Art. 21 da Lei \u2013 Praticar vias de fato contra alguém. 
Não há lesão (Ex: empurra uma pessoa que não se machuca). 
 
Art. 129, § 5º - Substituição da pena, somente lesões leves. 
II \u2013 Pessoa bate a apanha ao mesmo tempo \u2260 Rixa. 
 
Art. 129, § 6º - Lesão Corporal Culposa (Não teve o dever de cuidado). 
Negligência, Imprudência ou Imperícia. 
 
Art. 129, § 9º - Lesão corporal com violência domiciliar (Lei 11.340 \u2013 Lei Maria da 
Penha). 
 
Art. 129, § 10º - Aumenta-se a pena de lesões cometidas contra pessoas próximas. 
Art. 129, § 11º - Aumenta-se a pena de lesões cometidas contra pessoas portadoras 
de deficiências. 
 
*Medidas Protetivas \u2013 O juiz pode mandar sair da casa à parte agressora, e se houver 
um menor já determinará a pensão a ser paga. 
 
Art. 130 \u2013 Perigo de contágio venéreo (Ação Pública Condicionada) 
O crime vai se consumar mesmo que a vítima não se contamine; 
*Se o agente expuser a vítima à doença, mas a vítima já estava contaminada com a 
mesma doença, o crime é impossível, exceto se agravar a doença da vítima. 
* a AIDS não é considera doença venérea. 
 
Art. 131 \u2013 Perigo de Contágio de moléstia grave (Exs: febre amarela, peste,
carla
carla fez um comentário
olá, poderia me enviar o material ? krutzmannc@ yahoo.com.br
0 aprovações
Aninha
Aninha fez um comentário
Poderia me manda?
0 aprovações
Carregar mais