Buscar

2 - Introdução à Administração Rural

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS 
 
Notas de aula de Administração de Empresa Agrícola 
Profº Aloizio Lunga 
 
 
INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO RURAL 
 
Conceituação da Administração Rural 
 
 A Administração Rural pode ser definida como trabalho com pessoas (talentos, conhecimentos e 
criatividade), recursos financeiros (dinheiro) e materiais (equipamentos, imóveis e suprimento), para 
atingir objetivos organizacionais e pessoais através do desempenho das funções de planejar, organizar, 
dirigir (liderar) e controlar as ações em uma propriedade Agrícola. É a ação de planejar, organizar, 
dirigir, controlar e coordenar uma Unidade de Produção Agrícola, de propriedade própria ou de terceiros, 
com o fim de alcançar um dado objetivo. 
 
. Surgimento da Administração Rural - E.U.A. 
“A administração rural surgiu no começo do século passado junto às universidades de ciências 
agrária, na Inglaterra e Estados Unidos nos chamados "land grant" com a preocupação de sobretudo, 
analisar, a credibilidade econômica e técnicas agrícolas. Parcialmente a administração rural, tratando, 
prioritariamente a área de produção e a função do controle. Envolviam, basicamente, a alocação de 
recurso e escrituração contábil e financeira, sendo a contabilidade simplificada o instrumento "gerencial" 
mais divulgado. Considerava-se a administração rural como um ramo da economia rural, o que ainda 
persiste em algumas organizações. Para compreender a nova abordagem à administração rural, faz-se 
necessário compreendê-la conceitualmente, Lima (1982) a define como “Como ramo da ciência 
administrativa o autor possibilita a acesso as suas teorias, desde a abordagem clássica de Taylor até a 
moderna teoria do desenvolvimento organizacional., com essa nova abordagem introduziu-se ao conceito 
de administração Rural as áreas de finanças, comercialização, marketing e recursos humanos, sendo estas 
áreas tão importantes como a produção.” 
Onde é Administração Rural é aplicada? 
 
 Em qualquer Organização onde os produtos agrícolas são produzidos. Latifúndio; Empresa 
Capitalista, grandes Empresas do agronegócio; Empresa Familiar, Unidade Camponesa e Unidade Neo 
Camponesa. 
 
 Latifúndio 
 
 Etimologicamente a palavra Latifúndio deriva-se das palavras latinas latus que significa largo e, 
fundus que significa fundo, capital, patrimônio, significando em relação a terra uma grande área. 
 Ele se caracteriza por possuir baixo nível de capital de exploração (capital fixo e circulante), 
indicando com isso existência de exploração extensiva da unidade de produção; relação de produção 
“espúria” com força de trabalho não remunerada exclusivamente em dinheiro (parceiros, arrendatários, 
etc.); participação intensa no mercado já que a maior parte do que produz é destinada à comercialização e, 
a menor, para consumo de parceiros; produção especializada (monocultura e gado de corte) e Área multi 
modular. 
 
 Empresa Capitalista 
 
 Este tipo de Unidade de Produção tem sua atuação incrementada a partir da década de 30 com o 
ingresso do Capital de exploração no Campo e a mudança das relações de produção. Sua modalidade 
 2.2 
básica de exploração são as grandes monoculturas de café, cana-de-açúcar, algodão, soja, trigo, arroz, 
cacau, sisal e gado de corte. 
 A Unidade de Produção Empresa Capitalista caracterizam por elevado nível do capital de 
exploração que mostra o grau intensivo de sua exploração; força de trabalho formada por mão-de-obra 
assalariada permanente ou temporária; produção direcionada ao mercado - produz valor de troca; 
produção especializada - poucas linhas de exploração que por vezes são complementares e possuem área 
multi modular. 
 
 Como podemos observar a Empresa Capitalista Agropecuária tem características comuns com o 
Latifúndio. São estas a dimensão de sua área, o nível de comercialização e o grau de especialização e, 
distinguindo-se no que concerne ao capital de exploração e as relações sociais de produção. 
 
 Unidade de Produção Camponesa 
 
 Esta Unidade de Produção não é algo novo no cenário agrícola brasileiro. Já no período colonial, 
juntamente com o latifúndio, participava do processo produtivo nacional,.Era formado pela parcela da 
população que não tinha o privilégio de ser grande proprietário de terras porém tinham a sorte de não 
fazerem parte do contingente de mão-de-obra escrava. 
 Este grupo é formado por produtores que tem algum domínio sobre a terra, mesmo que de forma 
precária: “são pequenos produtores, minifundiários, posseiros, parceiros, pequenos arrendatários, colonos, 
empreiteiros, assalariado residente (com direito ao uso da terra para plantio solteiro ou intercalar), 
agregados, etc., nas mais diversas combinações”. 
 A produção da Unidade Camponesa é baseada na policultura produzindo quase tudo o que é 
necessário para o consumo da família e vendendo o “excedente” em mercados locais, feiras de produtores 
ou a intermediários. 
 A extensão dessas Unidades de Produção é predominantemente pequena ou minifundiária e, em 
seus primórdios situava-se dentro ou a margem dos Latifúndios. Não havia por parte dos produtores 
recursos para a compra e a posse era a maneira de adquiri-las. Funcionavam como produtores de 
produtos de subsistência, não produzidos pelos latifundiários, e, também como reserva de mão-de-obra. 
 Mas recentemente sua formação se dá através do desmembramento de propriedades maiores por 
motivo de morte de seus proprietários ou então através da aquisição por parte de antigos assalariados, 
colonos e parceiros que conseguiram algum recurso para comprar as propriedades que eram divididas. 
 
 Suas características são: Baixo nível do capital de exploração - posse dos instrumentos de trabalho 
ou parte deles; predominância de trabalho não assalariado - uso de mão-de-obra familiar; baixo grau de 
comercialização - produz valor de uso. O que comercializa é a sobra da subsistência ou o resultado do 
subconsumo familiar, podendo haver complementação da subsistência com trabalho fora da Unidade de 
Produção; policultura - é uma Unidade de Produção não especializada e área modular ou sub-modular 
(minifúndio). 
 
 Empresa Familiar 
 
 A Empresa Familiar é aquela Unidade de Produção que tem uma exploração agrícola comercial 
fundamentada principalmente na força de trabalho familiar. Por vezes, principalmente na época da 
colheita da safra, é contratada mão-de-obra assalariada para poder executar as tarefas da Unidade de 
Produção. É uma Unidade especializada que produz um produto que atende a Demanda do mercado 
interno e externo. 
 Não é uma Unidade de Produção que tenha uma área de terra muito extensa, seu tamanho é mais 
ou menos a do módulo rural estabelecido pelo INCRA, porém, através de maquinas e técnica, utilizam a 
totalidade de suas terras aproveitáveis. Para alguns tipos de cultura é utilizada uma área um pouco menor 
(caso de hortigranjeiros) e, em outras, uma área um pouco maior (como as de produção de cana-de-
açúcar). 
 Esse conjunto de pequenos empresários é formado por proprietários, arrendatários e parceiros que 
vivem na área de sua propriedade ou em cidade ou vila próxima. 
 2.3 
 Caracterizam-se por possuírem elevado nível de capital de Exploração; a mão-de-obra utilizada é 
predominantemente a familiar em relação com o trabalho efetuado por mão-de-obra assalariada; alto grau 
de comercialização já que é produtora de valor de troca, com produção destinada de forma inexorável 
para o mercado; a especialização da produção e área Modular. 
 
 
Unidade de Produção Neo Camponesa 
 
As Unidades de Produção Neo Camponesas são aquelas unidades familiares, proprietários ou 
arrendatários de pequena parcela operando basicamente com mão-de-obra familiar nas lides produtivas,possuidoras de alto nível de capital de exploração e que são administradas de forma econômica 
procurando a condição indispensável para a produção empresarial que é a adequação de custos a 
rendimentos. Porém, acima de tudo, são camponeses, produtores e vendedores de produtos agrícolas que 
trabalham no campo para sobreviverem e não como empresários agrícolas. A renda líquida gerada por 
essas Unidades de Produção é baixa fazendo com que elas tenham uma produção que garanta somente a 
subsistência do produtor e seus familiares, tal como nas Unidades Camponesas típicas. 
 
 Essas Unidades de Produção tem esses baixos níveis de renda líquida em decorrência do processo 
de integração delas com empresas industriais e comerciais que agem de forma oligopsônicas, ditando o 
preço, a quantidade e a qualidade dos produtos a serem adquiridos. São essas empresas que garantem a 
produção antecipando ocasionalmente os pagamentos dos produtos, cedendo os insumos necessários para 
o plantio, indicando a tecnologia a ser utilizada, fazendo a classificação e comprando o produto. 
 
 
E M P R E S A R U R A L 
 
 A Empresa Rural pode ser classificada quanto ao: 
 
1). Tamanho (pequena, média e grande) 
 
• Áreas exploradas de cada atividade; 
• Produção agrícola anual.; 
• Número de cabeças de gado e Produção pecuária anual; 
• Quantidade de mão-de-obra utilizada.; 
• Capital investido; e 
• Total de receitas e despesas anuais. 
 
2) Quanto ao tipo de atividade 
 
• Agrícolas. 
• Pecuárias. 
• Mistas 
• Agroindústrias. 
 
 
3). Quanto a natureza jurídica 
 
• Firma Individual - é aquela empresa rural na qual há um único proprietário que opera em 
seu próprio benefício. 
 
♦ Propriedade de todo o lucro 
♦ baixos custos organizacionais 
♦ economias fiscais 
♦ responsabilidade ilimitada 
 2.4 
♦ poucas chances de ascensão funcional 
♦descontinuidade pós-morte 
 
 
• Sociedade de Pessoas - é aquela Unidade de Produção Agrícola (Empresa Capitalista) 
explorada por dois ou mais empresários/proprietário. 
 
♦ maior volume de capital 
♦ maior viabilidade para obtenção de crédito 
♦ maior cooperação e habilidade administrativa 
♦ vida limitada - quando há afastamento de um dos sócios a sociedade é desfeita. 
♦ discórdia pode levar a divisão dos bens 
 
• Sociedade de Capital - é aquela Unidade de Produção que tem seu capital formado por 
cota ou ações. Ela tem um caráter legal com legislação específica. 
 
♦ responsabilidade limitada ao número de cotas. 
♦ grande dimensão - o capital pode ser levantado a partir da venda de ações. 
♦ possibilidade/facilidade de transferência da Empresa para outros grupos 
♦ Administração profissional 
♦ facilidade para expansão - acesso ao mercado de capitais e facilidade de entrada de 
novos sócios. 
♦ maior tributação via imposto de renda 
♦ tributação do lucro da empresa e do acionista 
♦ sujeição às regulamentações do governo. 
♦ desinteresse do empregado por não ter vínculo com os proprietários. 
 
 
TIPOS DE ADMINISTRAÇÃO RURAL 
 
 Em consonância com os tipos de empresa rural existente a Administração Rural pode ser, 
Familiar e Capitalista. 
 
1) Familiar - a administração e o trabalho são exercidos pela família do proprietário, 
parceiro ou arrendatário. Segundo o Estatuto da Terra pode-se utilizar mão-de-obra de 
fora desde que não ultrapasse o número de membros da família 
 
2) .Capitalista ou Empresarial - O trabalho de Direção é exercido por componentes do 
grupo e o trabalho de campo é exercido (executado) por mão de obra contratada. 
 
Exploração Agro-econômica (o responsável) 
 
• Exploração pelo proprietário - familiar ou capitalista ou por meio de administrador em 
grandes fazendas. O proprietário entra com o capital. Nas pequenas os donos e familiares 
fazem o trabalho caracterizando a Gestão Familiar. 
 
 
Os Recursos das Empresas Rurais 
 
• Recursos Físico ou Material 
 
♦ Transformação - instalações, equipamentos, terras, máquinas, etc., que são utilizados em 
mais de um período produtivo. 
 2.5 
 
 ♦ Utilização - matéria-prima (insumo, energia, combustíveis, etc.), que são incorporados 
totalmente no produto no curto prazo. 
 
• Recursos Financeiros – Capital (dinheiro), fluxo de caixa, financiamento. 
 
• Recursos Humanos - pessoas (mão-de-obra) 
 
• Recursos Mercadológicos - análise de mercado, organização de vendas, promoção, 
propaganda, distribuição de produtos, preços, etc. 
 
• Recursos Administrativos - processos de tomada de decisão, distribuição das 
informações, esquema de coordenação e integração. 
 
Áreas nas Empresas Rurais 
 
• Área de Produção - Está relacionada com a atividade fim da empresa - transformação de 
insumos em produtos. 
 . Especializada 
 . Diversificada 
 
• Área de Finanças - Análise de investimentos, de receitas, de despesas, de lucros, a interpretação 
de balanço, do demonstrativo de resultado, dos valores dos bens patrimoniais, etc. 
 
• Área de Recursos Humanos – É responsável por emprego, cargos, funções, recrutamento, 
treinamento, hierarquia, disciplina, autoridade, responsabilidade, recompensas, motivações, 
manutenção, etc. 
 
• Área de Comercialização e Marketing - Pesquisa e análise de mercado, as previsões de vendas, 
as promoções, propaganda, distribuição dos produtos, definição dos preços, desenvolvimento de 
novos produtos, etc. 
 
Níveis de Atuação 
 
• Estratégico ou Institucional - Nível mais elevado e envolve as pessoas que definem os 
objetivos empresariais e as estratégias necessárias para alcançá-las. 
 
• Intermediário ou Gerencial - Responsável pela adequação das decisões do nível estratégico, 
com as operações do nível técnico - transforma os objetivos empresariais em programa de ação. 
 
• Nível Técnico ou Operacional - Está associada à execução cotidiana das tarefas relacionadas 
diretamente com a produção dos produtos da Empresa. 
 
 Mesmo em empresas pequenas e médias os três níveis estão presentes, mesmo que executado por 
uma única pessoa. 
 
 
O Ambiente da Empresa Rural 
 
• Representa todo o universo que envolve externamente uma empresa. É dele que a Unidade de 
Produção obtém recursos e as informações para a sua operação e é no ambiente que o fruto de 
suas ações é colocado. Qualquer mudança havida no ambiente reflete na empresa. 
 
 2.6 
 O ambiente apresenta uma série de restrições, coações, contingências, problemas, ameaças e 
oportunidades para a Unidade de Produção. 
 
 
 
• Ambiente Geral ou Macroambiente (incontroláveis) 
 
⇒ Variáveis Tecnológicas 
⇒ Variáveis Políticas 
⇒ Variáveis Econômicas 
⇒ Variáveis Sociais 
⇒ Variáveis Legais 
⇒ Variáveis Demográficas 
⇒ Variáveis Ecológicas 
 
• Ambiente de Tarefa 
 
⇒ Consumidores 
⇒ Fornecedores 
⇒ Concorrentes 
⇒ Grupos Regulamentadores 
 
A Unidade de Produção Rural 
 
• Empresa Agropecuária - São as empresas dedicadas ao cultivo da terra, exploração de animais e 
industriais derivadas dos produtos obtidos de ambas. São atividades cultivadoras, zootécnica e 
agro-industrial. 
 
• Funções desenvolvidas pelas Unidades de Produção. 
 
⇒ Função Técnica - de produção agrícola, zootécnica e agro-industrial. 
 
⇒ Função Comercial - compra de insumos e venda de produtos 
 
⇒ Função Financeira - de recebimento, de pagamentos, levantamento de recursos, depósitos, 
retiradas, etc. 
 
⇒ Função Econômica - de obtenção de lucros e conseqüente aumento patrimonial. 
 
⇒ Função Social - de criação de bens econômicos para a satisfação das necessidades humanas. 
 
 
Características Peculiares da Agricultura 
 
• Atende às necessidades básicas da população. 
• É uma atividadesujeita à intempéries - granizo, geada, seca, etc. 
• Épocas certas para determinadas tarefas - inadiáveis. 
• Produzem produtos perecíveis. 
• Recursos utilizados tendem a se esgotar e exige conservação e inovações. 
• Atividades eminentemente privadas. 
 
 2.7 
Bibliografia 
- AIDAR, A. C. K Administração Rural. São Paulo: Paulicéia. 
 
- BARROS, H. A empresa Agrícola: observação, planejamento e gestão. 
 
- HOFFMANN, R. Administração da Empresa Agrícola. São Paulo: Pioneira. 
 
- INFORME AGROPECUÁRIO. Belo Horizonte: Epamig - MG. 
 
- LUNGA, A. Administração da Empresa Agrícola. Notas de Aulas, UFRRJ. 
 
- MELO NETO, F.P.; CARNEIRO NETO, R.J. História do Pensamento Administrativo. Rio de 
Janeiro: Fundação CECIERJ, 2007. 
- ZANINI, A. D; SALVO, M. R. E PAVARINI, S. R. Viabilidade técnica e econômica da 
cultura do cafeeiro adensado no município de Ibaiti, PR 
 
 
Para fixação dos conceitos: 
 
1)- Como podemos conceituar Administração Rural, a partir das informações que temos adquirido até agora? 
 
2)- Cite os tipos de propriedades agrícolas que existem e faça ligeiro comentário sobre eles. 
 
3)- A partir das característica de dois deles, a empresa capitalista e a familiar, descreva como se desenvolve 
a Administração Familiar e a Capitalista 
 
4)- Como podem ser classificadas as Empresas Rurais? 
 
5)- Quais os recursos necessários para o bom desempenho de Empresas Agrícolas? 
 
6)- Qual deve ser a dinâmica para a escolha dos Recursos de produção físicos e materiais? 
 
7)- Quais as Áreas Empresariais nas Empresas Agrícolas? 
 
8)- Temos 3 níveis de atuação nas empresa rurais. As ações desenvolvidas em cada um deles devem ser feitas 
por pessoas distintas? 
 
9)- A Empresa Rural opera em um ambiente composto de 2 grupos de variáveis. Comente sobre o grupo que 
interfere de forma intensa em seu dia a dia, sem que seja de seu interesse. 
 
10)- O que faz a agrícultura ser tão complexa e distinta de todas as demais atividade do mercado?

Outros materiais