Psicologia Social 1   Avaliando aula 1 a aula 5
8 pág.

Psicologia Social 1 Avaliando aula 1 a aula 5


DisciplinaPsicologia Social6.927 materiais208.412 seguidores
Pré-visualização3 páginas
AULA 1
	1.A Psicologia Social é uma área de pesquisa que estuda a influência recíproca entre as pessoas e o processo cognitivo gerado por esta interação social. Essa área de estudo possui algumas características específicas que à caracterizam, considerando o que foi visto na aula 1 acerca dessa questão, analise as afirmativas abaixo e assinale a correta.
		
	
	Podemos dizer que uma das características da psicologia social é o historicismo porque ela considera os processos históricos no estudo dos fatos.
	
	O principal objeto de estudo da psicologia social é o funcionamento social sem considerar a história de constituição do fenômeno estudado, essa característica é denominada de pragmatismo. 
	
	A psicologia social se caracteriza por possuir uma teoria abrangente que pode ser generalizada, essa característica é denominada de microteorização.
	
	Os conhecimentos produzidos na área de psicologia social através de métodos científicos devem ser aplicados à problemas práticos. A essa característica da psicologia social denominamos Paradigma. 
	
	Uma das características da psicologia social é o cognitivismo porque ela tem como objeto de estudo os processos cognitivos pelo qual formamos impressões em relação ao mundo social em que vivemos.
	2. Em geral, os conhecimentos fornecidos pela psicologia social servem de orientação no entendimento e na solução de problemas concretos que envolvem:
		
	
	o processo cognitivo
	
	a interação entre pessoas
	
	a observação entre as pessoas
	
	apenas a percepção da condição humana
	
	apenas os fenômenos sociais 
	3. Identifique o tipo de pesquisa que está sendo utilizado na descrição a seguir: ¿A fim de estudar a influência entre assistir televisão e a emissão de comportamentos agressivos psicólogos sociais levaram a exposição da televisão para o laboratório, onde controlavam a quantidade de violência que as crianças assistiam. Expondo as crianças a programas violentos e não-violentos os pesquisadores podem observar como a quantidade de violência afeta o comportamento. Foi mostrado a meninos e meninas de Ohio um trecho violento de um filme de gangster na televisão ou um trecho de uma emocionante corrida. As crianças que assistiram à violência foram as que depois tiveram mais probabilidade de apertar com todo vigor um botão vermelho especial, que supostamente esquentava um bastão, causando queimaduras dolorosas em outras crianças¿. Myers, D. Psicologia Social. 6ª ed. Artmed, 2000. Pag 14 
		
	
	Distribuição aleatória
	
	Pesquisa experimental
	
	Pesquisa correlacional
	
	Estudo de caso
	
	Pesquisa por amostragem 
	4. Vivemos em sociedade integrados em grupos, no contexto do grupo "a escola, família, grupo de pares" fazemos as nossas aprendizagens. É por este processo de socialização que aprendemos e interiorizamos normas/valores e atitudes. Este processo identifica: 
		
	
	a influencia social
	
	as representações sociais
	
	as ações coletivas
	
	a normalização
	
	o conformismo 
	5. A comunicação está cada dia mais complexa e transformando a informação mais acessível. Com a mídia eletrônica, a forma tradicional se diferencia, por exemplo, do jornal impresso das redes sociais que não se limitam mais, como fonte de pesquisa e noticias. Com base nisto, uma das características da Psicologia Social é entender:
		
	
	a influencia social 
	
	a expectativa sobre o mundo social
	
	a objetividade da situação
	
	a maneira do individuo pensar
	
	a cognição social
	
	6. A concentrada preocupação com o desenvolvimento da inteligência e da cognição não significa, que outras dimensões da vida do indivíduo em sociedade sejam simplesmente ignoradas. Neste caso,esta concentração refere-se ao campo de aplicação da psicologia social que é a:
		
	
	gestão
	
	etapa do desenvolvimento
	
	politica
	
	perspectiva crítica
	
	educação
	7. A natureza das relações que o indivíduo mantém caracterizando-se pela prevalência do interesse individual sobre o grupal, o que leva as pessoas a se preocuparem apenas consigo próprias, configura a característica identificada como
		
	
	microteorização
	
	experimentalismo
	
	cooperativismo
	
	etnocentrismo
	
	individualismo
	8. Um dos ramos da Psicologia Social é a Psicologia Jurídica. Neste caso podemos dizer que:
		
	
	Com a contribuição de psicólogos, sua atuação e intervenção, em políticas e ações relacionadas à comunidade em geral desenvolvem-se novos programas 
	
	Com a contribuição de psicólogos e sua atuação junto aos problemas, necessidades e desejos de grupos minoritários e/ou oprimidos resolvem-se vários conflitos
	
	Com a contribuição de psicólogos, dentre outras atividades, são resolvidos conflitos familiares, realizadas adoções, solucionadas disputas de guarda
	
	Com a contribuição de psicólogos e sua atuação são resolvidos conflitos junto a comunidades e a grupos em situação de desvantagem 
	
	Com a contribuição de psicólogos são resolvidos os conflitos sociais e familiares
AULA 2
	1.Um professor que atribua o fracasso do aluno à falta de esforço o punirá mais do que se atribuir o fracasso à falta de capacidade, bem como, valorizará mais seu sucesso se atribuí-lo ao esforço do que à capacidade. Neste caso ele prioriza os:
		
	
	fatores ambientais.
	
	fatores disposicionais.
	
	fatores internos.
	
	fatores ocasionais.
	
	fatores externos.
	2. Nós analisamos sistematicamente as pessoas e as relacionamos com o ambiente de informação, mas sabemos que diferentes combinações de informações, levam a diferentes atribuições causais. Assim estamos nos reportamos ao:
		
	
	efeito da similaridade e proximidade.
	
	modelo de covariação.
	
	contexto social e obrigações funcionais.
	
	efeito ator-observador.
	
	erro fundamental de atribuição.
	3. Numa relação social vemos e ouvimos o que nos interessa e ignoramos o resto. A esta particularidade da percepção social damos o nome de:
		
	
	defesa da percepção.
	
	categorização.
	
	expectativa.
	
	retenção seletiva.
	
	seletividade.
	4. Existe uma perspectiva diferente quando analisamos o nosso comportamento e de quando analisamos o comportamento dos outros e fazemos certas atribuições. Neste caso estamos nos referindo:
		
	
	ao erro fundamental de atribuição
	
	ao erro da motivação
	
	ao erro da variabilidade das explicações causais
	
	ao erro de interação
	
	ao erro da percepção
	5. Antonia é uma adolescente de 15 anos. Rafaela é sua amiga e estuda na mesma turma. Elas cursam o primeiro ano do ensino médio. Rafaela e Antonia tiraram notas abaixo da média em matemática. Rafaela considerou que Antonia mereceu a nota abaixo da média porque não estudou, mas ela não mereceu porque viajou e não teve tempo para estudar. Considerando o estudo de atribuição de causalidade, analise o caso relatado e assinale a alternativa correta.
		
	
	Rafaela cometeu o erro fundamental de avaliação porque julgou Antonia.
	
	Rafaela usou em sua avaliação a percepção herbárica onde atribui responsabilidade ao outro e não à si mesma.
	
	Rafaela ao julgar Antonia cometeu o erro fundamental de atribuição porque considerou a si mesma incapaz. 
	
	Rafaela ao julgar Antonia cometeu o erro fundamental de atribuição porque considerou Antonia responsável por seu erro e considerou que sua nota baixa foi ocasionada pelas circunstâncias. 
	
	Rafaela percebe que Antonia é mais capaz e, por isso, poderia ter tirado uma boa nota se tivesse estudado. Isso ocorre porque ela possui um baixo autoconceito. 
	6. Quando estamos em um ambiente com ar condicionado podemos sentir frio, mas a interpretação do frio é subjetiva, uma vez que cada pessoa tem uma experiência diferente
Luiz Fernando
Luiz Fernando fez um comentário
Acho engraçado, os materiais postados aqui foram nos mesmos que colocamos, e agora querem cobrar, não se pode mais imprimir o material, podem até cobrar mas deixe selecionar e imprimir, tem pessoas que não gostam de estudar olhando na tela do computador. recado dado.
0 aprovações
Carregar mais