A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
145 pág.
AV1 AV2 AV3 Fisiopatologia da nutrição e dietoterapia

Pré-visualização | Página 3 de 23

Adultos necessitam de uma quantidade estimada em 500-600 kcal para cada 0,550C de elevação na temperatura corporal acima do normal, o que representa um acréscimo de 13% nas calorias totais, para cada grau acima de 370 C.
	
	Adultos precisam de uma quantidade adicional de 50 kcal/kg para cada 0,550 C de elevação, o que representa um acréscimo de 10% nas calorias totais, para cada grau acima de 370 C. 
	 
	Adultos precisam de uma quantidade adicional de 20 kcal por kg de peso corporal para cada 0,550 C de elevação na temperatura corporal acima do normal, o que representa um acréscimo de 16% nas calorias totais, para cada grau acima de 370 C.
	
	Crianças precisam de uma quantidade de 20 kcal por kg de peso corporal por dia para cada 0,550 C de elevação na temperatura corporal acima do normal, o que representa um acréscimo de 13% nas calorias totais, para cada grau acima de 370 C.
	
	Lactentes necessitam de 30-40 kcal por Kg de peso corporal por dia para cada 0,550 C de elevação na temperatura corporal acima do normal, o que corresponde a aproximadamente mais 12% das calorias totais.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201303314071)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Com relação à desnutrição é correto afirmar:
		
	
	O marasmo é caracterizado, principalmente, pela presença de anasarca.
	 
	Desmame precoce e aspectos sócios econômicos e culturais são fatores de risco para a desnutrição.
	
	A alimentação qualitativamente deficiente não é uma causa de desnutrição se, quantitativamente, estiver sendo atendida.
	
	A Kwashiorkor é causada pela deficiência na ingestão energética e caracterizada por perda de peso e preservação dos níveis sanguíneos de proteínas viscerais.
	
	Dados relacionados com a prevalência da desnutrição em um país não são indicativos da situação social e econômica deste.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201303165103)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O início tardio da terapia nutricional é uma prática equivocada, porém comum na unidade hospitalar. Pacientes que permaneceram um longo tempo sem receber aporte calórico adequado podem apresentar:
		
	 
	Síndrome da realimentação. Esta é potencialmente uma condição letal definida como uma alteração hidroeletrolítica grave associada com anormalidades metabólicas em pacientes que voltaram a se alimentar via oral, TNE ou TNP, após importante privação.
	
	Todas as afirmativas estão corretas
	
	Overfeeding. Esta é potencialmente uma condição letal definida como uma alteração hidroeletrolítica grave associada com anormalidades metabólicas em pacientes que voltaram a se alimentar via oral, TNE ou TNP, após importante privação.
	
	Síndrome da realimentação. Administração de energia e substratos em excesso, ou seja, além daquele valor determinado para manter a homeostase metabólica. Pode ocorrer falência múltipla de órgãos.
	
	Não há possibilidade do paciente apresentar síndrome da realimentação e/ ou overfeeding.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201303166392)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A avaliação nutricional do paciente hospitalizado é o primeiro passo da conduta dietoterápica. As medidas de dobra cutânea triciptal e circunferência muscular do braço indicam, respectivamente:
		
	 
	reserva adiposa e reserva muscular
	
	reserva muscular e reserva muscular
	
	reserva adiposa e reserva protéica visceral
	
	reserva muscular e reserva adiposa
	
	obesidade e desnutrição
	FISIOPATOLOGIA DA NUTRIÇÃO E DIETOTERAPIA I
	
	Simulado: SDE0389_SM_201303052938 V.1 
	Aluno(a): IZA MILENA SILVA GAVIAO
	Matrícula: 201303052938
	Desempenho: 0,3 de 0,5
	Data: 27/05/2016 20:10:31 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201303166400)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	A osmolaridade é a medida de concentração das partículas osmoticamente ativas na solução. Os principais componentes dietéticos que influenciam a osmolaridade são
		
	
	Polipeptídeos e cloreto de sódio
	 
	Monossacarídeos e lipídeos
	
	Polissacarídeos e polipeptídeos
	 
	Monossacaríderos e cloreto de sódio
	
	Polissacarídeos e lipídeos
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201303168657)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Paciente P.L., 66 anos, sexo masculino, peso atual de 53 Kg e estatura de 1,50 m, recebendo a dieta enteral através de sonda transpilórica, com velocidade de infusão de 100 mL/ h. No 10o dia de internação, este paciente apresentou diarréia. É correto afirmar:
		
	
	A possível causa da diarréia, neste caso, pode ter relação com o esquema de infusão.
 
	
	Este paciente apresentava o estado nutricional comprometido, favorecendo a intercorrência.
 
	
	A diarréia é considerada a principal complicação metabólica da TNE.
	 
	A causa da diarréia pode ter relação com a antibioticoterapia associada ou com a água de higienização da sonda.
 
	
	A diarréia foi provocada pela dieta em sistema fechado.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201303711545)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Qual a dose máxima de glicose recomendada para uso em infusão venosa?
		
	
	8 mg/kg/h
	 
	7 mg/kg/h
	
	1 g/kg/h
	 
	2 mg/kg/h
	
	9 mg/kg/h
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201303165191)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	As dietas enterais podem ser classificadas de diversas formas. A classificação com relação à composição química conceitua a dieta oligomonomérica ou monomérica como aquela:
		
	
	Alto teor de resíduos e alta osmolaridade.
	
	Baixa osmolaridade e baixo teor de resíduos.
	
	Absorção praticamente completa até o jejuno e baixo custo.
	 
	Alta osmolaridade e baixo teor de resíduos.
	
	Exigir pouco processo digestório e baixa osmolaridade.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201303165124)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Resíduos alimentares são produtos alimentares não digeridos e/ou não absorvidos, bem como produtos bacterianos e metabólicos. É correto afirmar:
		
	 
	A dieta líquida restrita é praticamente isenta de resíduo.
	
	Para controlar o teor de resíduo da alimentação deve-se excluir a oferta de leites e derivados e da fibra solúvel.
	
	Não existe relação entre o teor de fibras e de resíduo da dieta.
	
	Todas as afirmativas anteriores estão corretas.
	
	Há necessidade de controlar o resíduo alimentar de todos os pacientes hospitalizados.
	
	Simulado: SDE0389_SM_201303052938 V.1 
	Aluno(a): IZA MILENA SILVA GAVIAO
	Matrícula: 201303052938
	Desempenho: 0,4 de 0,5
	Data: 27/05/2016 20:18:32 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201303165166)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	No segundo dia de internação de um paciente de 55 anos, sexo masculino, com doença neurológica (sem comprometimento do sistema gastrointestinal), a Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) sugeriu o posicionamento de uma sonda nasogástrica e iniciou uma dieta:
		
	
	Parenteral
	
	Semi-líquida
	 
	Polimérica
	
	Oligomonomérica
	
	Oligomérica
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201303169225)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Obesidade é o distúrbio do metabolismo energético onde ocorre armazenamento excessivo de energia sob a forma de triglicerídios no tecido adiposo, causado por doenças genéticas, endócrino-metabólicas, alterações nutricionais que podem atuar isoladamente ou em conjunto, ou seja, consiste no excessivo acúmulo de gordura sobre a forma de tecido adiposo. O adipócito secreta o seguinte hormônio:
		
	
	Peptídeo-similar ao glucagon 1;
	 
	Leptina;
	
	Insulina;
	
	Peptídeo YY;
 
	
	Grelina;
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201303710296)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	O hormônio que está associado ao aumento da pressão do esfíncter esofagiano inferior é:
		
	
	Ácido Clorídrico
	 
	Gastrina
	
	Pepsina
	 
	Secretina

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.