A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Exercícios aula 01 a 10

Pré-visualização | Página 1 de 9

EJA
	1a Questão (Ref.: 201303169238)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	O trabalho de Paulo Freire foi interrompido com o Golpe Militar de 1964, inclusive as experiências que vinham sendo desenvolvidas foram interrompidas. Apesar disso os pressupostos teóricos e metodológicos de Paulo Freire continuaram a serem referências em outros países. Com a redemocratização do Brasil, nos anos 80, o poder público e o meio acadêmico, por força da demanda dos movimentos sociais, incorporaram as contribuições da matriz crítica nas pesquisas da Educação de Jovens e Adultos. Em consequência e a partir dos anos 2000, surgem novos marcos normativos da Educação de Jovens e Adultos. Dentre esses marcos estão:  
I- A aprovação do Parecer CEB/CNE 09/2000.
II- As diretrizes Curriculares para a Educação de Jovens e Adultos.
III- A aprovação do Parecer CEB/CNE 11/2000
Marque a opção correta:  
		
	
	I e II
	 
	II e III
	 
	I e III
	
	III
	
	I
	
	 2a Questão (Ref.: 201303170375)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Na década de 1990 observa-se um movimento de desresponsabilização da União pela EJA. Assinale o item que NÃO caracteriza esse cenário histórico:
		
	 
	O MEC transfere para a esfera pública a responsabilidade pela EJA e exige dos municípios e estados a implementação imediata dessa política educacional.
	
	A crise econômica aponta a falência do modelo autoritário de governo sob o controle militar, o Brasil entra num lento e gradual processo de transição.
	 
	Novas bases legais redefiniram os rumos da política educacional e significaram expressivo retrocesso e desqualificação da Educação de Jovens e Adultos, acentuando-se o lugar secundário por ela ocupado no conjunto das políticas educacionais.
	
	No contexto das reformas neoliberais da educação, percebe-se um evidente esvaziamento no Ministério da Educação na área da escolarização de jovens e adultos.
	
	Na visão de agências internacionais, como o Banco Mundial, educar Jovens e Adultos no mundo "globalizado e competitivo" é infértil.
		
	 3a Questão (Ref.: 201303170554)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Analise as colocações abaixo e, em seguida, assinale a alternativa CORRETA, de acordo com o art. 5º, da Resolução CNE/CEB nº. 01, de 05 de julho de 2000.
I - Sobre o princípio da equidade no âmbito da Educação de Jovens e Adultos podemos afirmar que o mesmo pressupõe a distribuição específica dos componentes curriculares a fim de propiciar um patamar igualitário de formação e restabelecer a igualdade de direitos e oportunidades face ao direito à educação.
II - Sobre o princípio da diferença no âmbito da Educação de Jovens e Adultos podemos afirmar que o mesmo pressupõe a identificação e o reconhecimento da alteridade própria e inseparável dos jovens e adultos em seu processo formativo, da valorização do mérito de cada qual e do desenvolvimento de seus conhecimentos e valores.
III - Sobre o princípio da proporcionalidade no âmbito da Educação de Jovens e Adultos podemos afirmar que o mesmo pressupõe a disposição e alocação adequadas dos componentes curriculares face às necessidades próprias da Educação de Jovens e Adultos com espaços e tempos nos quais as práticas pedagógicas assegurem aos seus estudantes identidade formativa comum aos demais participantes da escolarização básica.
São verdadeiras as seguintes colocações:  
		
	
	I e II.
	 
	Todas as afirmativas estão corretas.
	
	I e III.
	
	Nenhuma das afirmativas é correta.
	
	II e III.
	 4a Questão (Ref.: 201303170597)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Num balanço histórico - critico da Educação de Jovens e Adultos no Brasil ao longo de sua história pode-se destacar:
		
	
	O Brasil possui, hoje, uma base jurídica que muito contribuiu para avanços na materialização da EJA enquanto política pública no último século.
	
	Segundo dados do IBGE, temos uma taxa de analfabetismo da população com 15 anos ou mais, de menos de 5% da população.
	 
	No âmbito da EJA, continua predominando políticas frágeis sob o ponto de vista institucional (recursos, alcance, provisoriedade) e aligeiradas sob o ponto de vista da qualidade do processo educacional.
	
	Perpetuam-se nos anos 2000 as ações focais, que tem conseguido, porém, universalizar a Educação de Jovens e Adultos no Brasil.
	 
	A ampliação da maticulas na modalidade de EJA, nas últimas décadas foi acompanhada pela construção de novos paradigmas políticos pedagógicos e pela formação de professores.
	 5a Questão (Ref.: 201303166764)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Observe este depoimento e identifique a que movimento ele se refere:
Esse era o lema de um conjunto de palhoças (...) O prefeito, sem ter meios para construir escolas formais (...) aproveitou algo que estava sobrando nos bairros periféricos da cidade: a palha de coqueiro. E assim promoveu a construção de barracos, feitos com paus e cobertos com palha para dar ás crianças pobres um pouco de saber. Isso foi no ano de 1961.
Disponível em: http://nataldeontem.blogspot.com.br/2008/10/de-p-no-cho-tambm-se-aprende-ler-texto.html
		
	 
	Campanha Pé no Chão Também se Aprende a Ler
	
	As quarenta horas de Angicos
	
	MOBRAL
	
	Alfabetização Solidária
	
	Movimento de Cultura Popular - MCP
	 6a Questão (Ref.: 201303170744)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Na elaboração do currículo da EJA devemos incorporar uma perspectiva intercultural de educação. Nesse sentido, podemos apontar como corretas as seguintes premissas:
I. A necessidade de reconhecimento da diferença e da pluralidade advindas do universo da juventude;
II. A manutenção de uma lógica de hierarquização de saberes e conhecimentos;
III. O desenvolvimento de relações dialógicas e igualitárias na escola.
 
		
	
	Estão corretas as opções I, II e III
	
	Estão corretas as opções I e II
	
	Estão corretas as opções II e III
	 
	Estão corretas as opções I e III
	
	Estão todas corretas
	 7a Questão (Ref.: 201303170600)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	O Parecer CEB 11/2000, de autoria do Conselheiro Carlos Roberto Jamil Cury, estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a EJA e apresenta três funções para a educação de jovens e adultos: 1 - Função reparadora  2 - Função equalizadora 3 - Função qualificadora
(   ) Educação permanente e para toda a vida.
(   ) Possibilita a reentrada no sistema daqueles/ as que tiveram trajetórias escolares e vida desiguais.
(   ) Refere-se à entrada de jovens e adultos ao circuito dos direitos, outrora negados.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
		
	
	1/3/2
	 
	2/1/3
	
	1/2/3
	 
	3/2/1
	
	3/1/2
	 8a Questão (Ref.: 201303170814)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Paulo Freire (1994) relatou que "o educador precisa partir do seu conhecimento de vida e do conhecimento de vida do educando, caso contrário o educador falha". Desta epígrafe de Paulo Freire, depreende-se que:
I- Paulo Freire sugere que o educador valorize o universo cultural do educando.
II- Os conteúdos devem ser selecionados mediante análise da cultura do alunado.
III- O educador falha quando, não obstante, despreza o universo cultural do educando.
IV- Não existe contradição entre material didático e conteúdos selecionados na EJA.
Estão corretos os itens
		
	 
	I,II e III, apenas
	
	I, III e IV apenas
	
	I e II, apenas
	
	I e IV, apenas
	
	I,II,III e IV
	 9a Questão (Ref.: 201303157920)
	
	No artigo de Magda Soares (2010), Paulo Freire e a alfabetização: muito além de um método, afirma que Brian Street, responsável pela distinção entre um "modelo ideológico" e um "modelo autônomo" de alfabetização, reconhece em Paulo Freire a origem, a mais de vinte anos antes, desse modo "ideológico" de conceber a aprendizagem da leitura e da escrita. Explique qual é o significado deste "modelo ideológico" de alfabetização.
		
	
	
Compare com a sua

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.