A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
34 pág.
TRABALHO SOBRE CURATIVOS

Pré-visualização | Página 2 de 3

inativadas pela ação da prata, diminuindo a 
contagem bacteriana e, consequentemente odores desagradavéis.
▪ INDICAÇÃO
❖ Feridas exsudativas e infectadas
❖ Com ou sem odor
❖ Limpas ou infectadas
❖ Crônicas ou agudas
❖ Superficiais ou profundas
▪ BENEFÍCIOS 
❖ Diminui a colonização e/ou infecção da ferida
❖ Diminui o exsudato e o odor
• TIPOS DE FERIDAS
❖ Feridas altamente colonizads ou infectadas
❖ Neoplásicas
❖ Pé diabético
❖ Crônicas ou agudas
• MECANISMO DE AÇÃO
A camada de carvão ativado presente neste curativo é capaz de absorver as 
moléculas de mau odor e os microrganismos do leito da lesão, resultando em 
um efetivo controle da infecção e do odor. 
▪ PERIODICIDADE DE TROCA
❖ As trocas ocorrem em média de 3 a 7 dias dependendo da capacidade de 
absorção
❖ Trocar a substancia secundária sempre que estiver saturada
❖ O curativo pode permanecer até 7 dias
▪ CONTRAINDICAÇÃO
❖ Hipersensibilidade a prata
❖ Feridas com sangramento
❖ Aplicação direta em tumor
❖ Feridas limpas e secas
▪ OBSERVAÇÃO FINAL
O curativo não pode ser cortado. Na presença de pouco exsudato e tecido de 
granulação avaliar a troca para outro tipo de cobertura para manutenção do meio 
úmido.
▪ REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
❖ MANUAL DE CURATIVOS 2016- SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE – PREFEITURA 
MUNICIPAL DE CAMPINAS, Disponívem em: 
http://www.saude.campinas.sp.gov.br/enfermagem/2016/Manual_de_Curativos_2
016.pdf. acesso em 28 set. 2018
❖ https://www.curatec.com.br/curatec-carvao-ativado-prata
❖ http://www.scielo.br/pdf/rbcp/v27n4/26.pdf
PAPAÍNA 
• Nome Comercial: Papaína 
• Composição: Enzimas proteolíticas e peroxidase originadas do mamão 
• Indicação: desbridante químico, facilitador do processo cicatricial, coadjuvante da 
antibioticoterapia sistêmica de ferida infectada
• Tipos de Feridas: Úlcera por pressão 
• Mecanismo de Ação: atua como desbridante químico, facilitando o processo 
cicatricial; tem ação bacteriostática e antiinflamatória; proporciona alinhamento 
das fibras de colágeno, promovendo crescimento tecidual uniforme 
PAPAÍNA 
• Periodicidade de Troca: a troca do curativo é indicada, em média, a cada 12 
horas.
• Contraindicação: contra indicada em pacientes com sensibilidades a substância ou 
a outro componente da composição 
• Outras Observações:
 Na presença de tecido granulação a concentração deverá ser de 2%.
 Na presença de necrose de liquefação a ferida deverá ser lavada em jatos com 
solução de papaína de 4% a 6% diluída em solução de SF0,9%
 Na presença de necrose de coagulação na concentração de 8% a 10%, após efetuar 
a escarectomia. 
HIDROPOLÍMERO 
• Nome Comercial: Tielle ®; Elasto-gel ®; Hydrafoam ®; Oprasorb ®.
• Composição: Almofada de espuma composta de camadas sobrepostas de não 
tecido e Hidropolímero e revestida por poliuretano.
• Indicação: Feridas abertas e não infectadas com leve e moderada exudação.
• Tipos de Feridas: Feridas crônicas ou agudas, pé diabético, lesão por pressão 
estágio III ou IV, úlceras venosas, deiscências, traqueostomia. 
• Mecanismo de Ação: Proporciona um ambiente úmido e estimula o desbridamento 
autolítico. Absorve o exudato e expande-se a medida que a absorção se faz.
HIDROPOLÍMERO 
• Modo de usar: Posionar o curativo no local de forma que a almofada de espuma 
cubra a ferida e a parte central lisa fique sobre ela.
• Periodicidade de Troca: Trocar o curativo sempre que houver fluídos nas bordas da 
almofada de espuma ou, no máximo a cada 7 dias.
• Contraindicação: Feridas infectadas ou com tecido necrosado.
• Consulta bibliográfica : DIOGO Franco; GONCALVES luiz Fernando, Feridas 
Cutâneas: a escolha do curativo adequado, rev. col. Bras. Cir. Vol.35, n.03 maio, 
2008.
HIDROPOLÍMERO 
Fotos/imagens extraídas da internet google imagens.
Disponível em: https://www.google.com/search?hl=pt-pt&tbm=isch&source=hp&ei=572cW83HL479wASz2bbgAQ&ins=false&q=curativos+hidropolimeros . Acesso em 4, set. 2018.
ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS (AGE)
• Nome Comercial:
• Composição:
• Indicação:
• Tipos de Feridas:
• Mecanismo de Ação:
AGE, Agederm®️; Ativoderme®️, Dersani®️
Óleo vegetal composto de ácido linoleico, ácido caprílico, ácido
cáprico, vitamina A, E e lecitina de soja.
Tratar feridas abertas vitalizadas, não infectadas, em fases de 
granulação e epitelização (com ou sem exsudato), Proteção da pele 
peri-lesão, prevenção de úlcera por Pressão.
Feridas agudas ou crônicas com perda de tecido 
superficial ou parcial.
Protege a ferida preservando o tecido vitalizado e mantendo meio 
úmido proporcionando nutrição celular local. 
Acelera o processo de granulação tecidual. 
Evita a aderência ao leito da lesão e em lesões exsudativas atua 
como proteção de borda da lesão.
ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS (AGE)
• Periodicidade de Troca:
• Contraindicação:
• Outras Observações:
O curativo deve ser trocado toda vez que estiver saturado com a 
secreção ou, no máximo, a cada 24 horas.
Tecido desvitalizados, hipergranulação, lesões infectadas, 
feridas oncológicas.
É possível ocorrer coloração esverdeada no leito da ferida ou nas 
gazes devido ao contato do AGE com o exsudato. 
Na SMS/PMC o uso do AGE é padronizado apenas para o 
tratamento de lesões abertas.
CURATIVO A VÁCUO
• A TPN é composta por um material de interface (espuma de poliometano ou gaze), por 
onde a pressão subatmosférica é aplicada e o exsudato é removido. Esse material fica em 
contato com a ferida com objetivo de cobrir toda sua extensão, incluindo túneis e 
cavidades. O material de interface é coberto por uma película adesiva transparente que 
oclui totalmente a ferida em relação ao meio externo. 
• Em seguida, um tubo de sucção é conectado a esse sistema e ao reservatório de exsudato, 
que é adaptado a um dispositivo computadorizado. Esse dispositivo pode permitir a 
programação de parâmetros para fornecer uma pressão subatmosférica no leito da ferida, 
possui alarme sonoro que indica eventual vazamento de ar pelo curativo e pode indicar a 
necessidade de troca do reservatório.
• Mecanismo de ação:A TNP promove a cicatrização de feridas através de terapia com 
pressão negativa. Ao fornecer pressão negativa (vácuo) ocorre um aumento de fluxo 
sanguíneo, estimula a formação de tecido de granulação e aproxima as margens da ferida. 
Além de proteger o ambiente da ferida, remove fluidos e reduz edema, exsudato e 
população bacteriana. 
• Tipos de Feridas: Feridas cirúrgicas (deiscências), queimadura, feridas necrotizantes, 
feridas diabéticas, feridas diabéticas, enxertos de pele, abdome aberto, prevenção de 
deiscência e de infecção de ferida operatória, instilação de soluções. 
CURATIVO A VÁCUO
• Indicação: A aplicação da TPN deve ser feita em ferida limpa, sem tecido 
desvitalizado (esfacelo ou escara) ou após adequado desbridamento. 
• Contraindicação: A aplicação da TPN pode ser prejudicial ao paciente caso 
não sejam observadas suas contraindicações. As principais contraindicações 
da TPN podem ser absolutas ou relativas: presença de necrose sobre o leito da 
ferida; presença de tecido com malignidade; osteomielite sem tratamento; 
fístulas não entéricas ou não exploradas; exposição de vasos, nervos, órgãos 
ou sítios de anastomoses.
• Nome Comercial: VAC
• Periodicidade de Troca: A espuma ou gaze deve ser mantido no máximo por 72hs. 
FILME TRANSPARENTE SEMIPERMEÁVEL
• Nome Comercial: Curatec®
• Composição: Filme de poliuretano, transparente, semipermeável, aderente a 
superfícies secas.
• Indicação: Indicado para locais de inserção de cateteres periféricos, cateteres 
centrais tunelizados ou não, cateteres de pressão intracraniana, cateteres 
umbilicais e para proteção de áreas de proeminências ósseas