A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
Aula 1 -  SAE.ppt

Pré-visualização | Página 1 de 3

*
*
*
*
*
Sistematização da Assistência de Enfermagem - SAE
*
*
*
Diagnósticos de Enfermagem N.A.N.D.A.
North American Nursing Diagnosis Association
Evolução Histórica
1973 – 1ª Conferência de Diagnóstico de Enfermagem
1982 – Criado a NANDA - Taxonomia I – Nove Padrões de Resposta da Pessoa Humana (trocar, comunicar, relacionar, valorizar, escolher, mover, perceber, conhecer, sentir)
2000 – 14º Conferência da NANDA – Taxonomia II
	Consiste na ordenação dos diagnósticos de acordo com a relação prática. (classificação)
1970 – Wanda de Aguiar Horta
Diagnóstico médico e de enfermagem
 V.Henderson (1955) e F.Abdellah (1960) propuseram a organização do currículo de enfermagem de acordo com problemas de enfermagem ou as necessidades dos pacientes. Desta maneira surgiu a diferenciação entre diagnóstico médico e de enfermagem.
DEFINIÇÃO ...
“O Diagnóstico de enfermagem é um julgamento clínico sobre as respostas dos indivíduo, família, comunidade aos problemas de saúde/processos vitais reais ou potenciais. O diagnóstico de enfermagem proporciona a base para a seleção das intervenções de enfermagem, visando o alcance de resultados pelos quais a enfermeira é responsável. (N.A.N.D.A., 1990)”
*
*
*
Porque Utilizar os Diagnósticos de Enfermagem? Para que servem?
Necessidade de uma classificação ou taxonomia; 
Necessidade de descrever e desenvolver um fundamento científico confiável;
Criar um corpo de conhecimento próprio;
Formulação de uma linguagem única;
Orientação de serviço para os outros;
Maior autodeterminação e autonomia.
Resolução COFEN 358/2009
	Dispões sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem – S.A.E. nas instituições de saúde brasileiras.
Artg 2º - A Implementação da SAE deve ocorrer em toda a Instituição de Saúde, pública e privada.
Artg 3º - A SAE deverá ser registrada formalmente no prontuário do paciente/cliente/usuário devendo ser composta por 5 etapas:
Histórico de Enfermagem, Diagnósticos de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem, Implementação e Avaliação de Enfermagem
*
*
*
Eixos que devem ser levados em conta no processo diagnóstico
Eixo 1
*
O Conceito Diagnóstico
Eixo 2
Tempo (de agudo a crônico; curta duração; longa duração)
Eixo 3
Unidade de Cuidado (indivíduo, família, comunidade; grupo alvo
Eixo 4
Idade (de feto a idoso)
Eixo 5
Potencialidade (real; risco para; oportunidade ou potencial para crescimento/aumento
Eixo 6
Descritor (limite ou especificação do significado do conceito diagnóstico)
Eixo 7
Topologia (partes/regiões do corpo)
*
*
Domínios em que são distribuídos os diagnósticos de enfermagem (NANDA)
*
Atividade/Repouso
Autopercepção
Conforto
Crescimento/Desenvolvimento
Eliminação
Enfrentamento/Tolerância ao estresse
Nutrição
Percepção/cognição
Princípios de Vida
Promoção de saúde
Relacionamento de papéis
Segurança/proteção
Sexualidade
*
*
Componentes Estruturais dos Diagnósticos de Enfermagem
Baseados na NANDA
Título
Estabelece um nome para o diagnóstico. É um termo ou frase concisa que representa um padrão de sugestões (Diz o que é)
As categorias diagnósticas ou títulos diagnósticos são descritores concisos de um agrupamento de sinais e sintomas
Inclui a reação da pessoa avaliada durante a primeira etapa do processo de enfermagem e determina os resultados esperados quanto a prevenção, minimização ou alívio do problema de saúde do cliente
*
Exemplo
Integridade tissular prejudicada relacionada a imobilização física e circulação alterada, evidenciada por ferida na região trocantérica direita
Capacidade adaptativa intracraniana diminuída relacionada a lesões cerebrais evidenciada por PIC de 25mmhg.
*
*
Componentes Estruturais dos Diagnósticos de Enfermagem
Baseados na NANDA
Fatores Relacionados
São fatores que aparecem para mostrar algum tipo de relacionamento padronizados com o diagnóstico de enfermagem. Podem ser descritos como relacionados a, associados a.
Podem ser de natureza – fisiológicas, psicológicas, socioculturais, ambiental ou espiritual
*
Exemplo
Integridade tissular prejudicada relacionada a imobilização física e circulação alterada, evidenciada por ferida com área de solapamento na região trocantérica direita
Capacidade adaptativa intracraniana diminuída relacionada a lesões cerebrais evidenciada por PIC de 25mmhg, PPC de 55 mmhg. 
*
*
Componentes Estruturais dos Diagnósticos de Enfermagem
Baseados na NANDA
Características Definidoras
Sugestões/interferências observáveis que se agrupam como manifestações de um diagnóstico de enfermagem real ou de bem-estar. São os sinais e sintomas, ou melhor, são as manifestações clínicas, as evidências que levaram o profissional a concluir que o problema existe. Podem ser descritas como “evidenciadas por” ou “caracterizadas por”.
*
Exemplo
Integridade tissular prejudicada relacionada a imobilização física e circulação alterada, evidenciada por ferida na região trocantérica direita
Capacidade adaptativa intracraniana diminuída relacionada a lesões cerebrais evidenciada por PIC de 25mmhg
*
*
Componentes Estruturais dos Diagnósticos de Enfermagem
Baseados na NANDA
Fatores de Risco
Fatores ambientais e elementos fisiológicos, psicológicos, genéticos ou químicos que aumentam a vulnerabilidade de um indivíduo, de uma família ou de uma comunidade a um evento insalubre
*
Exemplo
Risco de infecção relacionado a procedimentos invasivos (sonda vesical de demora, tubo endotraqueal, acesso venoso central em subclávia direita).
Risco de integridade da pele prejudicada relacionada a imobilização física, idade avançada e proeminência ósseas.
*
*
Componentes Estruturais dos Diagnósticos de Enfermagem
Os Diagnósticos de enfermagem apresentam uma estrutura definida e determinada de acordo com a tipologia. Componentes encontrados na construção de um diagnósticos de enfermagem da NANDA:
Título - Reação Humana
Fatores Relacionados ( ou de risco)
Características Definidoras
 A Reação Humana (O problema)
 Identifica a maneira pela qual o cliente reage a um estado de saúde ou doença, ou seja, reação da pessoa identificada pela enfermeira durante a fase de histórico.
São organizadas de acordo com os padrões de reação humana, e pode ser associada a um descritor, que auxilia a compreensão.
Dor Aguda - Indica que o cliente sente dor.
Risco de constipação - Identifica a possibilidade de o cliente ficar constipado.
*
*
*
Componentes do Rótulo do Diagnóstico
Os Fatores Relacionados (a etiologia)
Fatores que podem causar ou contribuir com risco para o problema (reação humana = etiologia).
As causas podem ser de ordem fisiológica, psicológica, socioculturais, ambientais e espirituais
São identificados na segunda parte do diagnóstico;
Os sugerem intervenções específicas de enfermagem que evitarão, corrigirão ou aliviarão a reação. (NIC)
Intervenções de Enfermagem (NIC)  dependentes dos fatores relacionados.
As Características Definidoras (sinais e sintomas)
O agrupamento de sinais e sintomas que estão associados ao problema
Tipos de Diagnósticos de Enfermagem
Diagnósticos de Enf. Reais
Diagnósticos de Enf. de Risco
*
*
*
Planejamento dos Resultados Esperados
Terceira etapa do Processo de Enfermagem
Seguintes Passos
Estabelecimento de Prioridades para os problemas diagnósticos
A Fixação de resultados com o cliente
Possibilidade de corrigir, minimizar ou evitar problemas
O registro escrito de diagnósticos de enfermagem, dos resultados esperados e das prescrições de enfermagem de modo organizado
Promover a comunicação entre profissionais
Direcionar o cuidado e a documentação
Criar um registro que pode ser usado mais tarde em avaliações, em pesquisas e em situações legais
Fornecer a documentação das necessidades de atendimento de saúde com a finalidade de reembolso do seguro
*
*
*
Implementação da Assistência de Enfermagem
Quarta Etapa do Processo de Enfermagem
Ações prescritas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.