Avaliação
4 pág.

Avaliação


DisciplinaOrganização e Estrutura Portuária493 materiais2.953 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaliação: GST0305_AV_201201678013 » ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA PORTUÁRIA 
Tipo de Avaliação: AV 
Aluno: 201201678013 - CARLOS ROBERTO GUEDES BOTELHO 
Professor: EDUARDO DE MOURA Turma: 9001/AA 
Nota da Prova: 6,5 Nota de Partic.: 1,5 Data: 22/06/2015 17:10:38 
 
 
 1a Questão (Ref.: 201201922609) Pontos: 1,0 / 1,5 
"A eleição de um Hub Port não se dá por vontade política, mas pela favorável conjugação dos 
fatores geo-econômicos, pelos investimentos e, sobretudo, pela competência em fomentar negócios 
internacionais." 
Partindo da afirmação acima, comente os 3 principais conceitos que devem ser levados em 
consideração na caracterização de um Hub Port. 
 
 
Resposta: 1) SÃO PORTOS CONCENTRADIRES DE CARGAS E DE LINHAS DE NAVEGAÇÃO, E DEVEM SER 
CONSIDERADOS TRÂS ASPECTOS: HINTERLAND, VORLAND E UMLAND. 
 
 
Gabarito: 
Hinterland - potencial gerador de cargas do porto ou sua área de influência terrestre; 
Vorland - maior ou menor afastamento de um porto em relação às principais rotas de navegação ou 
sua área de abrangência marítima; e. 
Umland - entende-se o ambiente físico portuário, ou seja, o porto em si, suas instalações, tarifas e a 
qualidade dos serviços que presta. 
 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201202010723) Pontos: 0,5 / 0,5 
Pré-estivagem ou Pre-stacking é um serviço portuário prestado aos navios, referente à arrumação prévia dos 
contêineres de exportação no pátio, obedecendo à ordem em que deverão ser embarcados. Este serviço é 
prestado pelo Operador Portuário e realizado pelos seguintes trabalhadores: 
 
 
Conferentes 
 
Bloco 
 
Consertadores 
 
Capatazia 
 
Estiva 
 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201201865913) Pontos: 0,5 / 0,5 
À atividade de movimentação de mercadorias nas instalações de uso público, compreendendo o 
recebimento, conferência, transporte interno, abertura de volumes para a conferência aduaneira, 
manipulação, arrumação e entrega, bem como o carregamento e descarga de embarcações, quando 
efetuados por aparelhamento portuário, denominamos: 
 
 
Conferência de carga 
 
Capatazia 
 
Estiva 
 
Vigilância de embarcações 
 
Bloco 
 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201201816567) Pontos: 0,5 / 0,5 
De acordo com as regras internacionais de segurança à navegação, o calado oficial de um porto deve ter uma 
lâmina d¿agua superior ao calado do maior navio previsto para operar neste porto, de pelo menos: 
 
 
3,0 m 
 
0,50 m 
 
2,0 m 
 
1,50 m 
 
1,00 m 
 
 
 
 5a Questão (Ref.: 201202314627) Pontos: 0,5 / 0,5 
Sabemos que a atividade portuária deve ser planejada dentro de um contexto espacial e comercial, o que 
implica tratá-la de acordo com o seu meio ambiente, que envolve tudo que o condiciona, aspectos culturais, 
tecnológicos, institucionais entre outros. Nesse contexto, esse planejamento deve contemplar as dimensões 
Local, Regional, Nacional e Internacional. Sobre a Política Portuária e seu planejamento, foram feitas as 
seguintes afirmações: 
I - O objetivo da política portuária é desenvolver o sistema dentro da sua rede ou conexões, usufruindo e 
promovendo todos os seus agentes de desenvolvimento, possibilitando, assim, criar as condições ideais para se 
atingir esse desenvolvimento na sua total potencialidade. 
II - Um aspecto importante do planejamento da atividade está na sua relação com a criação de empregos, tanto 
na forma direta como na indireta, relacionados à força de trabalho portuária e sua fixação nas proximidades do 
porto. 
III - O planejamento da atividade portuária é função de Estado, para defender o interesse da sociedade como 
um todo, da universalidade dos serviços, cabendo estabelecer e fazer acontecer um sistema que funcione da 
melhor forma possível, o que significa fazê-lo a baixo custo social. 
Está(ão) correta(s): 
 
 
somente II e III. 
 
somente I. 
 
somente I e II. 
 
somente I e III. 
 
I, II e III. 
 
 
 
 6a Questão (Ref.: 201201821108) Pontos: 0,5 / 0,5 
Modelo de administração portuária no qual, além da infraestrutura, o governo também coloca todas as demais 
facilidades de superestrutura necessárias à movimentação de cargas, à estadia dos navios e aos equipamentos 
de transporte terrestre à disposição dos empresários atuantes na atividade portuária. 
 
 
Porto Instrumento (Tool Port) 
 
Terminal Portuário (Port Terminal) 
 
Porto de Serviço (Operating Port) 
 
Autoridade Portuária (Port Authority) 
 
Porto Proprietário (Landlord Port) 
 
 
 
 7a Questão (Ref.: 201201826771) Pontos: 0,5 / 0,5 
Nas operações com granéis líquidos, tendo em vista a sua natureza e classificação, são exemplos de produtos 
conhecidos como "não derivados de petróleo": 
 
 
Óleo mineral bruto e seus derivados. 
 
Nafta e gasolina. 
 
Gases como o Propano e o Butano. 
 
Querosene e Alcool. 
 
Produtos líquidos não combustíveis e nem tóxicos, água, óleos vegetais, etc. 
 
 
 
 8a Questão (Ref.: 201201817694) Pontos: 1,0 / 1,0 
Transteineres e Straddle Carriers são equipamentos utilizados nas operações terrestres desenvolvidas nos 
terminais especializados em: 
 
 
Carga geral fracionada 
 
Produtos siderúrgicos 
 
Graneis sólidos 
 
Graneis líquidos 
 
Contêineres 
 
 
 
 9a Questão (Ref.: 201201816582) Pontos: 1,5 / 1,5 
Discorra sobre o arrendamento de áreas portuárias no Brasil. 
 
 
Resposta: E UM REGULAMENTO QUE COLOCA A DISPOSIÇÃO A EXPLORAÇÃO DIRETA E INDIRETA PELA UNIÃO 
DOS PORTOS E SUAS INSTALAÇÕES E DE TODA A TIVIDADE DESEMPENHADA PELOS OPERADORES 
PORTUÁRIOS. 
 
 
Gabarito: As Autoridades Portuárias determinam os respectivos zoneamentos portuários e abrem licitações para 
empresas privadas interessadas em atuar naquela especialidade de operação prevista no edital de licitação. 
 
 
 
 10a Questão (Ref.: 201202314652) Pontos: 0,0 / 1,0 
Em fevereiro de 2013, comemorou-se os 205 anos da abertura dos portos brasileiros às nações amigas, 
empreendida por Dom João 6o. No entanto, ao se observar a situação dos portos brasileiros no mesmo 
momento, verificou-se um cenário bastante problemático, em que foram poucos os motivos de comemoração. 
Além do pouco investimento, inúmeros são os problemas enfrentados pelo setor portuário brasileiro. Nesses 
problemas, NÃO enquadramos: 
 
 
os altos custos dos terminais nos principais portos do país. 
 
a burocracia. 
 
a alta competitividade. 
 
as greves. 
 
problemas de infraestrutura.