A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
50 pág.
AVALIANDO APRENDIZAGEM PROCESSO DO TRABALHO

Pré-visualização | Página 1 de 17

03/06/2019 EPS
simulado.estacio.br/alunos/ 1/4
 
Disc.: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 
Aluno(a): JULIANA ANDRADE ESTEVES 201505461693
Acertos: 1,8 de 2,0 17/03/2019
 
 
1a Questão (Ref.:201508511184) Acerto: 0,0 / 0,2
A respeito das Comissões de Conciliação Prévia, assinale a opção correta.
 É vedada a dispensa dos representantes dos empregados membros das comissões em apreço até um ano
após o final do mandato, salvo se cometerem falta grave.
 O termo de conciliação é considerado título executivo judicial.
As referidas comissões não interferem no curso do prazo prescricional.
É obrigatória a instituição de tais comissões pelas empresas e sindicatos.
As referidas comissões interrompem por 10 dias o prazo prescricional.
 
2a Questão (Ref.:201508511174) Acerto: 0,2 / 0,2
(AOCP 2018) Em relação à competência da Justiça do Trabalho, assinale a alternativa INCORRETA. 
A Constituição federal ampliou a competência da Justiça do Trabalho, atribuindo a esta poderes para dirimir
conflitos decorrentes das relações de trabalho e não somente relações de emprego.
A Justiça do Trabalho é competente para processar e julgar ações de indenização por dano moral ou
patrimonial, decorrentes da relação de trabalho.
 À Justiça do Trabalho compete processar e julgar as ações que envolvam representação sindical entre
sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores, entre sindicatos e empregadores e demandas de qualquer
natureza entre empregadores que façam parte de um mesmo sindicato patronal.
A Justiça do Trabalho é competente para processar e julgar mandados de segurança, habeas corpus e habeas
data quando o ato questionado envolver matéria sujeita à sua jurisdição.
À Justiça do Trabalho compete processar e julgar as ações que envolvam representação sindical entre
sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores e entre sindicatos e empregadores.
 
3a Questão (Ref.:201508538945) Acerto: 0,2 / 0,2
(TRT 1ª R ¿ 2018 ¿ Analista Judiciário) Em relação à competência da Justiça do Trabalho,
assinale a alternativa INCORRETA. 
À Justiça do Trabalho compete processar e julgar as ações que envolvam
representação sindical entre sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores e entre
sindicatos e empregadores.
A Constituição federal ampliou a competência da Justiça do Trabalho, atribuindo a esta
poderes para dirimir conflitos decorrentes das relações de trabalho e não somente
relações de emprego.
 À Justiça do Trabalho compete processar e julgar as ações que envolvam
representação sindical entre sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores, entre
sindicatos e empregadores e demandas de qualquer natureza entre empregadores
que façam parte de um mesmo sindicato patronal.
03/06/2019 EPS
simulado.estacio.br/alunos/ 2/4
A Justiça do Trabalho é competente para processar e julgar mandados de
segurança, habeas corpus e habeas data quando o ato questionado envolver matéria
sujeita à sua jurisdição.
A Justiça do Trabalho é competente para processar e julgar ações de indenização por
dano moral ou patrimonial, decorrentes da relação de trabalho.
 
4a Questão (Ref.:201508511162) Acerto: 0,2 / 0,2
(AOCP 2018) Tendo como base a estrutura, a organização e a competência (EC 45/2004) da Justiça do Trabalho,
assinale a alternativa correta. 
Os Tribunais Regionais do Trabalho compõem-se de, no mínimo, nove juízes, recrutados, quando possível, na
respectiva região, e nomeados pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de trinta e menos de
sessenta e cinco anos.
O Tribunal Superior do Trabalho é composto por um quinto dentre advogados com mais de quinze anos de
efetiva atividade profissional e membros do Ministério Público do Trabalho com mais de quinze anos de efetivo
exercício, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes.
Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar ações que envolvam crimes contra a organização do
trabalho, como o trabalho escravo.
O Tribunal Superior do Trabalho compor-se-á de vinte e sete Ministros, escolhidos dentre brasileiros com mais
de trinta e cinco anos e menos de sessenta e cinco anos, de notável saber jurídico e reputação ilibada,
nomeados pelo Presidente da República após aprovação de 2/3 (dois terços) do Senado Federal.
 A lei criará Varas da Justiça do Trabalho, podendo, nas comarcas não abrangidas por sua jurisdição, atribuí-la
aos juízes de direito, com recurso para o respectivo Tribunal Regional do Trabalho.
 
5a Questão (Ref.:201508511180) Acerto: 0,2 / 0,2
(FCC 2017) Nos termos da Lei n° 13.467/2017, a exceção de incompetência territorial a ser arguida pelo reclamado,
deverá ser apresentada, 
no prazo de 5 dias que antecede a audiência, em peça apartada à contestação.
 no prazo de 5 dias a contar da data da notificação, em peça autônoma. 
no prazo de 10 dias a contar da data da notificação, em peça apartada.
em audiência, em peça apartada à contestação. 
no prazo de 5 dias a contar da data da notificação, como preliminar de defesa. 
 
6a Questão (Ref.:201508545794) Acerto: 0,2 / 0,2
Greve, Jurisdição e Negociação Coletiva são, respectivamente,
Formas de autocomposição, autotutela e heterocomposição dos conflitos trabalhistas;
 Formas de autotutela, heterocomposição e autocomposição dos conflitos trabalhistas;
Formas de autotutela, autocomposição e heterocomposição dos conflitos trabalhistas;
Formas de heterocomposição, autotutela e autocomposição dos conflitos trabalhistas;
As demais respostas estão incorretas;
 
7a Questão (Ref.:201508545768) Acerto: 0,2 / 0,2
Por conta do princípio da Normatização Coletiva,
 Nos dissídios coletivos, os tribunais trabalhistas podem ditar normas jurídicas de caráter assemelhado às leis,
ou seja, gerais, abstratas e impessoais, regulando situações ad futurum;
As demais respostas são incorretas;
Os Tribunais podem baixar decretos com força de lei instituindo contribuições a serem pagas pelos sindicatos
em benefício de todos os trabalhadores da categoria representada pelo ente sindical obreiro;
Toda sentença do juiz que vai de encontro ao interesse público ou coletivo tem que ser comunicada ao STF
para que aquela corte faça uma revisão e diga se a decisão pode ser executada;
Os magistrados que compõem as três instâncias da Justiça do Trabalho podem editar normas coletivas com
força de lei para as categorias envolvidas nos conflitos a eles submetidos;
 
8a Questão (Ref.:201508511169) Acerto: 0,2 / 0,2
03/06/2019 EPS
simulado.estacio.br/alunos/ 3/4
(FCC 2018) No tocante à competência da Justiça do Trabalho, considere:
 
I. É competente a Justiça do Trabalho para processar e julgar ações possessórias, incluindo o interdito proibitório,
ainda que essas ações sejam decorrentes do exercício de greve dos trabalhadores da iniciativa privada.
II. A Justiça do Trabalho é competente para julgar mandando de segurança e habeas corpus quando o ato
questionado envolver matéria de sua jurisdição, o que não ocorre com o habeas data envolvendo a mesma matéria,
cuja competência é da Justiça comum.
III. Segundo entendimento sumulado do Tribunal Superior do Trabalho, é competente a Justiça do Trabalho para
processar e julgar ações de indenização por dano moral e material, decorrentes da relação de trabalho, inclusive as
oriundas de acidente de trabalho e doenças a ele equiparadas, ainda que propostas pelos dependentes ou sucessores
do trabalhador falecido.
 
Está correto o que se afirma APENAS em
II e III. 
I e II.
I
III.
 I e III
 
9a Questão (Ref.:201508511167) Acerto: 0,2 / 0,2
(FCC 2016) A Constituição Federal expressamente prevê regras que organizam a estrutura da Justiça do Trabalho, e
tratam da sua competência. Conforme tal regramento,
os juízes dos Tribunais Regionais do Trabalho,