A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Acadêmico

Pré-visualização | Página 2 de 3

os surdos podem aprender a dominar muitos assuntos, exercendo diversas profissões.
(    ) A partir da reformulação da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) que aconteceu em 1845, passou-se a permitir que pessoas surdas e/ou cegas começassem a escrever livros didáticos. O primeiro livro a ser escrito escrito por um surdo no Brasil, tratava sobre datilologia e foi escrito por Pierre Desloges.
(    ) L'Épée foi de grande importância na educação dos surdos, pois, além de contribuir com uma metodologia de ensino que se baseava na linguagem de sinais, tinha grande interesse em divulgar seu trabalho e deixar seu legado para outras pessoas que desejassem seguir o ensino para os surdos.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: SOFIATO, Cássia Geciauskas; REILY, Lucia Helena. "Companheiros de infortúnio": a educação de "surdos-mudos" e o repetidor Flausino da Gama. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 16, n. 48, p. 625-640, dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782011000300006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 23 out. 2018.
	 a)
	V - V - F - V.
	 b)
	F - V - F - F.
	 c)
	V - F - F - V.
	 d)
	F - F - V - F.
	5.
	"No final da década de 1970, o documento conhecido como Relatório Warnock (Warnock Report, 1978) emerge na cena educacional do Reino Unido e marca as concepções sobre necessidades especiais e inclusão escolar. Destaca-se a importância desse Relatório para a disseminação do conceito de necessidades especiais atualmente utilizado. O Relatório foi o produto do trabalho de um comitê governamental, cuja missão era investigar e fazer recomendações relacionadas ao provimento de educação especial. Este documento é tido como um grande avanço no pensamento oficial" (LAPLANE, 2018, p. 698). No que tange às contribuições de Mary Warnock, analise as afirmativas a seguir:
I- Com os estudos da filósofa e pesquisadora Mary Warnock, introduziu-se na história da educação especial o conceito de necessidades educativas especiais que, por sua vez, foi adotada na Declaração de Salamanca em 1994.
II- A contribuição de Warnock expandiu o olhar acerca das necessidades educacionais especiais inclusive na esfera escolar, ao incluir nesse conceito todos os estudantes que, independente dos motivos, não estejam conseguindo se beneficiar com a escola.
III- Warnock fez a pesquisa que investigou as condições da educação especial inglesa, apresentando os resultados ao parlamento do Reino Unido, para a Educação e Ciência, Secretaria do Estado para a Escócia e a Secretaria do Estado para o País de Gales.
IV- A ativista Warnock desenvolveu o primeiro dicionário eletrônico de línguas de sinais. O funcionamento dele requer o uso de um teclado virtual que permite digitar a posição dos dedos e das mãos e, assim, decifrar o sentido de um gesto.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: LAPLANE, Adriana. Uma análise das condições para a implementação de políticas de educação inclusiva no Brasil e na Inglaterra. Educ. Soc., Campinas, v. 27, n. 96, p. 689-715, out. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302006000300004&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 29 out. 2018.
	 a)
	Somente a afirmativa III está correta.
	 b)
	Somente a afirmativa IV está correta.
	 c)
	As afirmativas I, II e III estão corretas.
	 d)
	As afirmativas II e IV estão corretas.
	6.
	Para Reily (2007, p. 324), "a história da educação dos surdos não foi linear com gradativos avanços, como muitos textos fazem supor. Pelo contrário, houve ensaios, experimentos e reinvenções, muitas vezes sem seguimento. Metodologias foram criadas e perdidas ou abandonadas; em algumas ocasiões, podem ter sido apropriadas indevidamente. Com base no exposto, os usuários dos alfabetos manuais hoje utilizados pelas comunidades surdas (como a brasileira e a norte-americana) que seguiram a tradição espanhola e francesa de educação de surdos seguramente devem ao movimento monástico a invenção desse valioso instrumento de escrita no ar". Sobre o exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) O pedagogo Jean Itard foi muito criticado porque definiu metodologias de ensino para surdos, sem realizar pesquisas científicas.
(    ) Para Aristóteles, alguém que nascia surdo ou mudo, na Grécia Antiga, era incapaz de compreender as coisas e aprender.
(    ) Na Roma Antiga, os surdos não podiam fazer testamento e sempre necessitavam de um curador para fazer algum negócio.
(    ) Os atos de caridade moldaram as instituições filantrópicas do século XVI, e motivou a criação de asilos e abrigos de assistência às pessoas com deficiências.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: REILY, Lucia. O papel da Igreja nos primórdios da educação dos surdos. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 12, n. 35, p. 308-326, ago. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782007000200011&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 23 out. 2018.
	 a)
	V - F - V - F.
	 b)
	F - V - V - V.
	 c)
	V - F - F - V.
	 d)
	F - V - F - F.
	7.
	"O Congresso de Milão é mundialmente conhecido pela comunidade surda como o evento que proibiu a língua de sinais na educação de surdos, banindo os professores surdos das escolas" (CAMPELLO; REZENDE, 2014, p. 77). No que tange o II Congresso Internacional de Educação de Surdos, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Em 1880 ocorreu o II Congresso Internacional de Educação de Surdos, na cidade de Milão, na Itália. O propósito era estabelecer critérios internacionais e científicos para a educação dos surdos.
(    ) O II Congresso Internacional de Educação dos Surdos, teve a influência direta de Alexander Graham Bell, que tinha grande prestígio e autoridade, defendia a eugenia e o ensino da língua oral.
(    ) O italiano Antonio Santi Giuseppe Meucci, inventor do telefone, marcou presença no Congresso de Milão, sendo ovacionado pela plateia após seu discurso em prol do oralismo. 
(    ) O Congresso de Milão de 1880 ofereceu subsídios para que os surdos no Brasil fossem proibidos de se comunicarem através da língua de sinais. Ficou estabelecido que somente a língua oral de seu país deveria ser aprendida. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: CAMPELLO, Ana Regina; REZENDE, Patrícia Luiza Ferreira. Em defesa da escola bilíngue para surdos: a história de lutas do movimento surdo brasileiro. Educ. rev., Curitiba, n. spe-2, p. 71-92, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602014000600006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 25 out. 2018.
	 a)
	V - V - F - V.
	 b)
	F - V - F - V.
	 c)
	V - F - V - F.
	 d)
	F - F - F - V.
	8.
	Em 2016, Zambrano e Pedrosa fizeram uma pesquisa sobre conceitos de identidade surda no discurso midiático sobre a inclusão educativa na Alemanha. As autoras constataram que "podemos afirmar que não se pode falar da construção de uma identidade coletiva surda na mídia, mas de várias identidades coletivas surdas, com aspectos contraditórias. Assim, os modelos de identidade são incompatíveis entre si. Por um lado, nos deparamos na mídia com os surdos como uma subcategoria de pessoas com deficiência. Dentro dessa subcategoria observam-se características contraditórias. Ora os surdos são incluíveis por meio da tecnologia auditiva ou com o auxílio de um intérprete, ora os surdos não são incluíveis porque utilizam outra língua. Ora são menos capazes que os outros alunos, ora mostram um desempenho acima da média. Ora se reconhece uma identidade linguística, ora não. Em outro caso, os surdos são categorizados como surdos-mudos, questionando simultaneamente a categorização dessa população como deficiente. Em ainda outra ocasião, a questão da identidade surda é declarada secundária no contexto da inclusão social" (ZAMBRANO; PEDROSA, 2016, p. 584). Esses conceitos expressam como os surdos eram vistos na Alemanha, recentemente, em 2016. Sobre como os surdos eram vistos em diferentes

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.