A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade 1A

Pré-visualização | Página 1 de 1

1.
		Na escola Tradicional , a geografia era marcada pela explicação objetiva e quantitativa da realidade. Tinha como meta abordar as relações do homem com a natureza de forma objetiva, sem priorizar as relações sociais. Atualmente é perspectiva desse estudo
	
	
	
	Não considerar e explicar apenas o mundo, mas buscar entendimento quanto à sua transformação.
	
	
	O exercício da memorização desvinculada do entendimento, da identificação e da compreensão não tem mais sentido.
	
	
	Todas as afirmativas estão corretas.
	
	
	A historicidade enfoca o homem como sujeito construtor do espaço geográfico, imprimindo seus valores no processo de construção do seu espaço.
	
	
	Desenvolver propostas pedagógicas que vislumbrem a relação daquilo que deve ser aprendido com a realidade vivida do aluno.
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Sobre o conhecimento Histórico, marque a proposição correta.
	
	
	
	O conhecimento histórico, como área científica, tem influenciado o ensino, buscando garantir o ensino dos conteúdos através de métodos tradicionais de aprendizagem, que preservam as verdades históricas.
	
	
	A aproximação da História com outras áreas da ciência vem deturpando seu principal objetivo, que é a busca da unicidade de culturas e de espaços para se promover o purismo social.
	
	
	É um acontecimento de longa duração que só é revelado por meio do estudo histórico, por isso ao ensinarmos História só abordamos fatos antigos.
	
	
	Ensinar História envolve compromissos com o conhecimento histórico, de caráter científico, com reflexões que se processam no nível pedagógico e que não podem sofrer a interferência dos processos de construção de uma identidade social do estudante relacionada à realidade com que convive.
	
	
	O primeiro objetivo do conhecimento histórico é compreender os processos e os sujeitos históricos, o desenvolvimento das relações que se estabelecem entre os grupos humanos, em diferentes tempos e espaços.
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Sobre a geografia e a construção da cidadania, assinale a afirmativa correta:
	
	
	
	Em matéria de aprendizagem, o individual e o coletivo não se opõem, constituem-se e categorias idênticas
	
	
	Aprender é tão importante que a sabedoria das nações o definiu como direito fundamental de ação individual.
	
	
	A relação entre o Estado e o direito de aprender está vinculada a situações históricas.
	
	
	Um espaço realiza-se como social quando é, e fato, apropriado, a exclusão multiforme, do espaço, constitui e reflete a redução do cidadão a usuário.
	
	
	O aprender foi sedimentado dentro do Estado pelo Iluminismo que determinou o estudo do espaço do mundial para o local.
	
	
	
	 
		
	
		4.
		A velha fala de que A GEOGRAFIA É PURA DECOREBA remete-nos ao ensino da Geografia em que o objetivo principal era:
	
	
	
	descrever e informar o conteúdo geográfico;
	
	
	analisar os conflitos sociais do cotidiano;
	
	
	desenvolver o espírito crítico do aluno;
	
	
	dar a criança condições de ler o mundo;
	
	
	trabalhar com elementos da realidade do estudante.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		1. Infelizmente a maior parte da literatura dedicada ao ensino de Geografia continua presa a uma visão geográfica tradicional e especializada com seus saberes fragmentados. A geografia como ciência social surge orientada pela reflexão sobre a dinâmica do espaço e da sociedade que compõem a realidade enfatizando a necessidade de engajamento político e defendendo a diminuição das disparidades socioeconômicas e regionais. Estamos falando sobre duas concepções respectivamente
	
	
	
	Positivismo e marxismo;
	
	
	Positivismo e geografia tradicional
	
	
	Geografia clássica e geografia positivista;
	
	
	Geografia crítica e geografia marxista.
	
	
	Positivismo e geografia clássica;
	
	
	
	 
		
	
		6.
		Ler o mundo é entender a realidade, é decifrar seus códigos, é traduzir, através dos conceitos, o mundo vivido. A realidade social é o conteúdo da Geografia e da História. A partir desse princípio cabe a escola:
	
	
	
	trabalhar a História e a Geografia somente a partir de uma linha de tempo bem estruturada, concretizando para a criança o acontecimentos dentro de uma ordem temporal.
	
	
	incentivar a memorização de pontos importantes, trazendo a análise das relações de poder de modo concreto para a criança.
	
	
	utilizar o positivismo como método de análise dos conteúdos de História e Geografia, facilitando a compreensão dos fatos pela criança;
	
	
	informar sobre os principais pontos referentes a natureza e sociedade, inserindo a criança no processo histórico e geográfico;
	
	
	possibilitar uma leitura crítica da realidade, levando a criança a compreender a sociedade em que está inserida;
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Muitos autores classificaram essa forma de ensinar Geografia como um sacrifício para os alunos pois exige a retenção de muitas informações, que na maioria das vezes não possuia significado para eles. O programa usado é formado das famosas gavetinhas ou seja, saberes que se bastavam por si só: dados políticos, clima, relevo, vegetação, hidrografia, população, recursos naturais e produção, aplicados aos estados, países e continentes. O texto refere-se à Geografia ensinada dentro da linha:
	
	
	
	metafísica;
	
	
	marxista;
	
	
	construtivista;
	
	
	teológica;
	
	
	positivista.
	
	
	
	 
		
	
		8.
		O Positivismo foi uma doutrina que englobou tanto perspectivas filosóficas como científicas do século XIX. Uma das características dessa doutrina é a:
	
	
	
	redução dos fenômenos a um conteúdo físico;
	
	
	delimitação dos ¿porquês¿ dos fenômenos;
	
	
	importância dada aos fenômenos sociais;
	
	
	pouca neutralidade dos pesquisadores;
	
	
	explicação da realidade por intermédio da religião;

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.