A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
Antiinflamatórios

Pré-visualização | Página 1 de 1

ANTI - INFLAMATÓRIOS
Prof. Rafael Barbosa
Prof. Rafael Barbosa
INFLAMAÇÃO
É uma resposta dos organismos à uma 
agressão sofrida.
Prof. Rafael Barbosa
• Calor: decorre do aumento da circulação sanguinea no 
local e aumento do metabolismo local.
• Rubor: decorre do aumento da circulação sanguinea no 
local.
• Tumor: Decorre do aumento da permeabilidade 
vascular (edema). Pode determinar aumento do volume 
hídrico local em até 5 ou 7 vezes.
• Dor: Causada pela irritação química nas terminações
nervosas, compressão das fibras nervosas locais 
devido ao acúmulo de líquidos e de células, etc.
• Perda da função: é decorrente do tumor
(principalmente em articulações, impedindo a
movimentação) e da própria dor, dificultando as 
atividades locais.
INFLAMAÇÃO
Prof. Rafael Barbosa
INFLAMAÇÃO
Prof. Rafael Barbosa
MEMBRANA CELULARFOSFOLIPÍDICA
FOSFOLIPASE A2 (enzima que quando 
ativada por um estímulo lesivo libera 
o ác. aracdônico da membrana 
celular para o citoplama)
PROSTAGLANDINAS (sensibilidade 
exagerada à dor, febre, 
vasodilatação, inibição da agregação 
plaquetária, inibição da secreção de 
ác. gástrico, aumento da secreção 
gástrica de muco)
TROMBOXANO
(agregação 
plaquetária e 
vasoconstrição)
PROSTACICLINA
(vasodilataçãoe 
inibição da 
agregação 
plaquetária)
ÁC.ARACDÔNICO
CICLOOXIGENASE (COX-1 eCOX-2):
enzimas que vão transformas o ác. aracdônico nos mediadores 
inflamatórios
MEDIADORES INFLAMATÓRIOS(ENDOPERÓXIDOS)
Estímulo lesívo
CASCATA DE INFLAMAÇÃO
Prof. Rafael Barbosa
ANTI - INFLAMATÓRIOS
Medicamentos cuja função é 
reduzir o grau de inflamação dos 
tecidos.
1828, o ácido salicílico foi a 
primeira molécula a ser isolada.
Atividade 
Antipirética e 
Analgésica
Prof. Rafael Barbosa
CLASSIFICAÇÃO
Conhecidos como AINE’s indicados 
para inflamação moderada e 
severa.
Atuam na ciclogenase, inibindo a ação 
da COX-1 e COX-2
Prof. Rafael Barbosa
MEMBRANA CELULARFOSFOLIPÍDICA
FOSFOLIPASE A2 (enzima que quando 
ativada por um estímulo lesivo libera 
o ác. aracdônico da membrana 
celular para o citoplama)
MEDIADORES INFLAMATÓRIOS(ENDOPERÓXIDOS)
PROSTAGLANDINAS (sensibilidade 
exagerada à dor, febre, 
vasodilatação, inibição da agregação 
plaquetária, inibição da secreção de 
ác. gástrico, aumento da secreção 
gástrica de muco)
TROMBOXANO
(agregação 
plaquetária e 
vasoconstrição)
PROSTACICLINA
(vasodilataçãoe 
inibição da 
agregação 
plaquetária)
ÁC.ARACDÔNICO
CICLOOXIGENASE (COX-1 eCOX-2):
enzimas que vão transformas o ác.
aracdônico nosmediadores 
inflamatórios
Estímulo lesívo
AÇÃO DOS AINE’s
AINE’s
Prof. Rafael Barbosa
ANTI - INFLAMATÓRIOS
- Analgésico
- Antiinflamatório
- Antipirético
- Antiplaquetário
Prof. Rafael Barbosa
ALGUNS AINE’s
Nome 
comerci
al
Princípioativo Apresentação Uso Posologia
Voltaren Diclofenaco de
Na
50 mg c/ 20cp Adulto 8/8 h
Feldene Piroxicam 20 mg c/ 10cp Adulto 12/12 h
Spidufen Ibuprofeno* 600 mg c/ 10 
cp
Adulto 12/12 h
* Menos tóxico.
Prof. Rafael Barbosa
ALGUNS AINE’s
Nome 
comerci
al
Princípioativo Apresentação Uso Posologia
Tilatil Tenoxicam 20 e 40 mg Adulto 12/12 h
Movatec Meloxicam 7,5 e 15 mg Adulto 12/12 h
Ponstan Ac.
Mefenâmico
500 mg Adulto 6/6 h
Katadolon Flurpirtina 100 mg c/ 10cp Adulto 6/6 h
Scaflan Nimesulida 50 e 100 mg Adulto 12/12h
Cataflan Diclofenaco de 
potássio
50 mg Adulto 8/8 h
Prof. Rafael Barbosa
INDICAÇÕES
 Analgesia (dores leves e moderadas)
 Antitérmico (antipirético)
 Antiinflamatório
 Antiagregante plaquetário.
Inflamação
Gripe
Prof. Rafael Barbosa
EFEITOS COLATERAIS
Ulceração gástrica
Bloqueio da agregação plaquetária
Inibição da função renal
Reações de hipersensibilidade (alergias)
Toxicidade hepática
Prof. Rafael Barbosa
CLASSIFICAÇÃO
Mec. De Ação: Atuam na ciclogenase, inibindo
especificamente ação da COX2, porém também inibe
pouco a COX-1.
Foram produzidos afim de solucionar 
os efeitos adversos dos AINE’s.
Prof. Rafael Barbosa
CLASSIFICAÇÃO
Nome 
comerci
al
Princípioativo Apresentação Uso Posologia
Arcoxia Etoricoxib 120 mg c/ 4cp Adulto 12/12 h
Celebra Celecoxib 200 mg c/ 10cp Adulto 12/12 h
Prof. Rafael Barbosa
INDICAÇÕES
 Dor aguda
 Dor crônica
 Osteoartrite
 Dismenorréia primária
Artrose
Dismenorréia
Doraguda
Prof. Rafael Barbosa
EFEITOS COLATERAIS
 Diminuição da função do fígado
 Diminuição da função renal
 Função cardíaca comprometida ou ICC
 Edema
 Hipertensão
 Sangramento gastrointestinal
Prof. Rafael Barbosa
Também conhecida como 
glicocorticóides, são hormônios 
produzidos p/ supra-renal.
CLASSIFICAÇÃO
diretamente inibindo aAção: Atuam 
A2, quebrando toda cascata de
Mec. De 
fosfolipase 
inflamação.
Prof. Rafael Barbosa
MEMBRANA CELULARFOSFOLIPÍDICA
FOSFOLIPASE A2 (enzima que quando
ativada por um estímulo lesivolibera
o ác. aracdônico damembrana 
celular para o citoplama)
PROSTAGLANDINAS (sensibilidade 
exagerada à dor, febre, 
vasodilatação, inibição da agregação 
plaquetária, inibição da secreção de 
ác. gástrico, aumento da secreção 
gástrica de muco)
TROMBOXANO
(agregação 
plaquetária e 
vasoconstrição)
PROSTACICLINA
(vasodilataçãoe 
inibição da 
agregação 
plaquetária)
ÁC.ARACDÔNICO
CICLOOXIGENASE (COX-1 eCOX-2):
enzimas que vão transformas o ác. aracdônico nos mediadores 
inflamatórios
MEDIADORES INFLAMATÓRIOS(ENDOPERÓXIDOS)
Estímulo lesívo
CASCATA DE INFLAMAÇÃO
coticoides
Prof. Rafael Barbosa
• Ação farmacologica:
– Antiinflamatórios
– Imunossupressores
• Divisão dos fármacos glicocorticóides:
– Os fármacos são divididos de acordo com o 
tempo de duração.
• Ação curta:
– Hidrocortisona (Cortizol®).
– Cortisona: primeiro fármaco. Não é tão utilizada.
ESTEROIDAIS
Prof. Rafael Barbosa
• Ação intermediária:
– Prednisona (Meticorten®)
– Prednisolona (Prelone®)
– Metilprednisolona (Depo-medrol®)
– Triancinolona (Omcilon-A®).
• Os três primeiros são muito utilizados 
em uso crônico e o último é utilizado 
em aftas (diminui a dor, mas retarda a 
cicatrização).
ESTEROIDAIS
Prof. Rafael Barbosa
• Ação prolongada:
– Dexametasona (Decadron®)
– Betametasona (Diprospan®/Celestone®).
ESTEROIDAIS
Prof. Rafael Barbosa
ESTEROIDAIS
Nome 
comerci
al
Princípioativo Apresentação Uso Posologia
Decadron Dexametasona 4 mg c/ 10cp
2 mg c/ 2amp
Adult
o 
Adult
o
1 ao dia
Meticorten Prednisona 20 mg c/ 10cp Adulto 12/12 h
Celestone Betametasona 2 mg c/ 10cp Adulto 12/12 h
Prelone Prednisolona 5 a 20 mg c/ 10cp Adulto 2 a 4x dia
Nasacort Triancinolona Spray 55 mcg 
(nasal)
Adulto / 
criança acima 
de 12 anos
1 a 4 x dia
Prof. Rafael Barbosa
INDICAÇÕES
 Doenças alérgicas (urticária, dermatite, edema)
 Choque (hemorrágico, veneno de cobra,
Lúpus
Psoríase
traumatismo, anafilaxia)
Artrite reumatóide
Lúpus eritematoso
Asma brônquica
AVC
Doenças infecciosa (tuberculose, 
meningite...)
Transplante renal
Psoríase
Eczema e outras.
Eczema
Prof. Rafael Barbosa
EFEITOS COLATERAIS
Atrofia cutânea epidérmica e dérmica
 Púrpura
 Estrias
 Erupções acneiformes
 Hipertricoses
Facilitação de infecções fúngicas, 
bacterianas e virais.
OBS: Corticóidestópicos.
Hipertricoses
AcneiformesPúrpura
Prof. Rafael Barbosa
• Síndrome de Cushing:
EFEITOS COLATERAIS
Prof. Rafael Barbosa
REAÇÕES ADVERSAS
 Acne
 Nervosismo e insônia
 Úlceras
 Infecções
 Hipertensão
 Hiperglicemia / Glicosúria / Edemas.
OBS: Corticóidessistêmicos.
Prof. Rafael Barbosa