A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
atividade 2 oclusão

Pré-visualização | Página 1 de 1

Atividade de Oclusão
Juliana Gomide – 5°A
1- Quais os materiais necessários para a prática de montagem de articulador semi-ajustável (planejamento)? 
● Articulador
● Arco facial com registro efetuado
● Modelo superior recortado
● Cubeta de borracha
● Espátula para gesso
● Cera pegajosa
● Faca para gesso
● Gesso pedra tipo IV
● Balança para gesso
● Medida de água (proveta)
● Godiva
2- Dê as diferenças entre articulador totalmente ajustável e articulador semi-ajustável.
TOTALMENTE AJUSTÁVEL: Reproduz todos os movimentos mandibulares, reproduz a inclinação e trajetória condilares, permite ajuste total da distância intercondilar, reduz ajustes em boca na finalização do trabalho e alto custo, destreza, maior tempo de trabalho.
SEMI-AJUSTÁVEL: Reproduz parcialmente os movimentos mandibulares, não reproduz inclinação e trajetória condilares: linha reta, não permite ajuste total da distância intercondilar, necessita de ajustes em boca na finalização do trabalho e menor custo, maior facilidade de manuseio, menor tempo de trabalho.
3- Qual (ais) as diferenças entre articulador semi-ajustável tipo Arcon e não-Arcon? 
TIPO ARCON: Eles têm movimento de articulação condilar igual à articulação humana; com a cavidade glenóide localizada no ramo superior e o côndilo no ramo inferior.
TIPO NÃO ARCON: Ao contrário do arcon, o não arcon, tem os côndilos na parte superior do articulador e a cavidade glenoidal na parte inferior do instrumento.
4- O arco facial é um componente usado para registro da distância intercondilar do paciente. Quais os componentes usados juntamente com o arco facial, para registro da distância intercondilar? (Adicionar imagem)
Indicador da distância intercondilar;
Presilha superior e inferior; 
Olivas;
Garfo de mordida; 
Godiva ou cera; 
5- Quais os valores de distância intercondilar são obtidos com o arco facial? (Adicionar imagem)
Os dois braços do arco facial se encontram e formam uma escala.
Distancia: 
· 1,2 ou 3
· S, M ou L (P, M ou G)
Na montagem do modelo superior no articulador ASA é necessário acoplar o arco facial ao articulador (ver imagem na aula). Primeiramente, preparamos os ramos superiores e inferiores para receber o arco facial. Para essas etapas, responda: 
6- Cite os componentes do articulador semi-ajustável tipo Arcon. (Adicionar imagem) 
1º Corpo doa articulador;
2º Ramo Superior;
3º Ramo inferior;
4º Mesa incisal;
5º Pino incisal; (Sempre marcado em zero na realização dos trabalhos).
6º Pino de suporte; (Para apoiar o articulador)
7º Placas de montagem;
8º Ângulo de dennie (15°) e Guia condilica (30°);
9º Arco facial
10º Garfo de mordida
11º Nasio
7- O que é o ângulo de Bennet e qual o seu valor a ser ajustado no articulador (no ramo superior)? (Adicionar imagem) 
Demonstra o movimento lateral da cabeça da mandíbula com guias condilares fixadas em 15°.
8- 
9- O que é a inclinação condilar e qual o seu valor a ser ajustado no articulador (no ramo superior)? (Adicionar imagem) 
A inclinação condilar ou da guia condilar vai estar medida e é padronizada no articulador semi ajustável por 30°, em alguns articuladores esse ângulo já vem ajustado.
10- Modelos de estudo são fixados no articulador usando gesso. Entre gesso tipo III e tipo IV qual o mais indicado para essa etapa? Justifique a sua resposta. 
Gesso tipo IV, pois os principais requisitos de um troquel são resistência, dureza e um mínimo de expansão de presa. A dureza deste gesso aumenta mais rapidamente que a resistência à compressão, uma vez que a secagem da superfície é mais rápida. Esta é uma vantagem devido a superfície resiste mais a abrasão enquanto o corpo do troquel é menos sujeito a uma fratura acidental.
11- Pesquise e depois descreva uma forma de montagem do modelo inferior no articulador, utilizando o registro oclusal. (Adicionar imagem)
MARCAÇÃO DO REGISTRO INTEROCLUSAL
1. Plastificar a lamina de cera 7 (aproximar a lamina de cera à chama, sem encostar. Caso isso aconteça, a cera derrete e flamba), depois dobra-se a cera ao meio, plastifica novamente e, em seguida, essa lamina é pressionada no modelo superior. 
2. Recortar a cera bem perto da marcação dos dentes.
3. Recortar região da cera que está sendo ocupada pelo jig na boca. O objetivo desse recorte é para que nem o jig, nem a cera interfiram um no outro quando os dois estiverem na boca. 
4. Feito isso, a cera é plastificada novamente, posicionada na arcada superior e, com a ajuda do jig, manipula-se o paciente para RC.
MONTAGEM DO MODELO INFERIOR
1. Articulador regulado é colocado de cabeça para baixo. Registro interoclusal feito em lamina de cera 7 é posto no modelo superior. Modelo inferior (hidratado) é colocado em cima da lamina de cera. Modelo inferior é preso com elástico.
2. Com gesso tipo IV prende-se o modelo inferior à placa de articulação. Após a cristalização desse gesso, a finalização é feita com gesso tipo II.