A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
reclamação trabalhista

Pré-visualização | Página 1 de 2

Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO – RECLAMAÇÃO TRABALHISTA 
*Petição inicial no processo do trabalho 
*Pode ser verbal ou escrita 
*Se a reclamação for verbal o agente comparece a justiça do trabalho e diz que 
deseja fazer uma RT verbal – o agente vai perante a vara do trabalho – depois de 
distribuída cai em uma das varas do trabalho – a partir desse momento o empregado 
terá um prazo de 05 dias para retornar a vara e fazer a redução a termo da sua 
petição (sendo feita pelo diretor de secretária). Se o empregado sem um motivo 
justificado não comparecer no prazo de 05 dias para fazer a redução a termo ele 
sofre uma penalidade de só poder ajuizar essa mesma ação decorridos 06 meses. 
Art. 786 CLT - A reclamação verbal será distribuída antes de sua redução a termo. 
Parágrafo único - Distribuída a reclamação verbal, o reclamante deverá, salvo 
motivo de força maior, apresentar-se no prazo de 5 (cinco) dias, ao cartório ou à 
secretaria, para reduzi-la a termo, sob a pena estabelecida no art. 731. 
Art. 731 - Aquele que, tendo apresentado ao distribuidor reclamação verbal, não se 
apresentar, no prazo estabelecido no parágrafo único do art. 786, à Junta ou Juízo 
para fazê-lo tomar por termo, incorrerá na pena de perda, pelo prazo de 6 (seis) 
meses, do direito de reclamar perante a Justiça do Trabalho. (penalidade = 
perempção provisória) 
Art. 840, § 1o CLT Sendo escrita, a reclamação deverá conter a designação do 
juízo, a qualificação das partes, a breve exposição dos fatos de que resulte o 
dissídio, o pedido, que deverá ser certo, determinado e com indicação de seu valor, 
a data e a assinatura do reclamante ou de seu representante. (Redação dada pela 
Lei nº 13.467, de 2017) (no procedimento ordinário quanto no sumaríssimo o 
pedido deve ser líquido, certo, determinado e indicar o valor correspondente) 
(RT escrita) 
§ 3o Os pedidos que não atendam ao disposto no § 1o deste artigo serão julgados 
extintos sem resolução do mérito. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
Ex.: Se Maria ajuizou uma ação na justiça do trabalho, fazendo 04 pedidos, os 
pedidos A, B e C possuem valores o pedido D foi deixado em branco não 
possui valor – este será extinto sem resolução do mérito, por não ter sido 
observado o disposto no parágrafo 1º. 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm#art731
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm#art786
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
*Quando se ajuíza a ação se define o rito (procedimento) 
PROCEDIMENTOS 
1. Procedimento Comum 
1.1. Sumário 
1.2. Sumaríssimo 
1.3. Ordinário 
*Para se saber qual o procedimento a ser utilizado. Leva-se em consideração o valor 
da causa. 
Sumário Sumaríssimo Ordinário 
Valor da causa até 02 
salários mínimos 
Valor da causa até 40 
salários mínimos (MAIS 
DE 02 ATÉ 40 SALÁRIOS 
MÍNIMOS) 
Valor da causa acima de 
40 salários mínimos 
Lei 5584/70 Art. 852 A e SS CLT. Somente citação por edital 
Decisão proferida é 
irrecorrível (não se admite 
recurso), salvo se se tratar 
de matéria constitucional. 
 
Se for parte nessa 
demanda Administração 
Pública direta, autárquica 
ou fundacional não se 
utiliza do procedimento 
sumaríssimo ainda que o 
valor da causa se encaixe 
nesse procedimento. 
(processo segue o trâmite 
do procedimento 
ordinário) 
Ex.; Maria ajuizou uma 
ação contra a empresa 
Alfa e contra a União – 
valor da causa é de R$ 
10.000,00 – Procedimento 
ordinário. 
 
 Não se faz a citação por 
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
edital. 
Ex.; Maria ajuizou uma 
ação contra a empresa 
Alfa, sendo que a 
empresa está em local 
incerto e não sabido – 
nesse caso somente 
citação por edital. O valor 
da causa foi de R$ 
10.000,00 – procedimento 
ordinário, pois já que a 
empresa está em local 
incerto e não sabido – a 
citação somente pode ser 
feita por edital, sendo que 
no sumaríssimo não se 
faz a citação por edital, 
mas sim pelo 
procedimento ordinário. 
 Petição 
1. Nome e endereço 
do reclamado 
2. Pedido deve ser 
certo, determinado 
e indicar o valor 
correspondente 
(pedidos devem ser 
liquidados) 
3. Nome e endereço 
do advogado que 
representa o 
reclamante ou o 
 
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
reclamado 
 Audiência única 
 Juiz terá ampla liberdade 
para a condução do 
processo (jurisdição é 
inerte sendo provocada 
pelas partes – uma vez 
provocado pelas partes 
segue pelo impulso oficial) 
 
 Provas serão produzidas 
em audiência de 
instrução, mesmo que não 
haja requerimento ou 
pedido para produção da 
prova. 
 
 A prova documental 
também será produzida 
em audiência – juiz 
recebe a prova 
documental e no mesmo 
momento já abre vistas 
para a parte contrária para 
que ela possa se 
manifestar imediatamente, 
salvo absoluta 
impossibilidade. 
 
 Quanto a prova 
testemunhal – no 
procedimento 
sumaríssimo só poderão 
ser ouvidas até duas 
testemunhas para cada 
 
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
parte. 
 
 Até 02 testemunhas para 
cada parte. 
Até 03 testemunhas para 
cada parte. 
 Sentença: 
1. Relatório (no 
sumaríssimo 
dispensa o relatório 
– é feito um breve 
resumo dos fatos) 
2. Fundamentação 
3. Dispositivo 
 
 
 
PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO 
*Art. 852-A. Os dissídios individuais cujo valor não exceda a quarenta vezes o 
salário mínimo vigente na data do ajuizamento da reclamação ficam submetidos ao 
procedimento sumaríssimo. (Incluído pela Lei nº 9.957, de 2000) 
Parágrafo único. Estão excluídas do procedimento sumaríssimo as demandas em 
que é parte a Administração Pública direta, autárquica e fundacional. (Incluído pela 
Lei nº 9.957, de 2000) 
* Art. 852-B. Nas reclamações enquadradas no procedimento sumaríssimo: 
 (Incluído pela Lei nº 9.957, de 2000) (deve ser indicado o nome e o endereço do 
reclamado porque no processo do trabalho a notificação é via postal) 
I - o pedido deverá ser certo ou determinado e indicará o valor 
correspondente; (Incluído pela Lei nº 9.957, de 2000) 
II - não se fará citação por edital, incumbindo ao autor a correta indicação do nome e 
endereço do reclamado; (Incluído pela Lei nº 9.957, de 2000) (Vide ADIN 
2139) (Vide ADIN 2160) (Vide ADIN 2237) (se um desses dois pressupostos não 
forem observados o pedido será arquivado – a ação será extinta sem a 
resolução do mérito e o reclamante será condenado ao pagamento das custas) 
III - a apreciação da reclamação deverá ocorrer no prazo máximo de quinze dias do 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9957.htm#art1
http://www.stf.jus.br/portal/peticaoInicial/verPeticaoInicial.asp?base=ADIN&s1=2139&processo=2139
http://www.stf.jus.br/portal/peticaoInicial/verPeticaoInicial.asp?base=ADIN&s1=2139&processo=2139
http://www.stf.jus.br/portal/peticaoInicial/verPeticaoInicial.asp?base=ADIN&s1=2160&processo=2160
http://www.stf.jus.br/portal/peticaoInicial/verPeticaoInicial.asp?base=ADIN&s1=2237&processo=2237
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
seu ajuizamento, podendo constar de pauta especial, se necessário, de acordo com 
o movimento judiciário da Junta de Conciliação e Julgamento. (Incluído pela Lei nº 
9.957, de 2000) 
§ 1º O não atendimento, pelo reclamante, do disposto nos incisos I e II deste artigo 
importará no arquivamento da reclamação e condenação ao