A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Audiência

Pré-visualização | Página 2 de 2

– Sandra Mara Dobjenski 
 
Lei nº 13.467, de 2017) (se o reclamado não comparecer á audiência, mas se o 
seu advogado comparecer o juiz recebe a defesa e os documentos) 
Súmula nº 9 do TST 
AUSÊNCIA DO RECLAMANTE (mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 
A ausência do reclamante, quando adiada a instrução após contestada a ação em 
audiência, não importa arquivamento do processo. (a instrução é a segunda 
audiência – portanto se o reclamante não comparecer não ocorre 
arquivamento – a ação já foi contestada) 
Súmula nº 74 do TST 
CONFISSÃO. (atualizada em decorrência do CPC de 2015) – Res. 208/2016, 
DEJT divulgado em 22, 25 e 26.04.2016 
I - Aplica-se a confissão à parte que, expressamente intimada com aquela 
cominação, não comparecer à audiência em prosseguimento, na qual deveria depor. 
(ex-Súmula nº 74 - RA 69/1978, DJ 26.09.1978) (se na primeira audiência o 
reclamado não comparece – arquivamento se o reclamado não vai – revelia e 
confissão quanto a matéria de fato) (segunda audiência – audiência de 
instrução – se o reclamante não comparece ocorre a confissão quanto a 
matéria de fato) (se o reclamado não comparece na segunda audiência – 
ocorre a confissão) 
II - A prova pré-constituída nos autos pode ser levada em conta para confronto com 
a confissão ficta (arts. 442 e 443, do CPC de 2015 - art. 400, I, do CPC de 1973), 
não implicando cerceamento de defesa o indeferimento de provas posteriores. (ex-
OJ nº 184 da SBDI-1 - inserida em 08.11.2000) (não é porque teve revelia e 
confissão quanto a matéria de fato (confissão ficta) – que o que o que o 
reclamante pediu – todos os pedidos serão julgados procedentes – porque 
quando o juiz for sentenciar, ele vai sentenciar com base nas provas 
constituídas nos autos) (quando ocorrer a confissão ficta a consequência é 
que as provas posteriores serão indeferidas) 
III- A vedação à produção de prova posterior pela parte confessa somente a ela se 
aplica, não afetando o exercício, pelo magistrado, do poder/dever de conduzir o 
processo. 
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
1 - Orientação Jurisprudencial 152/TST-SDI-I - - Revelia. Pessoa jurídica de direito 
público. Aplicável. CLT, art. 844. 
«Pessoa jurídica de direito público sujeita-se à revelia prevista no art. 844 da CLT.» 
(União, Estados ou municípios que não compareceram a primeira audiência – 
revelia) 
RT (PETIÇÃO INICIAL) será distribuída – após a distribuição será feita a 
notificação do reclamado – na notificação já vem designada a data da 
audiência – nessa audiência que o reclamado vai apresentar as suas respostas 
(respostas do réu) 1. Contestação (defesa) 2. Exceções 3. Reconvenção 
 
 
https://www.legjur.com/legislacao/art/dcl_00054521943-844
https://www.legjur.com/legislacao/art/dcl_00054521943