A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Nódulos de tireoide

Pré-visualização | Página 1 de 1

1-9
 
 
Com o crescente emprego de exames
de imagem, nódulos antes não
palpáveis no exame físico passaram
agora a ser detectados com
frequência.
 
2-9
nódulos de tireoide representam um
achado bastante comum na prática
clínica!
 A prevalência de nódulos de
tireoide diagnosticados pela
palpação é estimada entre 4 a 7%
nas mulheres e 1% nos homens
adultos? e que com O uso de
Ultrassonografia de tireoide essa
frequência aumenta e pode 
variar entre 19 a 67%
 
3-9
A necessidade de avaliação dos
nódulos tireoidianos baseia-se na
necessidade de exclusão do
diagnóstico de câncer de tireoide
(que corresponde a 5-10% dos casos)
 
4-9
 
ou seja, em cerca de 90% dos casos,
os nódulos representam lesões
benignas na glândula (como adenoma
folicular, nódulo colóide...)
 
5-9
 
 
quando malignidade é diagnosticada, cerca
de 95% dos casos correspondem aos
carcinomas bem diferenciados 
nesse grupo estão o carcinoma papilífero
e o carcinoma folicular
mas eles geralmente tem um bom
prognóstico
 
 
6-9
no entanto, a probabilidade de
malignidade aumenta no sexo
masculino e em idade menor que
20 anos (jovens) ou maior que 70
anos. 
os nódulos são mais frequentes no
sexo feminino, especialmente em idade
mais avançada
7-9
Características clínicas sugestivas de
carcinoma de tireoide
8-9
referências
9-9
SILVEIRO, Sandra Pinho; SATLER, Fabíola. Rotinas
em endocrinologia. Artmed Editora, 2015.
BANDEIRA, Francisco. Protocolos clínicos em
endocrinologia e diabetes. 4. ed. rio de janeiro:
Guanabara Koogan, 2021.
MARTINS, Mílton de Arruda et al. Clínica médica,
volume 5: Doenças Endócrinas e Metabólicas,
Doenças Ósseas, Doenças Reumatológicas. 2. ed.
Barueri, SP: Manole, 2016.