A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
APOL 1 - REGIME E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS

Pré-visualização | Página 3 de 5

as 
organizações não-
governamentais 
internacionais (ONGIs) não 
apenas são uma 
possibilidade como 
desempenham um papel 
político importante. Essas 
organizações são um 
exemplo de como a 
sociedade civil pode se 
organizar no plano 
internacional. Assim, a 
sociedade civil global pode 
ser definida como “um 
espaço de atuação e 
pensamento ocupado por 
iniciativas de cidadãos” 
(HERZ; HOFFMANN, 2004, 
p. 217). A sociedade civil 
global é organizada em 
variadas formas, como por 
meio dos movimentos 
sociais transnacionais, 
redes políticas globais, 
comunidades epistêmicas e 
pelas organizações não-
governamentais. As ONGIs 
possuem diversas áreas de 
atuação e desempenham 
diferentes funções. A 
afirmação IV está incorreta 
porque a cooperação 
funcional pode ser definida 
como uma cooperação em 
uma área específica sobre 
questões sociais e 
econômicas e em diferentes 
graus de institucionalização, 
como iniciativas ad hoc ou 
por organizações 
internacionais (HERZ; 
HOFFMANN, 2004). Assim, 
as OIs auxiliam e promovem, 
muitas vezes, a cooperação 
funcional entre os Estados. 
Referência: Rota de 
aprendizagem da aula 1. 
Regimes e Organizações 
Internacionais com a profa. 
Prof.ª Devlin Biezus. Tema 
3: O papel político das 
Organizações 
Internacionais. 
 E Apenas as afirmativas I, II e 
III estão corretas. 
 
 
Questão 6/10 - Regimes e Organizações Internacionais 
Leia o texto abaixo: 
Com a definição do “paradigma” neo-realista por Kenneth Waltz, no início da década de 1970, os 
estudiosos do campo das Relações Internacionais começaram a questionar que apesar do 
sistema internacional carecer de autoridade central, os Estados pareciam estar imiscuídos em 
uma rede institucional em um sentido mais amplo, em regras implícitas e explícitas que 
contribuíam para a modificação do comportamento estatal e eventualmente para a convergência 
com o comportamento dos demais. Em outras palavras, “A análise de regimes tentou preencher 
esta lacuna pela definição de um foco que não era tão amplo quanto o sistema internacional, ou 
tão estreito quanto o estudo das organizações internacionais” ( HAGGARD, 1987). 
Fonte: BARROS-PLATIAU, Ana Flávia; VARELLA, Marcelo Dias and SCHLEICHER, Rafael T.. 
Meio ambiente e relações internacionais: perspectivas teóricas, respostas institucionais e novas 
dimensões de debate. Rev. bras. polít. int. [online]. 2004, vol.47, n.2, pp.100-130. Disponívem 
em:: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-
73292004000200004&lng=en&nrm=iso>. Página da citação: 110. 
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, 
assinale a alternativa que apresenta, corretamente, no que consiste um regime internacional: 
Nota: 10.0 
 A Os Regimes 
Internacionais podem ser 
definidos como um 
conjunto de princípios, 
normas, regras e 
procedimentos decisórios 
por meio dos quais os 
interesses dos atores 
convergem em uma dada 
área. 
Você acertou! 
Ao compreender que uma 
série de princípios comuns 
gerem o multilateralismo e a 
relação dos Estados dentro 
de uma organização 
internacional, é possível 
relacionar tais princípios 
com o conceito de regimes 
internacionais. O 
desenvolvimento de tratados 
e instituições multilaterais 
formam arranjos que lidam 
com problemas complexos 
que podem ser resultado dos 
âmbitos políticos, 
econômicos ou sociais. 
Esses arranjos dão origem 
aos regimes internacionais, 
podendo ser definidos como 
“um conjunto de princípios, 
normas, regras e 
procedimentos decisórios 
em torno dos quais as 
expectativas dos atores 
convergem em uma área 
temática” (KRASNER, 1982, 
p. 1). O regime de comércio, 
como já citado, o regime 
monetário e o regime de 
navegação nos mares são 
exemplos de regimes 
formados a partir de arranjos 
internacionais que guiam 
cada uma dessas práticas 
Referência: Rota de 
aprendizagem da aula 1. 
Regimes e Organizações 
Internacionais com a profa. 
Prof.ª Devlin Biezus. Tema 
3: Organizações 
Internacionais: Conceitos 
Chaves. 
 B Os Regimes Internacionais 
podem ser compreendidos 
como o processo de criação 
de instâncias internacionais 
de discussão sobre o 
melhor funcionamento das 
Organizações 
Internacionais. 
 C Os Regimes Internacionais 
podem ser definidos como a 
reunião de Estados 
nacionais que possuem 
condições materiais de 
delimitar como a política 
internacional irá funcionar. 
 D Os Regimes Internacionais 
são compreendidos como o 
agrupamento de atores da 
sociedade civil em fóruns 
internacionais de discussão 
sobre os limites do poder e 
da ação estatal. 
 E Os Regimes Internacionais 
podem ser definidos como o 
aglomerado de normas 
jurídicas responsáveis por 
regular e gerir a política 
internacional. 
 
 
Questão 7/10 - Regimes e Organizações Internacionais 
Leia o texto abaixo: 
Nas décadas de 1940 e 1950, a visão das Nações Unidas em relação ao desenvolvimento estava 
alinhada com uma estratégia intervencionista, na qual a intervenção do Estado e o fortalecimento 
dos governos tinham um papel muito importante. O paradigma dominante estava intimamente 
ligado ao contexto histórico da época, isto é, à influência da Grande Depressão, da Segunda 
Guerra Mundial e da revolução Keynesiana [...] A década de 1970 foi batizada como a “Segunda 
Década do Desenvolvimento” e sua estratégia continha não só uma meta de crescimento de 6%, 
mas também metas para fluxo de ajuda internacional, empregos, educação e saúde. 
Fonte: MACHADO, João Guilherme Rocha; PAMPLONA, João Batista. A ONU e o 
desenvolvimento econômico: uma interpretação das bases teóricas da atuação do PNUD. Econ. 
soc. [online]. 2008, vol.17, n.1, pp.53-84. Available from: 
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-
06182008000100003&lng=en&nrm=iso>. Página da citação: 56-57. 
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, 
análise as afirmações abaixo, que abordam o entendimento sobre o desenvolvimento da ONU ao 
longo do tempo, e depois assinale a alternativa que indica apenas as corretas: 
I. As modificações no sistema internacional, advindas do processo de descolonização de inúmeros 
países da Ásia e da África, fomentaram a ascensão do desenvolvimento como uma temática 
central nas Nações Unidas. 
II. Os anos de 1960 foram considerados como a Década do Desenvolvimento a partir da 
publicação do relatório A Década do Desenvolvimento nas Nações Unidas: propostas para ação. 
III. Durante a década 1960, o desenvolvimento era considerado em seu sentido mais estrito, 
referindo-se às fórmulas matemáticas de promoção do crescimento econômico dos países. 
IV. Os anos 1970 foram marcados por uma visão mais ampla do desenvolvimento, passando a 
incluir preocupações com o crescimento demográfico, com o processo de urbanização acelerado 
e com as questões de gênero. 
Nota: 10.0 
 A Apenas as afirmativas I e III 
estão corretas. 
 B Apenas as afirmativas I, II 
e IV estão corretas. 
Você acertou! 
A afirmação I está correta 
porque a independência de 
inúmeros países dos 
continentes africano e 
asiático e do Oriente Médio, 
em um período entre o fim 
dos anos 1950 até os anos 
1970, acabou por alterar a 
estrutura diplomática 
internacional. Se em 1950, a 
ONU tinha 60 Estados-
membros, em 1960, passou 
a ter 99 membros, o que 
gerou impactos diretos em 
sua composição e deu início 
a uma mobilização mais 
organizada por reformas 
institucionais. Tendo em 
vista a mudança da 
conjuntura internacional, nos 
anos 1960, passou-se a 
abordar a questão do 
desenvolvimento como 
central na ONU (p. 59). A 
afirmação II está correta 
porque os anos 1960 foram 
também declarados pela 
ONU como a Década do 
Desenvolvimento, com a 
publicação do relatório A 
década do desenvolvimento 
nas Nações Unidas: 
propostas para ação. A 
afirmação III está incorreta, 
porque, segundo U Thant, 
secretário-geral eleito após 
a rejeição da proposta 
soviética da troika, o 
desenvolvimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.