A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Politrauma

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material Politrauma - página 1
Pre-visualização do material Politrauma - página 2
Pre-visualização do material Politrauma - página 3

Politrauma

POLITRAUMA
Milenia Greice R Costa
Milenia Greice R Costa
Atendimento Inicial ao
Politraumatizado
Identificar ameaças a segurança do paciente e da equipe 
Sistematizar o atendimento do paciente de forma organizada 
Salvar a vida 
Evitar lesões adicionais ou secundárias 
Realizando as manobras de reanimação de forma coordenada.
O Ambiente pré-hospitalar não está sob nosso controle como o hospitalar.
Luminosidade
Chuva e fluxo de veículos
Animais, pessoas agressivas,
Tumultos sociais 
Uso do EPI (Equipamento de Proteção Individual) luvas, máscaras, óculos e roupas (fluidos
orgânicos e objetos perfurantes) 
Via Aérea, Oxigenação e Ventilação 
Controle da Hemorragia 
Perfusão – O2 – Tecidos / Órgãos 
Preceitos:
Avaliação da cena:
Biossegurança
Avaliação crítica do trauma
1.
2.
3.
Hora Ouro” - tempo para controle crítico, intervalo decorrido entre o trauma e o
tratamento definitivo
Padrões de atendimento
8 a 9 min - chegada no local
10 min - atendimento 
8 a 9 min - chegada no hospital 
Milenia Greice R Costa
Atendimento Inicial ao
Politraumatizado
A Vias aéreas /Coluna cervical
B Respiração ( Ventilação)
C Circulação ( Hemorragia)
D Incapacidade (Exame Neurológico) 
E Exposição e Ambiente 
Colar cervical + fixação lateral
Permeabilidade das vias aéreas- corpos estranhos, fraturas da face, mandíbula, traquéia e
laringe.
Elevação da mandíbulas
Hiperextensão da coluna cervical (CUIDADO trauma, somente elevação da mandíbula)
Está respirando?
Respiração está adequada?
Oxigênio Suplementar 
Frequência ventilatória ?
Agitação / Confusão mental ?
Saturação de oxigênio abaixo de 94% ?
Instabilidade da caixa torácica?
Ferimentos torácicos? 
MV (Murmúrio Vesicular) – fluxo de ar nos pulmões
Pneumotórax
Hemotórax
Traumas – Crânio e Raquimedular 
 Abordagem ao paciente
Item A
1.
2.
Abertura de Vias Aéreas
Item B
RESPIRAÇÃO E VENTILAÇÃO :
1.
2.
3.
Sinais de ventilação e/ou oxigenação inadequadas? 
Frequência Ventilatória
Normal – 12 a 20 mov/min
Bradipneia – abaixo de 12 mov/min
Taquipneia – acima de 20 mov/min
↑ CO2 e/ou ↓ O2 
Ausculta Pulmonar
Atendimento Inicial ao
Politraumatizado
Controlar hemorragias externas; 
Acesso venoso periférico de grosso calibre; 
Iniciar a infusão de líquidos cristalóides 
Avaliar abdome e pelve. 
Compressão direta; 
Calça Pneumática Antichoque (PASG); 
Torniquetes 
Verificar Pulso – Periférico? Central?
Coloração da Pele? 
Rosada - normal; 
Pálida – desvio do sangue ou perda 
Azulada – oxigenação inadequada. 
Temperatura – Fria (má perfusão, dorso das mãos)
Umidade 
Seca - normal; 
Úmida (sudorese) – má perfusão, 
Vasoconstrição periférica
Item C
CIRCULAÇÃO/CONTROLE DA HEMORRAGIA:
Abordagem: 
CIRCULAÇÃO/ AVALIAÇÃO:
1.
2.
3.
4.
Item D
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA 
Sinais Hipóxia: 
 Agressividade, Agitação Psicomotora; 
 Rebaixamento dos Níveis de Consciência
 Função Cerebral 
Sinais neurológicos: 
 Alteração do nível de consciência; 
 Pupilas – Diâmetro e reação
 Escala de Glasgow 
Milenia Greice R Costa
Atendimento Inicial ao
Politraumatizado
Exposição
Cortar/remover - roupas
Prevenir a Hipotermia
Mantenha se calmo 
Certifique-se de que a cena é segura 
Agir com rapidez e segurança, sem precipitação evitando manobras desnecessárias 
Atentar para o protocolo de atendimento 
Após o atendimento inicial - o paciente deve ser encaminhado logo ao hospital
Escala de Glasgow: 
Abertura Ocular; 
 Melhor Resposta Verbal
 Melhor Resposta Motora 
Item E
Exposição da Vítima / hipotermia
 
Certificações:
1.
2.
3.
4.
5.
Milenia Greice R Costa