A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
Bromato Vet Água 2011 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

BROMATOLOGIA ANIMAL
TCA: 1000
Curso de Medicina Veterinária: 403
Prof. José Laerte Nörnberg
Departamento de Tecnologia e Ciência dos Alimentos (DTCA)
Centro de Ciências Rurais (CCR)
Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Núcleo Integrado de Desenvolvimento em Análises Laboratoriais (NIDAL) 
NUTRIENTES
– Água 
– Lipídeos
– Carboidratos
– Proteínas
– Minerais
– Vitaminas
ÁGUA 
Importância no organismo
Constituinte Corporal
Água
%
Gordura
%
Proteína
%
Cinzas
%
Terneira leiteira ao nascer
Vaca leiteira
74,2
59,0
2,8
17,7
18,9
18,3
4,1
5,0
Terneiro de corte ao nascer
Boi com 310kg
Boi com 680kg (gordo)
71,8
60,3
43,5
4,0
16,6
37,6
19,9
18,6
15,7
4,3
4,5
3,2
Porco com 45kg
Porco com 135kg
66,8
42,5
16,2
42,6
14,9
11,6
3,1
2,1
Franga com 230g
Franga com 900g
Galinha com 1800g
71,2
65,7
55,8
3,5
6,6
20,0
20,8
22,8
19,2
3,6
3,6
3,1
Cordeiro ao nascer
Cordeiro com 29kg
Cordeiro com 45kg (gordo)
72,8
63,9
53,2
2,0
17,0
29,0
20,2
15,7
15,0
5,0
3,4
2,8
ÁGUA 
Importância no organismo
Constituinte Corporal
O conteúdo de água corresponde a cerca de 75% do corpo
de um animal adulto em base desengordurada (20% de
proteína e 5% de minerais)
O organismo pode perder toda a sua gordura, mais da
metade da sua proteína e ainda permanece vivo, porém se
perder 1/5 da água corporal ele morre (Rubner, 1932).
ÁGUA
Importância no organismo 
Distribuição corporal
 Intracelular : 63%
 Extracelular: 37%
– Intersticial: 30,5%
– Plasma: 6,5%
ÁGUA
Importância no organismo
Funções e Propriedades
 Solvente (separação de sais em íons);
 Meio adequado para os processos de digestão, absorção, 
metabolismo e excreção;
 Transporte de nutrientes;
 Hidrólise de compostos químicos;
 Regulação da temperatura corporal (boa condutibilidade 
térmica, elevado calor específico- capacidade de absorver 
calor, e através da evaporação)
 Lubrificação das articulações;
 Atua nos órgãos do sentido: paladar, olfato (estímulos devidos 
a compostos em solução), audição (som é conduzido em meio 
líquido) e visão (transparência do olho pela luz é mantido por 
líquido);
 Atua nos alvéolos pulmonares promovendo a troca dos gases 
da respiração por difusão.
ÁGUA 
Importância no organismo 
Formação de produtos
– Leite bovino: 87%
– Embrião bovino: 85% 
– Ovo de galinha: 73% 
ÁGUA
Importância nos alimentos
Variações no valor nutritivo
Alimento Água 
(%)
Estado natural
ED (kcal/kg)
Estado seco
ED (kcal/kg)
Milho, grão 12 3.841 4.365
Cevada, grão 11 3.375 3.792
Batata doce 68 1.157 3.616
Mandioca 65 1.050 3.000
ED= Energia Digestível
ÁGUA
Importância nos alimentos
Variações no valor nutritivo
Classificação do milho Máximo de 
água (%)
ED (kcal/kg)
1 12,8 3.630
2 14,8 3.545
3 16,5 3.475
4 18,8 3.380
5 21,5 3.265
Mole 30,5 2.920
ÁGUA
Importância nos alimentos
Conservação de grãos
 Os grãos devem ser armazenados com
menos de 14% de Umidade
 Riscos de combustão espontânea
 Mofo Fungos Toxinas
ÁGUA
Importância nos alimentos
Ensilagem
 Silagem de planta inteira de milho ( cerca de 70% H2O)
Alto teor de água
 Encharcada (silagem fria: não atinge temperatura adequada para
fermentação)
 Drenagem de nutrientes (fundo do silo)
 Meio favorável para bactérias indesejáveis (Clostridium):
produzem ácido butírico ( < 0,1% da MS) e enzimas proteolíticas
que degradam proteínas em NH3 (limite de N-NH3 / N-total =
12%)
Baixo teor de água
 Dificuldade de compactação
 Respiração aeróbica (fase aeróbica fica prolongada demais) com 
perda de MS (nutrientes)
 Elevação da temperatura – (acima de 40°C -silagem queimada) 
ÁGUA
Importância nos alimentos
Fenação
 Umidade inferior a 16% (máximo 20%)
(Dificuldades a campo: dias curtos e nublados, alta umidade 
relativa do ar, baixas temperaturas)
Alta umidade fungos toxinas combustão
ÁGUA
Importância nos alimentos
Fenação
Umidade Relativa (%) Feno: % de água
(equilíbrio higroscópico)
95 35,0
90 30,0
80 21,5
77 20,0
70 16,0
60 12,5
Obs.: UR em Santa Maria: Mínima de 75% em janeiro; Máxima 85% em junho
ÁGUA
Fontes de água dos animais (3) 
– Água de bebida
– Água dos alimentos
 Secos: 10-20% de água
 Úmidos: 70% ou mais de água 
– Água metabólica 
 Carboidratos (glicose) = 60% (0,60 mL/g)
 Proteína (aminoácidos) = 40% (0,40 mL/g)
 Lipídeos (gordura) = 100% (1 mL/g)
ÁGUA
Formas de eliminação de água
Urina
 Obrigatória : eliminar resíduos tóxicos 
Mamíferos: Uréia (100 mL/g NH4)
Aves: Ácido úrico (insolúvel em água)
 Regulatória : eliminar o excesso de água ingerida
ÁGUA
Formas de eliminação
Fezes
– Espécie
 Bovinos adultos: 70-85% de água
 Ovinos adultos: 50-70% de água
– Idade
 Jovens e adultos 
– Dieta
 Fibra alta e secos: maior eliminação de água (bovinos 
alimentação a base de feno: água nas fezes=urina)
 Alimentos suculentos (água nas fezes é maior que na 
urina)
ÁGUA
Formas de eliminação
Respiração
Ar expirado = 90% de Umidade
 Varia com o clima (climas secos é maior)
Bovinos: 23 mL/h a 27°C; 47 mL/h a 40°C
ÁGUA
Formas de eliminação
Pele
Contato do ar com a pele
 Varia com o clima (climas secos é maior)
Bovinos: 120 mL/h
ÁGUA
Formas de eliminação 
Transpiração
– Glândulas sudoríparas (fornece água para a evaporação 
mantendo a temperatura corporal)
 Bos Indicus
Evaporam 600mL/m2 de pele/hora (temp. de 45°C)
Evaporam 300mL/m2 de pele/hora (temp. de 20-30°C)
 Bos taurus
Evaporam de 140 a 400mL/m2 de pele/h
ÁGUA
Consumo ?
 Espécie
 Idade
 Temperatura ambiente
 Atividade
 Disponibilidade (vacas leiteiras com água disponível
permanentemente bebem 18% mais e produzem 3,5% mais
leite do que vacas que recebem água duas vezes ao dia)
 Consumo de MS
 Condição fisiológica (ex. lactação 3-4kg de água/kg leite)
 Natureza da dieta (proteína, sal, fibra)
 Variação individual
Fatores que afetam:
ÁGUA
Necessidades de água ?
Consumo médio de água
Espécies Litros/dia
 Bovinos de corte 26-66
 Bovinos leiteiros 38-110
 Eqüínos 30-45
 Suínos 11-19
 Ovinos e Caprinos 4-15
 Aves 0,2-0,4
ÁGUA
Efeitos de uma restrição hídrica
 Redução no consumo de alimentos 
 Diminuição da produção
 Hemoconcentração 
 Aumento dos batimentos cardíacos
 Aumento da temperatura corporal
 Aumento da respiração
 MORTE