A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Relatorio da Apostila.

Pré-visualização | Página 1 de 1

Filosofia Geral
Professor: Gondim
Capitulo Primeiro: Introdução Para que filosofia? 
A Filosofia é apresentada de forma que questiona tudo e todos, até aquilo que nunca questionamos o que é o tempo, o que é a vida, quem somos? Por que somos? E para onde vamos? Por que cremos e por ai vai, Filosofia é o amor ao saber, é o querer descobrir o porquê de cada coisa mesmo que a resposta seja difícil, a Filosofia não é ciência, é o questionamento dela, não é religião, questiona ela, não é arte, questionam as expressões artísticas, o autor desse capitulo diz que a filosofia é a mãe das ciências e dos saberes, um amante do conhecimento, ama a filosofia.
Capitulo Segundo: Os meios de Comunicação de massa
Esse Capitulo fala sobre a Tv como meio de comunicação de massa, mostrando que ele não é bom nem ruim, pois depende do programa que passa, mas o capitulo fala muito da forma que a tv hoje é assistida por uma população com baixo senso critico e que aceita qualquer coisa e que a tv ela é maquiada e mesmo quando a programação é ao vivo passa a ideia do diretor, fala sobre as tele novelas como formadoras de opiniões e os desenhos violentos e sexuais e levanta o questionamento se isso tudo não esta formando o povo brasileiro de uma forma ruim e prejudicial.
Capitulo Terceiro: Filosofando, Introdução a Filosofia. O Amor.
Esse capitulo aborda o amor em seus vários modos, o amor como forma de linguagem, o amor como união de duas pessoas, o amor no mundo moderno que tem medo de se entregar pensando que o mais maduro é se prender ao êxtase do sentimento para não sofrer, vivem com medo de morrer mas estão mortos por dentro por que nada vivem realmente, esse capitulo questiona o que é o amor realmente e qual diferença faz na vida.
Capitulo Quarto: O Mito da Certeza Racional
O que Distingue o ser humano dos animais seria apenas a razão? E o que é o homem racional, o que essa racionalidade lhe proporciona e onde surgiu a racionalidade, o capitulo aborda esses questionamentos e os esclarece, é um capitulo grande e mostra como o racionalismo começou, começa com alguém que diz que recebeu uma revelação mística para ser racionalista é paradoxal o inicio do racionalismo, mas o livro o questiona, seria a única diferença do homem sua razão? Ou o homem tem muitas mais características que o difere dos animais, é claro que sim.
Capitulo Quinto: O Homem à procura do Homem
Esse capitulo mostra a mudança do homem da idade media para o período moderno, na idade media o homem buscava o sobrenatural, a fé, Deus mas segundo esse capitulo o homem começa a se questionar sobre tudo e começa a se ver como grande, absoluto forte e inteligente, então o homem começa a endeusar a razão, o homem agora procura ele mesmo e se entender como ser racional, como um ser pensante diferente dos outros seres, nesse momento o homem troca de foco e passa a ser ele mesmo o foco, o homem troca a fé pela razão somente e começa a pensar que ele mesmo pode resolver todos problemas ele mesmo ser o seu próprio salvador.
Capitulo Sexto: O Ateísmo
Esse capitulo aborda os ateus e suas vertentes de pensamento, o ateísmo em si segundo o autor é uma forma de tirar o poderio de Deus e coloca-lo no homem, fazendo do homem Deus e nas vertentes do pensamento existe o ateísmo sociológico que tem os seus argumentos na sociedade e diz que a sociedade em geral não necessita do sobrenatural, o ateísmo religioso, utópico etc todos eles em sua linha de pensamento tenta argumentar e tirar Deus e o sobrenatural da historia.
Capítulo Sétimo: As provas da Existência de Deus: Necessidade, estrutura, valor, historia.
Esse capitulo mostra provas da existência de Deus que não acreditamos em Deus por que criamos ele e sim por que ele nos criou e dai sentimos a necessidade dele, mostra também a filosofia da metafisica e mística e o valor delas, mostra a origem da ideia de Deus, onde essa ideia não é uma ideia de uma mente com problemas mentais que tenta criar uma bengala mas sim que a ideia de Deus é Inteligente e bem firmada, levando o leitor a intender que o universo a maior e mais belo obra que conhecemos teve um criador e hoje ele mantem essa obra e fazemos parte dela.
Capítulo Oitavo: As provas Ontológicas 
Esse capitulo de modo geral mostra as evidencias divinas no homem, sua grandeza seu poder criativo suas imensas e criativas obras, sua inteligência, segundo o autor do capitulo tudo isso nós leva a pensar que algo maior que tudo o que o ser humano pode fazer e pensar o criou, da mesma forma mostra que o ser humano é muito pequeno em sua esfera, é pobre e coitado e necessita de Deus, através da antropologia não encontraremos o Deus da Bíblia mas descobriremos que só alguém mais magnifico que Homem pode tê-lo criado.
Capitulo Nono: O Homem “ICONE” de Deus
O Homem ao se desenvolver ele vai se tornando mais parecido com Deus pois o Ser humano criado a imagem e semelhança de Deus então atributos do ser humano revelam os atributos de Deus segundo o autor, no passado o ser humano era distinguido pela razão hoje vemos que a maior diferença do ser humano dos animais é a religião, o homem quando mais religioso mais humano ele é.
 Aluno: Sael Dias
Teologia 1° 19/03/2013