A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
POLITICAS PUBLICAS - QUESTÕES

Pré-visualização | Página 4 de 8

em creche e pré-escola às crianças de três a 
seis anos de idade. V - acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística, segundo a 
capacidade de cada um. VI - oferta de ensino noturno regular, adequado às condições do adolescente trabalhador. VII - 
atendimento no ensino fundamental, através de programas suplementares de material didático-escolar, transporte, 
alimentação e assistência à saúde. Dos direitos indicados acima, quais apresentam INFORMAÇÕES FALSAS? I - III - IV 
62. "A declaração do Direito à Educação é particularmente detalhada na Constituição Federal (CF) da República 
Federativa do Brasil, de 1988, representando um salto de qualidade com relação à legislação anterior, com maior 
precisão da redação e detalhamento, introduzindo-se, até mesmo, os instrumentos jurídicos para a sua garantia" 
(Oliveira, Romualdo Portela de. O Direito à Educação na Constituição Federal de 1988 e seu restabelecimento pelo 
sistema de Justiça. Revista Brasileira de Educação, N º 11, Mai/Jun/Jul/Ago 1999). O artigo que detalha o Direito à 
Educação é o Art. 208, nele fica estabelecido que o dever do Estado para com a educação será efetivado mediante a 
garantia de: Ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele não tiveram acesso na idade própria 
63. Sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é INCORRETO dizer que: O tema da Educação é tratado pelo 
Estatuto da Criança e do Adolescente como um direito de todos e um dever da Família 
64. A Constituição Brasileira de 1988 foi elaborada em um momento peculiar da História do Brasil, em que os 
movimentos populares estavam organizados e a pressão popular se fez sentir ao longo de todo o processo de discussão 
e de elaboração do texto final. Assinale a alternativa que corresponde a uma das conquistas dessa lei: a obrigatoriedade 
do ensino fundamental 
65. O Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece o ensino fundamental como dever do Estado. Esse conceito 
está em consonância com: a Constituição de 1988 e a LDB 
66. Na política educacional dos anos 90, as principais reformas foram influenciadas por tendências neoliberais 
indicadas pelo chamado/a: Banco Mundial. 
67. A ideologia neoliberal, apresentada como única via para enfrentar a crise econômica nacional, ocupou 
paulatinamente credibilidade junto às elites brasileiras e tornou-se hegemônica a partir do governo de Fernando 
Henrique Cardoso (FHC). A política educacional brasileira dos anos 90 foi implementada através de um conjunto 
articulado de reformas. Essas reformas foram orientadas por órgãos internacionais que preconizava tal ideologia no que 
tange à educação. Esses órgãos foram: Banco Mundial e FMI 
68. A concepção neoliberal que passou a orientar a política educacional tratou a educação como: mercadoria de 
produção 
69. As Reformas Educacionais indicadas pelo Banco Mundial apresentaram basicamente dois eixos, assinale a 
alternativa que corresponde a um desses eixos: Qualidade do ensino em função do diagnóstico apresentado pelo Banco. 
70. Na proposta do Banco Mundial a educação está: Diretamente relacionada ao mercado de trabalho. 
71. Nos anos 30 foi publicado no Brasil um manifesto que propunha bases pedagógicas renovadas como também a 
reformulação da política educacional, endossando as teses gerais da Pedagogia Nova, que até hoje inspira muitos 
educadores. A esse movimento deve-se: A criação do Ministério da Educação 
72. O Movimento dos Pioneiros da Educação influenciou a elaboração da seguinte Carta Constitucional: 1934 
73. A primeira lei de diretrizes e bases, promulgada em 1961, viveu 2 momentos distintos em seu processo de 
elaboração. O primeiro encaminhado pelo Ministro da Educação da época - Clemente Mariani, representada pelo debate 
entre: a centralização e a descentralização da gestão educacional 
74. A segunda fase foi marcada pela polemica encabeçada por Carlos Lacerda, que refletia a dicotomia entre: Escolas 
públicas e particulares quanto a aplicação das verbas publicas 
75. (Exame Nacional de Curso - Pedagogia 2003 - Prova 1). A implantação do FUNDEF (Fundo de Manutenção e 
Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) buscou promover a: I - descentralização 
orçamentária, evidenciando o papel do Distrito Federal na subvinculação orçamentária. II - complementação do custo-
aluno pela União, exercendo função redistributiva em Estados em que o Fundo não é suficiente. III - existência de 
Conselhos para o acompanhamento e controle social sobre a repartição, a transferência e a ampliação dos Fundos. IV - 
remuneração de profissionais do ensino com 60% dos recursos. Estão CORRETOS, apenas, os itens: II - III e IV 
76. Com a promulgação da Constituição de 1988, a LDB anterior (4024/61) foi considerada obsoleta, mas apenas em 
1996 o debate sobre a nova lei foi concluído. A atual LDB (Lei 9394/96) foi sancionada pelo presidente Fernando Henrique 
Cardoso e pelo ministro da educação Paulo Renato em 20 de dezembro de 1996. Baseada no princípio do direito universal 
à educação para todos trouxe diversas mudanças em relação às leis anteriores, como a inclusão da educação infantil 
(creches e pré-escolas) como primeira etapa da educação básica. São pontos previstos na LDB 9394/96, EXCETO: Carga 
horária mínima de setecentas horas distribuídas em 180 dias na educação básica (art. 24) 
77. Para a redação final da Lei 9394/96 venceu o projeto conservador, no final de 1994, liderado por Fernando 
Henrique Cardoso. Isto significou para o país o avanço da política neoliberal, na qual o mercado se sobrepõe aos 
interesses da maioria da população. Como resultado disso, podemos afirmar que, na época de sua promulgação, a lei: 
Não garantiu que os recursos públicos fossem destinados apenas para a educação pública, o que significou, mais uma 
vez, a vitória do setor privado ao manter o financiamento público para esse setor. 
78. O texto final da atual LDB está impregnado pela política neoliberal. Algumas situações que demonstram isso são: 
I - Descaracterização do profissional da educação ao não estabelecer um piso salarial profissional nacional. II - Redução 
do dever do Estado com a universalização da educação básica. III - Criação de conselhos escolares participativos. IV - 
Obrigatoriedade da educação básica por parte da União - As afirmativas I e II estão corretas 
79. A constituição de 1946 determinou a elaboração de uma Lei para a Educação em que fossem definidas as bases e 
diretrizes fundamentais para o ensino no país. A primeira LDB foi promulgada em 1961 e estruturou o ensino em: pré-
escola, ensino primário, ensino médio e ensino superior 
80. O segmento de ensino que a Constituição estabelece como obrigatório é (são): O Ensino Fundamental 
81. A Educação escolar necessita de uma organização para que possa cumprir com os seus princípios formadores 
atendendo as variadas faixas etárias e níveis. Marque a opção que apresenta como a Lei 4024/61 previa a organização 
para o ensino no Brasil: Pré-primário - primário e ensino médio 
82. Em 1996, o governo federal, ao criar a Emenda Constitucional 14 e o FUNDEF, pretendia: Redistribuir as verbas já 
existentes nos estados e municípios 
83. É correto afirmar que o neoliberalismo defende: A privatização dos serviços públicos 
84. A Constituição de 1988, elaborada após muitos anos de ditadura militar, foi resultado de um grande debate na 
sociedade. Pela primeira vez em nossa história constitucional, explicita-se a declaração dos direitos sociais, sendo a 
educação, a primeira desses direitos inscritos no Artigo 6º. Marque a alternativa que representa um avanço, no campo 
educacional, conquistado na Carta de 1988: Estados e Municípios deverão aplicar, no mínimo, 25% de seus impostos na 
educação 
85. (Exame Nacional de Curso - Pedagogia 2003 - Prova 1). A Lei de Diretrizes e Bases determina, em seu artigo 67, 
a "valorização dos profissionais da educação", assegurando-lhes,