A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Avaliação da Aprendizagem 03

Pré-visualização | Página 1 de 2

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 3a aula
 Lupa 
Vídeo
 
PPT
 
MP3
 
 
Exercício: CEL0367_EX_A3_201608301281_V1 08/08/2018 19:10:31 (Finalizada)
Aluno(a): MICHEL DE OLIVEIRA CHAGAS 2018.3 EAD
Disciplina: CEL0367 - AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 201608301281
 
 
Ref.: 201608457126
 1a Questão
A avaliação da aprendizagem escolar é um dos elementos do processo de ensino-aprendizagem. Na escola, ela possui
diversas funções. Segundo José Eustáquio Romão são elas:
solidária, mediadora e classificatória.
função classificatória, mediadora e solidária
função prognóstica, solidária e mediadora;
 função prognóstica, diagnóstica e classificatória;
 
 
Explicação:
Essas três formas de avaliação devem ser vinculadas ou conjugadas para se garantir a eficiência do sistema de avaliação e
a excelência do processo ensino-aprendizagem.
 
 
 
Ref.: 201609517215
 2a Questão
A avaliação formativa das aprendizagens se caracteriza por:
 acompanhar os processos e percursos individuais de aprendizagens.
anunciar o processo de aprendizagem a partir de testes e provas.
ter uma função reguladora dos resultados das aprendizagens.
vincular as aprendizagens aos contextos históricos e sociais dos alunos.
quantificar, comparar e classificar os desempenhos dos estudantes.
 
 
Explicação:
Avaliação formativa é realizada com o propósito de informar o professor e o aluno sobre o resultado da aprendizagem,
durante o desenvolvimento das atividades escolares. Localiza a deficiência na organização do ensino-aprendizagem, de
modo a possibilitar reformulações no mesmo e assegurar o alcance dos objetivos.
A referente modalidade de avaliação é chamada formativa no sentido que indica como os alunos estão se modificando em
direção aos objetivos.
 
 
 
Ref.: 201608579072
 3a Questão
Avaliação sempre foi uma atividade de controle que visava selecionar e portanto, excluir outros. A denominação avaliação
tem sua base em uma prática chamada exame. Marx pensava que os exames eram um ritual burocrático para distinguir
quem está apto ou não, produzindo assim cada vez mais diferenças. (GARCIA, 2001, p. 28) Os exames no Brasil foram
trazidos pelos jesuítas e se deram principalmente de forma:
formativa;
escrita;
inclusiva.
processual;
 oral,
 
 
Explicação:
Oral.
 
 
 
Ref.: 201609064572
 4a Questão
A avaliação da aprendizagem no período de 30-60 chama a atenção para a regulamentação de procedimentos relativos a provas
e exames, assim como no estabelecimento de critérios somativos de promoção de alunos. Tal regulamentação evidencia:
 o caráter centralizador do professor tendo em vista a realização de provas e exames para diagnóstico do processo
ensino-aprendizagem.
que deve haver um planejamento que evidencia a participação de professores e alunos nos regimentos escolares.
que a promoção de alunos deve ser de caráter analítico, com base em diferentes técnicas de avaliação.
 a busca de unidade no procedimento de avaliação para todo o sistema de ensino, explicando o caráter centralizador em
âmbito federal.
que a avaliação deve privilegiar o conteúdo aprendido pelo aluno durante o ano letivo tendo em vista a reformulação
das práticas educativas
 
 
Explicação:
A busca de unidade no procedimento de avaliação para todo o sistema de ensino,
explicando o caráter centralizador em âmbito federal.
 
 
 
Ref.: 201609037100
 5a Questão
Sobre o modelo de escola e de educação que nasce na cultura urbano-industrial do século XIX, podemos fazer algumas
afirmações, EXCETO:
Tem como projeto a utilização não só de avaliações formais como, provas, testes, etc
Seus idealizadores compreendem que através da educação iremos redimir a sociedade das desigualdades sociais,
ou seja, superar a marginalidade social.
 Tem como projeto de formação do cidadão o desenvolvimento do pensamento crítico e de uma prática
revolucionária e transformadora.
Difundiu-se a crença de que através da educação resolveremos todos os problemas decorrentes do modelo de
sociedade em que vivemos, tais como: violência, impunidade, corrupção, exploração da força de trabalho - inclusive
do trabalho infantil - e, mais recentemente, da terceira idade -, desemprego, aquecimento global, mudança de
valores e etc.
Tal crença tem suas bases no pensamento pedagógico liberal em educação (expresso pela Escola Tradicional, Escola
Nova e Escola Tecnicista).
 
 
Explicação:
Tem como projeto de formação do cidadão o desenvolvimento do pensamento crítico e de uma prática revolucionária e
transformadora.
 
 
 
Ref.: 201609064568
 6a Questão
Até o final da Primeira República , também conhecida como República Velha, o ensino que predominava nas escolas
brasileiras era baseado numa perspectiva humanista , tradicional e religiosa. Esta escola tradicional tinha como
característica um processo de ensino-aprendizagem
considerado mais qualitativo do que quantitativo em escolas religiosas.
 centrado no mestre, na autoridade intelectual do professor na transmissão de conhecimentos.
baseado nas experiências pessoais dos alunos e do professor.
voltado para o uso dos estudos dirigidos e de experiências didáticas.
centrado nos conteúdos experimentais organizados hierarquicamente.
 
 
Explicação:
A educação tradicional é a exposição verbal por parte do professor e a preparação do aluno. O foco principal é na resolução
de exercícios e na memorização de fórmulas e conceitos. Desta forma, o professor inicialmente realiza a preparação do
aluno, em seguida formula a apresentação do conteúdo.
 
 
 
Ref.: 201608438574
 7a Questão
O planejamento educacional pretende, a partir de uma realidade vivida construir a realidade desejada. Dessa forma, o
planejamento está presente no trabalho docente, mas não está apenas vinculado ao que se passa em sala de aula, está
também diretamente ligado às exigências sociais, às condições de trabalho do professor e à experiência de vida dos alunos.
Desta forma, os instrumentos avaliativos são essenciais para se fazer um diagnóstico do processo de ensino e
aprendizagem.
O enunciado acima, nos permite afirmar que o planejamento educacional é:
Uma tarefa burocrática exigida pelo Estado a toda Instituição de Ensino, portanto, deve ser neutro e objetivo.
Um instrumento técnico desprovido de qualquer intencionalidade.
Uma tarefa a ser desenvolvida por um especialista que não tenha vínculo direto com a Instituição, pois não pode
sofrer interferências subjetivas dos sujeitos envolvidos no processo de ensino e aprendizagem.
 Um ato político-pedagógico porque revela visões e intenções, e a intencionalidade expõe o que se deseja realizar, o
que se pretende atingir.
Um ato político por decorrer das exigências legais e não expressa qualquer relação com a dimensão pedagógica do
fazer educativo.
 
 
Explicação:
Planejamento Educacional é um processo contínuo que se preocupa com o para onde ir e quais as maneiras adequadas para
chegar lá, tendo em vista a situação presente e possibilidades futuras, para que o desenvolvimento da educação atenda tanto as
necessidades do desenvolvimento da sociedade, quanto as do indivíduo." É um processo de abordagem racional e científica dos
problemas da educação, incluindo definição de prioridades e levando em conta a relação entre os diversos níveis do contexto
educacional.Sendo, então um ato político onde revela intencionalidade em expor o que pretende realizar para atingir os objetivos
propostos.
 
 
 
 
 
 
 
 
Ref.: 201609064577
 8a Questão
O sistema de notas introduzido pela escola tradicional passa a ter a função de medir o conhecimento explorado pelo
professor de forma decorativa e de memorização. Desse modo, pode-se afirmar que, na tendência tradicional,
a avaliação deve seguir parâmetros estabelecidos pelas instituições de ensino em função de sua