Gabarito AD2- 2018.2  PRÁTICA DE ENSINO II
2 pág.

Gabarito AD2- 2018.2 PRÁTICA DE ENSINO II


DisciplinaPráticas de Ensino II27 materiais70 seguidores
Pré-visualização1 página
Universidade do Estado do Rio de Janeiro 
 Centro de Educação e Humanidades 
Faculdade de Educação / Coordenação das Licenciaturas \u2013 EAD 
 
GABARITO (AD2) 2º Sem. 2018 
 
DISCIPLINA: PRÁTICA DE ENSINO 2: CURRÍCULO 
 
Coordenador: Professora Therezinha Carlomagno Garcia 
 
ATENÇÃO: Esta prova (AD2) deve ser enviada online, até o dia 01 de outubro/18. Todas as 
questões foram retiradas do conteúdo do caderno didático (até a aula nº 14), da bibliografia 
indicada e do material de estudo das aulas da plataforma. Para tirar qualquer dúvida sobre a 
AD2 o aluno tem que se comunicar com o tutor, a presencial 
 
QUESTÃO I: Complemente as frases (a, b, c) com quantas palavras achar necessário. 
(valor: até 2 pontos). 
 
O currículo escolar é o grande norteador do processo educacional da escola, cujas influências, negativas 
ou positivas, podem afetar a aprendizagem dos alunos, conforme diferentes práticas observadas no seu 
cotidiano. Neste sentido, 
 
a) algumas vezes, presenciamos certas injustiças na escola, quando os alunos são convencidos de que o 
mérito é o grande organizador de uma sociedade justa, ou seja: Cad.2/pág. 23 
 
b) vimos que na escola por ciclos o conteúdo não é previamente definido, pois têm que ser consideradas 
as..........Cad.2/ págs. 33 
 
c) vimos, também, que existe uma perspectiva curricular advinda das lutas dos grupos sociais 
discriminados e excluídos de...... Cad. 1/ pág. 71 
 
d) podemos afirmar que na concepção curricular, da Escola Cidadã, o papel do educador é........ 
Cad. 2/ pág.69 
 
 
QUESTÃO II: A partir das situações fictícias (1, 2, 3, 4), baseadas no currículo escolar, 
responda as perguntas: (cerca de 5 linhas em cada resposta. Valor total: 4 pontos) 
 
1- O professor de História, da escola Dionísio Azevedo, percebeu que os alunos da sua turma traziam 
para a escola diferentes experiências. Como o professor deve planejar suas aulas, levando em conta esta 
diversidade? Cad. 2/ pág.75 
 
2 \u2013 No encontro pedagógico do mês de abril, da Escola Estadual Benício Filho, ficou evidenciada a 
grande dificuldade que alguns professores tinham para fazer a relação entre os conteúdos das disciplinas. 
Como os professores podem promover a aprendizagem, das diferentes disciplinas escolares, 
minimizando esta fragmentação? Cad. 2/ págs. 53, 54 _ 61_ 64 / Material de estudo da aula 12 da 
plataforma 
 
3 \u2013\u2013 Ao transferir-se para a escola estadual Pereira dos Santos, a professora de Letras, Danielle, pediu 
para consultar o PPP (Projeto político-pedagógico) da escola. Porém, ficou surpresa com a resposta da 
coordenadora, informando que o projeto tinha sido enviado à Secretaria de Educação e ainda não havia 
retornado. A professora estranhou, porque uma cópia do PPP deveria permanecer na escola. Por que 
uma cópia deveria permanecer na escola? Cad. 2/ págs. 8 _ 20/ Material de estudos das aulas 9 e 10 da 
plataforma 
 
 
4 \u2013 Os responsáveis pelos alunos da 1ª série do ensino médio, da escola Benedito Meireles, solicitaram 
uma reunião com a diretora da escola, porque não concordavam com o vocabulário utilizado pelo 
professor Marcos, ao abordar determinados conteúdos na sala de aula. Você concorda com a atitude dos 
responsáveis? Sim, não, porque? Qual deve ser a postura dos professores na sala de aula? Cad.1/ 
pág.61 
 
QUESTÃO III: Coloque dentro de cada parêntese a letra (a, b, c ou d) cuja opção 
complementar, inteiramente, as proposições (1, 2, 3, 4) fundamentadas no currículo 
escolar. (valor: 4 pontos) 
1- ( c ) "O professor autoritário, o professor licencioso, o professor competente, sério, o professor 
incompetente, irresponsável, o professor amoroso da vida e das gentes, o professor mal-amado, sempre 
com raiva do mundo e das pessoas, frio, burocrático, racionalista, nenhum deles passa pelos alunos sem 
deixar sua marca." (FREIRE, 1996). TEXTO: Material de estudo da aula 6 da plataforma 
 
2 \u2013( a )\u201d Sabemos que cada palavra se apresenta como uma arena em miniatura, onde se 
entrecruzam e lutam os valores sociais de orientação contraditória. A palavra revela-se, no momento de 
sua expressão, como o produto da interação viva das forças sociais. É assim que o psiquismo e a 
ideologia se impregnam mutuamente no processo único e objetivo das relações sociais\u201d (BAKHTIN, 
2006). Cad.2/ pág. 37_43 
 
3) ( d ) É importante sabermos que o Conselho de Classe é um Colegiado com direitos assegurados 
na Lei 9394/96 da Educação Brasileira que confirma, em seu artigo 14, a gestão democrática e 
participativa da escola, TEXTO: Material de estudo das aulas 11e 12 da plataforma 
 
4) ( b ) É necessário criar espaços na escola, em que os conteúdos do ensino estejam voltados para 
a situação de subordinação e exploração em que vive a maioria da população do planeta, promovendo 
discussões coletivas para que professores e alunos possam refletir sobre as alternativas de 
democratização. Cad.2/ pág.88 _ 90 
 
 
POIS... (OPÇÕES) 
 
a) o diálogo é método de transformação social, que nos possibilita perceber que a realidade não é dada 
por um ser superior ou pelo destino, mas que ela é construída, a partir dos meios pelos quais 
conservamos ou mudamos o rumo das coisas 
 
 b) a luta pela justiça social, como conteúdo de estudo e orientação prática, dá sentido ao processo de 
escolarização, assim como a análise do poder e das formas de exercício do poder na escola, na família e 
na sociedade, entendendo que a criação do grêmio estudantil é importante para a promoção da educação 
de professores e estudantes como intelectuais transformadores 
 
c) há situações que se apresentam na relação professor-aluno, que poderiam motivar o aluno a iniciar o 
processo de aprendizagem e nele prosseguir, porque certas atitudes, palavras e forma de se relacionar 
dos professores podem atrair, conquistar ou afastar os alunos. 
 
d) representa um encontro(bimensal) relevante, entre os professores e demais membros da comunidade 
escolar, trazendo à tona vários problemas específicos da escola e dos alunos e, principalmente, 
oportunizando a troca de ideias sobre as causas do fracasso e da evasão escolar.