A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Dúvidas frequentes sobre o novo aviso prévio de até 90 dias2

Pré-visualização | Página 3 de 3

do estagiário,  é empregado
Devem ser observados também alguns pontos cruciais para que o vínculo de estágio não se torne vínculo empregatício:
·         O estagiário deve estar matriculado e cursando regularmente sua Instituição de Ensino;
·         Termo de compromisso firmado entre o estagiário, a parte concedente do estágio e a Instituição de Ensino;
·         As atividades do estágio devem ser compatíveis ao curso e as atividades descritas no termo de compromisso de estágio. 
Há um limite para a quantidade de estagiários proporcionalmente ao número de empregados da organização. Veja como funciona:
·         De um a cinco empregados: até um estagiário;
·         De seis a dez empregados: até dois estagiários;
·         De onze a vinte e cinco empregados: até cinco estagiários;
·         Acima de vinte e cinco empregados: até 20% de estagiários.
É obrigatório que um empregado da empresa com formação ou experiência profissional oriente e supervisione o estagiário, limitando a dez estagiários para cada empregado supervisionar.
·         Até quatro horas diárias e 20 horas semanais, para estudantes de educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional de educação  de jovens e adultos;
·         Até seis horas diárias e 30 horas semanais, para estudantes do ensino superior, da educação profissional de nível médio e do ensino médio regular.
Cursos que alternam a teoria com a prática poderão ter jornadas de até oito horas diárias e 40 horas semanais. Não é devido ao estagiário pagamento de horas extras ou realização de banco de horas. A lei do estágio não garante férias ao estagiário, conforme o Capitulo IV da CLT.
21. Fale sobre a empresa de trabalho temporário  (Lei 6019 e livro)
R: Deve ser registrada no Ministério do Trabalho. Ela pode quarteirizar o trabalho como toda empresa terceirizada.
22. Quando um grupo de empresas é caracterizado como grupo econômico e como fica a responsabilidade destas empresas na relação de emprego? (Artigo 2, parágrafo 2º.)
R: São solidárias
23. Alteração na estrutura jurídica de uma empresa afeta os direitos adquiridos pelos seus empregados? (Artigo 448)
R: Não afeta. 
24. Quais as normas que regem a terceirização?(Lei 6019)
R: A terceirização pode ser de trabalho temporário, caso em que a empresa deve estar registrada no Ministério do Trabalho. Ou  pode ser de terceirização em geral. A empresa que terceiriza pode quarteirizar. ou seja pode subcontratar serviços de outra.
25. O que é o contrato de trabalho em tempo parcial?  (Artigo 58)
R: 
De acordo com a Lei 13.467/2017 (que alterou o art. 58-A da CLT) o trabalho em regime de tempo parcial passou a ser válido nas seguintes hipóteses:
a) Aquele cuja duração não exceda a 30 (trinta) horas semanais, sem a possibilidade de horas suplementares semanais, ou
b) Aquele cuja duração não exceda a 26 (vinte e seis) horas semanais, com a possibilidade de acréscimo de até seis horas suplementares semanais.
26 Fale sobre o Direito Coletivo de Trabalho (Convenções e acordo coletivos _ Título VI da CLT)
R: Os acordos coletivos estão acima da Convenção Coletiva (artigo 620 - CLT) e estão acima da CLT, podendo negociar as cláusulas contidas no artigo 611-A da CLT, as mesmas que podem ser livre estipuladas por empregado autossuficiente (artigo 444 da CLT) . Por este motivo percebe-se que o Direito Coletivo perdeu muito de seu caráter normativo de proteção ao trabalhador. No entanto os Princípios do Direito do Trabalho continuam estabelecidos.