POSTAGEM 2 PEOP
13 pág.

POSTAGEM 2 PEOP


DisciplinaPráticas de Ensino II27 materiais70 seguidores
Pré-visualização2 páginas
LICENCIATURA EM GEOGRAFIA
PRÁTICA DE ENSINO: OBSERVAÇÃO E PROJETO 
POSTAGEM 2: ATIVIDADE 2 PROJETO DE TRABALHO 
 APROVEITAMENTO PEDAGÓGICO DE UM
 AMBIENTE NÃO ESCOLAR 
Nome: | RA: 
Polo Tatuapé 
 2018
PROJETO DE TRABALHO - APROVEITAMENTO PEDAGÓGICO DE UM AMBIENTE NÃO ESCOLAR
Trabalho apresentado à Universidade Paulista \u2013 UNIP EaD, referente ao curso de graduação em Geografia, como um dos requisitos para a avaliação na disciplina Prática de Ensino: Observação e Projeto.
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO..............................................................................................04
2. OBJETIVOS..................................................................................................05 
2.1 OBJETIVO GERAL.....................................................................................05 
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS......................................................................05
3. DESENVOLVIMENTO.................................................................................05 
3.1 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA.......................................................................05 
3.2 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS..................................................06 
 3.2.1 Ambientes e público-alvo..............................................................06 
 3.2.2 Disciplinas, conteúdos e conceitos envolvidos..........................06
 3.2.3 Propostas de ação e estratégias didáticas..................................07
 3.2.4 Tempo de duração do projeto e cronograma..............................09 
4. AVALIAÇÃO ..............................................................................................10 
4.1 RESULTADOS ESPERADOS..................................................................09 5.CONSIDERAÇÕES FINAIS ........................................................................10 REFERÊNCIAS...............................................................................................11
INTRODUÇÃO
Neste projeto de aproveitamento do ambiente não escolar os temas abordados serão integrados com as disciplinas de Geografia, História e Arte. Optou-se pelo local Sesc Itaquera, para desenvolvimento do projeto devido ser um local de preservação da Mata Atlântica, onde se permite aos estudantes ter contato com a natureza, além de locais que podem ser utilizados para recreações, exposições, vivencias entre outros. 
O ambiente não-escolar se diferencia da escola, pois não possui o interesse de promover a educação diretamente, ou seja, a educação não é seu principal objetivo, mas é fundamentada nela que se desenvolve suas estruturas, sendo a educação a base que se fundamenta. Concorda-se com Libâneo (2002, p. 33) quando diz que:
 O campo do educativo é bastante vasto, uma vez que a educação ocorre em muitos lugares e sob variadas modalidades: família, no trabalho, na rua, na fábrica, nos meios de comunicação, na política, na escola. Ou seja, ela não se refere apenas às práticas escolares, mas a um imenso conjunto de outras práticas educativas. Ora, se há uma diversidade de práticas educativas, há também uma diversidade de pedagogias: a pedagogia familiar, a pedagogia sindical, a pedagogia dos meios de comunicação, a pedagogia dos movimentos sociais etc., e também, obviamente, a pedagogia escolar. Ora, se existem ambientes além do escolar onde.
Nesse projeto a Escola Municipal CEU \u2013 Centro Educacional Unificado Jambeiro juntamente com alunos do Ensino Fundamental, do 6° e 7° ano estarão tendo a compreensão, conscientização e valorização que devemos preservar o meio ambiente.
 
OBJETIVOS
OBJETIVO GERAL
Promover a conscientização dos estudantes em relação a ação humana, como tem modificado os biomas brasileiros, relacionando com as disciplinas de Geografia, História e Artes, e dessa forma conhecer as causas do desmatamento, além da refletirem e se conscientizarem de alternativas que podem ser adotadas pelos povos tradicionais para sobreviver e proteger os biomas. Mostrar como pequenas atitudes cotidianas podem contribuir para preservação do meio ambiente, sendo a ação individual ou coletiva, resultando que os alunos sejam multiplicadores dos conhecimentos adquirido.
OBJETIVOS ESPECIFICOS
Mostrar que os conhecimentos no ambiente não escolar podem proporcionar amplo conhecimento;
Buscar dentro de fatos verídicos da história a proporção das causas do desmatamento nos dias atuais;
Integrar as disciplinas para agregar conhecimentos, com alternativas que integrem para conservação e preservação do meio ambiente;
Capacitar ao aluno colocar em prática conhecimentos adquiridos.
DESENVOLVIMENTO 
REVISÃO BIBLIOGRAFICA
Para um melhor aproveitamento sobre questionamentos e necessidades de uma expansão de áreas educacionais, o aluno podendo ter a possibilidade de contextualizar sobre os conteúdos aprendido em sala de aula, resultando em uma aprendizagem significativa e não só apenas mecânica, para Ausubel ( apud, Santo mé, 1998, p.42): 
[\u2026] os alunos devem possuir previamente algumas ideias inclusoras, o que é a mesma coisa, teorias, tarefas nas quais estão envolvidos. Deste modo, existem mais possibilidades de promover a motivação pela aprendizagem e é mais fácil comprometer afetivamente as pessoas que aprendem, assim como gerar autoconfiança em si mesmas. 
O aprendizado fora do ambiente escolar tem como objetivo de facilitar a aprendizagem do aluno no processo de aquisição de conhecimento, e assim relacionar o conteúdo adquirido em sala de aula para realidade que está inserido. Essa preocupação em trazer os conteúdos aprendidos em sala de aula pode ser contextualizada, da mesma forma que da disciplina Geografia vem afirmada em Kaercher (2007, p.78) 
quando assegura que: se trabalharmos a partir de coisas próximas a eles e explicarmos a lógica que ordena a organização dos espaços, então nossos alunos poderão integrar \u2013 se com facilidade as novidades, porque construíram operações mentais que os deixaram em condições de fazer relações entre esta e aquela escola, porque lhes demos as ferramentas para eles construírem seu conhecimento, enfim porque eles relacionarão suas aulas com a vida, farão relações entre escola e vida, geografia e natureza, geografia e sua cidade, enfim geografia e seu cotidiano.
Dessa forma o processo histórico fazendo inter-relação dos princípios de continuidade compreendendo que o passado evoluiu de como o presente evolui para o futuro de forma continua e atual que contribui para construção da cidadania. Com essa concepção dos acontecimentos históricos temos por consciência trazer a realidade atual como estão geograficamente a situação do meio ambiente Brasileiro, que sofre alterações das mais diversas, sendo uma delas o desmatamento.
3.2 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
 3.2.1 Ambientes e público-alvo
O público destinado para realização desse projeto serão os alunos do 6° e 7° ano do Ensino fundamental(aproximadamente 45 alunos), da Escola Municipal CEU \ufffd\ufffd\ufffd Centro Educacional Unificado Jambeiro localizado Avenida: José Pinheiro Borges, 60, Guaianases, São Paulo \u2013 SP. O ambiente não escolar escolhido para realizar o projeto será Sesc Itaquera, localizado na Avenida: Fernando Espirito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera, São Paulo \u2013 SP, na área externa nomeado de Parque lúdico serão desenvolvidas as atividades devido ter aproximação ao assunto que será abordado no projeto e pelo espaço recreativo. A unidade oferece mais de 200 mil m² de área verde com horta e viveiro de plantas, uma parte da mata é preservada. Atividades culturais, recreativas e esportivas acontecem por toda a unidade.
3.2.2 Disciplinas, conteúdos e conceitos envolvidos
História: História do desmatamento;
Geografia: Conceituar o que é desmatamento ou desflorestamento; 
Artes: Pesquisar fotos, pinturas que abordem sobre desmatamento e correlato.
Propostas de ação e estratégias didáticas
1° Etapa Desenvolvimento na Escola Municipal CEU \u2013 Centro Educacional