A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Aol 2 Introdução a Nutrição

Pré-visualização | Página 1 de 1

Parte superior do formulário
Para ter boa saúde, dentre outras medidas, é necessário ter uma alimentação balanceada. Você já ouvir falar de alimentos energéticos, reguladores e construtores? Eles fazem parte da pirâmide alimentar, que nada mais é do que uma representação gráfica da maneira correta de consumir todos os grupos de nutrientes no dia a dia, visando uma alimentação saudável e equilibrada. Você sabe o que são alimentos construtores, energéticos e reguladores? Dê exemplos de cada. Compartilhe conosco. Bom debate!
	
Alimentos construtores: São aqueles que auxiliam no crescimento do corpo durante a infância e adolescência. se destaca pela responsabilidade de manter o organismo funcionamento corretamente, por fortalecer e regenerar os tecidos musculares, cuidar do sistema imunológico, ajudar a cicatrizar ferimentos e muito mais.
São ricos em proteína, como: 
· Carnes, peixes e frango;
· Ovo;
· Leite e derivados, como iogurte e queijo;
· Leguminosas, como amendoim, feijão, soja, lentilha e grão-de-bico;
· Quinoa;
· Oleaginosas, como castanha de caju, amêndoas, avelã e nozes;
· Sementes, como gergelim e linhaça.
São indispensáveis aos que desejam realizar uma dieta saudável, rica em nutrientes, e, sobretudo, aos que querem desenvolver a musculatura.
Desempenham funções como: 
· Permitir o crescimento durante a infância e adolescência;
· Construir células do sangue e de todos os tecidos do organismo;
· Estimular o crescimento da massa muscular;
· Cicatrizar tecidos após ferimentos, queimaduras e cirurgias;
· Fortalecer o sistema imunológico;
· Evitar a perda de massa muscular durante a velhice;
· Formar o bebê durante o período gestacional.
Alimentos energéticos: são aqueles alimentos ricos em carboidratos, como: pães, batatas e arroz. São grandes fornecedores de energia, que auxiliam na pratica de exercícios.
Fazem parte do grupo:
· Cereais: arroz, milho, cuscuz, macarrão, quinoa, cevada, centeio, aveia;
· Tubérculos e raízes: batata inglesa, batata doce, mandioca, macaxeira, inhame;
· Alimentos à base de trigo: pães, bolos, macarrão, biscoitos;
· Leguminosas: feijão, ervilha, lentilha, soja, grão-de-bico;
· Mel de abelha.
Alimentos reguladores: São alimentos ricos em vitaminas e sais minerais, que regulam a digestão e circulação proporcionando o bom funcionamento do intestino, atuando sobre o sistema imunológico.
São alimentos de origem vegetal e são chamados de alimentos reguladores por fornecer água ao organismo, fibras, vitaminas e minerais, que ajudam a manter o corpo saudável, e protege de doenças como a anemia ou queda de cabelo, ou ate mesmo doenças virais oportunistas como a gripe entre outros.
Exemplos de alimentos reguladores: frutas e hortaliças entre outros.
Como são fontes importantes de vitaminas, minerais, água e fibras, os alimentos reguladores conseguem manter o corpo e a pele hidratada, regular o funcionamento do intestino, combatendo a prisão de ventre e a diarreia, além de manter o cabelo nutrido e brilhante sem apresentar queda. Além disso, os alimentos reguladores conseguem manter as unhas sem fungos e com bom crescimento e força.
Os alimentos reguladores também promovem a saúde dos olhos, permitindo que a pessoa enxergue mesmo à noite e com pouca luz, além disso a água e os demais nutrientes conseguem ser distribuídos corretamente por todo o corpo, fazendo com que os músculos recebam nutrientes suficientes para manter a pessoa de pé e possibilitar a realização de atividade física, como corrida ou caminhada, por exemplo.
Além disso, é por causa das vitaminas e minerais presentes nos alimentos reguladores que as crianças crescem e se desenvolvem normalmente, podendo chegar à idade adulta com os seus órgãos reprodutores saudáveis e sem problemas na produção hormonal
Os alimentos reguladores fazem parte do segundo nível da pirâmide e devem ser consumidos em menor quantidade se relacionados aos energéticos, mas em grandes porções se comparados aos seus benefícios. Afinal, de uma forma geral são ricos em vitaminas A, B, C, D, E, K, fibras e sais minerais.
Parte inferior do formulário
https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/alimentos-energeticos-construtores-e-reguladores-entenda-cada-um-desses-grupos_a11410/1
https://www.tuasaude.com/alimentos-construtores/
https://www.tuasaude.com/alimentos-energeticos/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Alimentos_reguladores
Amei a pirâmide alimentar! 
Ela é uma espécie de "guia da boa alimentação". Criado pelo Ministério da Saúde em 1999, cada parte da pirâmide representa um grupo de alimentos e o número de porções recomendadas diariamente. Ou seja, os elementos presentes na parte mais larga do gráfico devem ser consumidos em maior quantidade. E os que preenchem o topo, em menor quantidade.
No terceiro e quase último nível da pirâmide (fica apenas abaixo do topo) temos os alimentos construtores! Esse grupo se destaca pela responsabilidade de manter o organismo funcionamento corretamente, por fortalecer e regenerar os tecidos musculares, cuidar do sistema imunológico, ajudar a cicatrizar ferimentos e muito mais.
Os 
Os alimentos construtores esta no terceiro e quase ultimo nível da pirâmide alimentar, se destaca por manter o organismo funcionando corretamente, por fortalecer e regenerar os tecidos musculares, cuidar do sistema imunológico, ajudar a cicatrizar ferimentos e muito mais,