A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
DP Hemoterapia e Banco de Sangue

Pré-visualização | Página 1 de 4

2º
	Em relação à hemoterapia, é correto afirmar que:
	A 
	a hemovigilância consiste em um sistema de avaliação e alerta, organizado com o objetivo de recolher informações para normatizar o ato de hemoterapia.
	B 
	antes de se prescrever o sangue ou hemocomponentes a um paciente, é essencial sempre medir os riscos transfusionais potenciais.
	C 
	a Comissão Nacional de Hemoterapia foi criada apenas na década de 1980.
	D 
	a hemoterapia foi criada no Brasil em 1990.
	E 
	na rotina transfusional, as provas de compatibilidade e de pesquisa de anticorpos irregulares só eram feitas obrigatória e inicialmente nas amostras de sangue do receptor.
B - Antes de se prescrever o sangue ou hemocomponentes a um paciente é essencial sempre medir os riscos transfusionais potenciais e compará-los com os riscos que se tem ao não se realizar a transfusão.
	A Portaria CNH 4/69 foi a primeira regulamentação técnica da prática hemoterápica, determinando, entre outras coisas, a obrigatoriedade de realização de:
	A 
	pesquisa de hepatites.
	B 
	testes de tipagem ABO e RhD.
	C 
	testes de tipagem ABO.
	D 
	testes de RhD.
	E 
	estudo de tempo de coagulação.
B - A Portaria CNH 4/69, que determinava entre outras coisas a obrigatoriedade de realização dos testes de tipagem ABO e RhD nas amostras de sangue do doador e do receptor, medida que visava à redução do risco de reação hemolítica aguda.
3º
	De acordo com a Portaria MS nº 1.353, de 13.06.2011 o limite para a primeira doação de sangue será de:
	A 
	60 anos, 11 meses e 29 dias.
	B 
	67 anos, 11 meses e 29 dias
	C 
	59 anos, 11 meses e 29 dias
	D 
	64 anos, 11 meses e 29 dias
	E 
	65 anos, 11 meses e 29 dias
A
	Quanto ao procedimento de coleta de sangue, avalie as afirmações abaixo:
I. O volume admitido por doação é de 450ml ± 10% ml, não devendo exceder mais de 525mL de sangue total coletado, considerando-se o volume da amostra extraído para a realização dos exames laboratoriais.
II. A coleta de sangue deve ser realizada em condições assépticas, mediante uma só punção venosa, em bolsas plásticas, mantendo o sistema fechado, realizada por profissionais de saúde capacitados, sob supervisão de médico ou enfermeiro.
III. Se for necessária a realização de mais de uma punção, a bolsa de coleta pode ser reutilizada.
IV. As amostras para os testes laboratoriais devem ser coletadas apenas na primeira doação do candidato.
V. O tempo de coleta deve ser registrado, não devendo ser superior a 15 minutos com processos de homogeneização do sangue coletado e anticoagulante da bolsa plástica.
	A 
	Apenas a afirmação I.
	B 
	Apenas as afirmações I, II e V.
	C 
	Apenas I, II e IV.
	D 
	Todas estão corretas.
	E 
	Todas estão erradas.
B
	É obrigatória a realização de exames laboratoriais de alta sensibilidade a cada doação, para detecção de marcadores para as seguintes infecções transmissíveis pelo sangue, exceto:
	A 
	HIV.
	B 
	sífilis.
	C 
	malária.
	D 
	HTLV I/II
	E 
	doença de Chagas.
C
	Em relação à plaquetaférese avalie se as afirmativas a seguir são verdadeiras (V) ou falsas (F):
I. Deve-se realizar uma contagem de plaquetas em todos os candidatos à doação por plaquetaférese.
II. O intervalo mínimo entre duas plaquetaféreses em um doador é de 72 horas.
III. Um mesmo doador pode realizar doações, no máximo, 4 vezes por mês e 24 vezes por ano. IV. Se um doador de plaquetas por aférese doar uma unidade de sangue total, ou se a perda de hemácias durante o procedimento for superior a 200 ml, devem transcorrer pelo menos oito semanas, antes que um novo procedimento de plaquetaférese seja realizado.
As afirmativas I, II, III e IV são respectivamente:
	A 
	V, F, V, V.
	B 
	V, F, F, F.
	C 
	F, V, V, F.
	D 
	V, F, V, F.
	E 
	F, F, V, V.
D
	Quanto aos níveis de hemoglobina, o valor mínimo aceitável para que mulheres sejam aptas a doação de sangue é:
	A 
	Hb =11,5g/dL.
	B 
	Hb =12,0g/dL.
	C 
	Hb =13,5g/dL.
	D 
	Hb =12,5g/dL.
	E 
	Hb =13,0g/dL.
D 
	São considerados inaptos definitivos para doação de sangue os candidatos que:
	A 
	tenham feito piercing, tatuagem ou maquiagem definitiva, sem condições de avaliação quanto à segurança do procedimento realizado.
	B 
	sejam parceiro sexual de pacientes com história de transfusão de hemocomponentes ou derivados.
	C 
	tenham antecedente de compartilhamento de seringas ou agulhas.
	D 
	possuam histórico de encarceramento ou confinamento obrigatório não domiciliar superior a 72 horas durante os últimos 12 meses.
	E 
	tenham feito sexo em troca de dinheiro ou de drogas ou seus respectivos parceiros sexuais.
C
	O processo sistemático, destinado à produção de hemocomponentes, que abrange as atividades de captação e seleção do doador, triagem clínico-epidemiológica, coleta de sangue, triagem laboratorial das amostras de sangue, processamento, armazenamento, transporte e distribuição é chamado de:
	A 
	hemovigilância.
	B 
	ciclo do sangue.
	C 
	hemorrede.
	D 
	banco de sangue.
	E 
	retrovigilância.
B
	O intervalo mínimo entre a realização de duas plaquetaféreses é de:
	A 
	24 horas.
	B 
	48 horas.
	C 
	36 horas.
	D 
	12 horas.
	E 
	72 horas.
B
	Algumas vezes a doação de sangue pode ocorrer fora dos serviços de hemoterapia e medidas devem ser tomadas para que se disponha de condições o mais próximo possível do ideal. Neste caso, não é recomendado:
	A 
	Verificar que as condições de iluminação, ventilação, limpeza e disponibilidade de água sejam adequadas.
	B 
	Realizar testes de equipamentos no local.
	C 
	Realizar a coleta sem visitação prévia ao local pretendido.
	D 
	Prever locais para lanche do doador e da equipe, para a coleta do sangue e para o atendimento de emergências.
	E 
	Preparar os recursos necessários para a conservação e transporte do sangue coletado.
C
	Sobre a coleta de sangue não é correto afirmar que:
	A 
	 O volume máximo a ser coletado é de 8ml/kg de peso para mulheres e 9ml/kg de peso para homens, que corresponde a 450ml ± 45ml por doação.
	B 
	O sistema de coleta é um sistema fechado, formado por uma bolsa de coleta que contém uma solução conservante e anticoagulante e que está ligada a outras bolsas denominadas bolsas-satélites.
	C 
	A veia mediana é a de primeira escolha para punção venosa.
	D 
	A punção venosa deve ser realizada logo após o uso do antisséptico, sem esperar a secagem do produto.
	E 
	O sistema de coleta deve possuir rótulo de identificação informando o nome do fabricante, o material de que foi fabricado, a composição e o volume da solução anticoagulante e aditiva (se houver) e o número do lote de fabricação.
D
	NÃO é um exemplo de reação adversa relacionada à punção venosa:
	A 
	Equimose.
	B 
	Dor no braço.
	C 
	Alergia local.
	D 
	Flebite.
	E 
	Fadiga.
E
	A aférese é o processo de retirada do sangue de um indivíduo, doador ou paciente, com separação de seus componentes por um equipamento próprio. É uma desvantagem desse tipo de procedimento:
	A 
	Maior risco de contaminação bacteriana.
	B 
	Maior tempo de coleta.
	C 
	Menor aproveitamento da coleta.
	D 
	Menor custo do procedimento.
	E 
	Maior exposição do paciente a doadores.
B
	O intervalo mínimo entre uma doação de sangue total e outra é de:
	A 
	6 meses, não excedendo 2 doações por ano.
	B 
	4 meses, não excedendo 2 doações por ano.
	C 
	2 meses para homens e 3 meses para as mulheres, não excedendo 4 e 3 doações por ano, respectivamente.
	D 
	3 meses para homens e 5 meses para mulheres, não excedendo 3 e 2 doações por ano, respectivamente.
	E 
	1 mês para homens e 2 meses para as mulheres, não excedendo 6 doações por ano.
C
	Em relação à coleta do sangue, é correto afirmar que:
	A 
	uma forma de coleta de sangue de menor complexidade é a aférese.
	B 
	a coleta do sangue pode ocorrer de duas formas, sendo a mais comum a coleta do sangue total.
	C 
	o volume médio normalmente colhido é de 600 mililitros.
	D 
	durante a coleta, a bolsa deverá ser movimentada a partir de colhidos 200 mililitros.
	E 
	a pesquisa de anticorpos irregulares é feita duas horas após a

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.