A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Módulo DRAMA - Problema 1 - Leptospirose Fisiopatogenia, Diagnóstico, Quadro Clínico, Tratamento

Pré-visualização | Página 1 de 3

Thaís Pires
2
Problema 1
1. Identificar a relação entre o destino dos resíduos (lixos domiciliares, industriais, hospitalares e outros) e a inserção do homem nestes ambientes;
RESÍDUO é tudo aquilo que não foi aproveitado nas atividades de indústrias, comércios e residências, como o lixo e demais materiais e que devem ser descartados. Podem ser orgânicos (como restos de alimento) ou não (derivados de materiais como plástico, vidro e metal, por exemplo).
Em 2010, foi instituída a POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS, classificando-os quanto a:
1. Origem
a. Resíduos Domiciliares – originários de atividades domésticas em residências urbanas
b. Resíduos de Limpeza Urbana – originários da varrição, limpeza de logradouros e vias públicas, i.e., serviços de limpeza urbana
c. Resíduos Sólidos Urbanos – engloba o a e o b
d. Resíduos de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço – os que são gerados nessas atividades
e. Resíduos Industriais – gerados nos processos produtivos e nas instalações industriais
f. Resíduos de Serviços de Saúde – gerados nos serviços de saúde
g. Resíduos da Construção Civil – gerados nas construções, reformas, reparos e demolições de obras de construção civil, incluídos os resultantes da preparação e escavação de terrenos para obras civis
2. Periculosidade 
a. Resíduos Perigosos – aqueles que, em razão de suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade, patogenicidade, carcinogenicidade, teratogenicidade e mutagenicidade, apresentam significativo risco à saúde pública ou à qualidade ambiental
b. Resíduos Não Perigosos – aqueles que não se enquadram nos perigosos (kk)
A ABNT elaborou um conjunto de normas para CLASSIFICAÇÃO e PADRONIZAÇÃO dos tipos de resíduos sólidos quanto aos seus RISCOS POTENCIAIS ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser DESTINADOS CORRETAMENTE
1. Classe 1 – PERIGOSOS – em função da sua característica de INFLAMABILIDADE, CORROSIVIDADE, REATIVIDADE, TOXICIDADE e PATOGENICIDADE, podem apresentar risco à saúde pública, provocando ou contribuindo para um aumento de mortalidade ou incidência de doenças esse tipo de resíduo precisa ser INCINERADO ou DISPOSTO EM ATERRO ESPECIAL para resíduos perigosos
2. Classe 2 – NÃO PERIGOSOS – produtos não perigosos (kk), como resíduos de restaurantes, de madeira, metais ferrosos / eles são divididos em subclasses e todas essas podem ser dispostas em ATERROS SANITÁRIOS, com uma atenção para os componentes desses resíduos (orgânica, papel, vidro, metal) a fim de se observar uma possível RECICLAGEM!
a. Classe 2A – NÃO INERTES – podem ter propriedades como ser BIODEGRADÁVEL, COMBUSTÍVEL ou SOLÚVEL EM ÁGUA
b. Classe 2B – INERTES – qualquer resíduo que, quando submetido a um contato dinâmico com agua destilada em temperatura ambiente, não tiver nenhum dos seus constituintes solubilizado
O conjunto de ações que objetivam a minimização da geração de lixo e a diminuição da sua periculosidade = FASE DE TRATAMENTO uma forma de torna-los menos agressivos para a disposição final, diminuindo, quando possível, o seu VOLUME / Dentre as formas de tratamento:
	Compostagem – processo pelo qual a matéria orgânica PUTRECÍVEL é degradada biologicamente, obtendo-se um produto que pode ser usado como ADUBO / Essa compostagem pode ser feita em domicílio ou em unidades de compostagem! A viabilização desse processo em larga escala é complexa, uma vez que não há uma separação do lixo orgânico o contato com outros resíduos sólidos causa CONTAMINAÇÃO DO MATERIAL ORGÂNICO por coliformes fecais, salmonelas e estreptococos fecais, entre outros microorganismos patogênicos
	Incineração - É a transformação da maior parte dos resíduos em gases, através da queima em altas temperaturas (acima de 900º C), em um ambiente rico em oxigênio, por um período pré-determinado, transformando os resíduos em MATERIAL INERTE e diminuindo sua massa e volume / Os incineradores são dotados de FILTROS, evitando a dispersão de gases tóxicos na atmosfera (teoricamente), sendo a irregularidade dessa filtragem o principal motivo pelo qual centros de incineração estão sendo desativados! Além do CO2 e do vapor de água, outros gases são produzidos, incluindo diversas substâncias tóxicas, como metais pesados Entre elas, destacam-se as DIOXINAS E OS FURANOS, classificados como poluentes orgânicos persistentes – POPs, que são tóxicos, cancerígenos, resistentes à degradação e acumulam-se em tecidos gordurosos (humanos e animais) BIOCUMULATIVOS Esses poluentes são transportados pelo ar, água e pelas espécies migratórias, sendo depositados distante do local de sua emissão, onde se acumulam em ecossistemas terrestres e aquáticos Daí a importância da regularidade de centros de incineração – quando há a simples queima do lixo, o homem é exposto a essas DIOXINAS, causando problemas para toda a cadeia alimentar
	Pirólise – diferentemente da incineração, na pirólise há queima na AUSÊNCIA DE OXIGÊNIO em um ambiente fechado
	Reciclagem – reaproveitamento dos componentes dos resíduos de forma a resguardar as fontes naturais e conservar o meio ambiente / Como TODO TRATAMENTO PRODUZ UM REJEITO (material que não pode ser utilizado), a disposição final em aterros é imprescindível para TODO TIPO DE TRATAMENTO
1) A RECICLAGEM QUÍMICA que consiste em transformar os plásticos em produtos petroquímicos básicos. Assim, são recuperados os componentes químicos individuais que servem para produção de novos plásticos.
2) A RECICLAGEM MECÂNICA que consiste em produzir grânulos que podem ser utilizados na fabricação de mangueiras, pisos e sacos de lixo.
	Aterro Sanitário - um método de aterramento dos resíduos em terreno preparado para a colocação do lixo, de maneira a causar o MENOR IMPACTO AMBIENTAL POSSÍVEL - As vantagens do aterro sanitário são a viabilidade do processo, a possibilidade de receber diversos tipos e diversas quantidades de lixo e, acima de tudo, a utilização posterior dessas áreas, como parques, por exemplo
· o SOLO é protegido por uma manta isolante (chamada de geomembrana) ou por uma camada espessa de argila compactada, impedindo que os líquidos poluentes, lixiviados ou chorume, se infiltrem e atinjam as águas subterrâneas;
· são colocados dutos captadores de gases (drenos de gases) para impedir explosões e combustões espontâneas, causadas pela decomposição da matéria orgânica. Os gases podem ser queimados para evitar sua dispersão na atmosfera;
· é implantado um sistema de captação do chorume, para que ele seja encaminhado a um sistema de tratamento; Chorume é o nome que se dá aos produtos da decomposição de matéria orgânica oriunda do lixo, já em estado de putrefação, misturada à água da chuva e que exala um cheiro desagradável
· as camadas de lixo são compactadas com trator de esteira, umas sobre as outras, para diminuir o volume, e são recobertas com solo diariamente, impedindo a exalação de odores e a atração de animais, como roedores e insetos;
· o acesso ao local deve ser controlado com portão, guarita e cerca, para evitar a entrada de animais, de pessoas e a disposição de resíduos não autorizados
· Nos aterros sanitários, o lixo é separado e acondicionado em locais específicos. 
Aterro Controlado - não é considerado uma forma adequada de disposição de resíduos porque os problemas ambientais de contaminação da água, do ar e do solo não são evitados, já que não são utilizados todos os recursos de engenharia e saneamento que evitariam a contaminação do ambiente representa uma alternativa melhor do que os lixões, e se diferenciam destes por possuírem a COBERTURA DIÁRIA DOS RESÍDUOS COM SOLO E O CONTROLE DE ENTRADA E SAÍDA DE PESSOAS
Unidades de Segregação – prevê a instalação de um galpão para a TRIAGEM manual dos resíduos em esteira / Quando o município realiza a coleta seletiva, os resíduos já chegam separados (reciclável/orgânico)
Lixão - área onde os resíduos de diversas origens são DEPOSITADOS A CÉU ABERTO. / Não há separação prévia de materiais e nem qualquer tipo de controle ambiental; leva substâncias tóxicas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.