A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
DOENÇA HEPÁTICA ALCOÓLICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

DOENÇA HEPÁTICA ALCOÓLICA (DHA) 
EPIDEMIOLOGIA 
• 3,3 milhões de mortes por ano 
• Mortes atribuídas ao álcool: cirrose, doenças cardiovasculares, acidentes, doenças gastrointestinais, cânceres 
DEFINIÇÕES EM RELAÇÃO AO CONSUMO 
• Dose padrão = 10g de álcool 
• Bebida nociva: uso de álcool está causando danos à saúde física ou mental 
• Consumo exagerado: >60g de álcool puro em uma ocasião 
• Bebedeira (binge drinking): consumo em 2h de > 4 drinks para mulheres e > 5 drinks para homens 
FISIOPATOLOGIA 
O álcool atua como indutor inflamatório sistêmico → 
modificações enzimáticas mitocondriais → estímulo a produção 
de interleucinas e citocinas inflamatórias 
QUADRO CLÍNICO 
Diversificado: 
• Distúrbios relacionados ao álcool – padrão de uso 
abusivo que comprometa o dia a dia ou cause sofrimento 
→ DSM-V 
→ documentação do consumo regular de álcool 
• > 20g/dia para mulheres, >30g/dia para homens 
→ buscar sinais de lesão hepática: clínica, laboratoriais, imagem 
• Contratura de Dupuytren: espessamento da fáscia de 
músculos do 3º, 4 e 5º dedo, levando a contratura 
• Hipertrofia das parótidas 
Triagem: hepatograma (TGO, TGP, GGT), elastografia (Fibroscan, 
determina a quantitade de fibrose e esteatose) → se alteração → 
ultrassom 
Investigar outras causas de hepatopatia: sorologias para HBV e 
HCV, marcadores de autoimunidade, transferrina, IST, alfa-1-
antitripsina 
Suspeita de fibrose avançada ou cirrose: albumina, INR, BT e 
frações, plaquetas, EDA 
OBS. - INDICAÇÕES DE BIÓPSIA: diagnóstico inconclusivo, suspeita de outra hepatopatia sobreposta, estadiamento 
(esteatose → esteatohepatite → cirrose) 
→ manifestações extra-hepáticas: pancreatopatia, cardiomiopatia dilatada, neuropatia periférica simétrica 
TRATAMENTO 
• Cessar etilismo 
• Tratar comorbidades 
• Suporte nutricional 
• Profilaxia para complicações da cirrose 
• Avaliar transplante: principalmente se doença hepática avançada 
HEPATITE ALCÓOLICA (agudização de hepatite crônica) 
Clínica: icterícia, febre, mal estar 
Laboratório: TGO(AST) > TGP(ALT) 
• GGT 
• Leucocitose 
• Macrocitose 
• Plaquetopenia 
CONDUTA 
1. Avaliação da gravidade 
2. Cessação do álcool: atenção aos sintomas de 
abstinência 
3. Corticoterapia: se Maddrey > 32 → 
prednisolona 40mg/dia 
Após 7 dias de corticoterapia, reavaliar usando score 
de Lillie. Se < 0,45, manter o tto até o 28º dia, se > 
0,45, suspender tratamento e considerar transplante. 
4. Suporte nutricional: controle da desnutrição, 
suplementação com complexo B → risco de Wernnicke 
5. Vigilância para descompensações: infecções, encefalopatia, ascite, lesão renal