A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Enzimas | BIOQUÍMICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

(
Enzimas
)Bioquimíca
Proteínas que catalisam reações químicas as quais ocorrem em seres vivos.
Elas aceleram a velocidade das reações, o que contribui para o metabolismo. Sem as enzimas, muitas reações seriam extremamente lentas. Durante a reação, as enzimas não mudam sua composição e também não são consumidas. Assim, elas podem participar várias vezes do mesmo tipo de reação, em um intervalo de tempo pequeno.
Quase todas as reações do metabolismo celular são catalisadas por enzimas. Um exemplo da atividade das enzimas ocorre no processo de digestão. Graças à ação das enzimas digestivas, as moléculas dos alimentos são quebradas em substâncias mais simples.
A eficiência de uma molécula de enzima é muito grande. Estima-se que, em geral, uma molécula de enzima seja capaz de converter 1000 moléculas de substrato em seus respectivos produtos, isso em apenas 1 minuto.
Funcionamento
Cada enzima é específica para um tipo de reação. Ou seja, elas atuam somente em um determinado composto e efetuam sempre o mesmo tipo de reação.
O composto sobre o qual a enzima age é genericamente denominado substrato. A grande especificidade enzima-substrato está relacionada à forma tridimensional de ambos.
A enzima se liga a uma molécula de substrato em uma região específica denominada sitio de ligação. Para isso, tanto a enzima quanto o substrato sofrem mudança de conformação para o encaixe.
Eles se encaixam perfeitamente como chaves em fechaduras. A esse comportamento damos o nome de Teoria da Chave-Fechadura.
Temperatura: condiciona a velocidade da reação. Temperaturas extremamente altas podem desnaturar as enzimas.
pH: cada enzima possui uma faixa de pH considerada ideal.
Tempo: mais tempo em contato com o substrato, mais produtos produzidos.
Concentração da enzima e substrato: maior a concentração da enzima e do substrato, maior a velocidade da reação.
Classificação
1. Oxido-redutases: reações de transferência de elétrons.
2. Transferases: transferência de grupos funcionais.
3. Hidrolases: reações de hidrólise.
4. Liases: reações de quebra de ligações covalentes e a remoção de moléculas de água, amônia e gás carbônico.
5. Isomerases: reações de interconversão entre isomeros ópticos ou geométricos.
6. Ligases: reações de formação de novas moléculas a partir da ligação entre duas pré-existentes.
Tipos
· Catalase: decompõe peróxido de hidrogênio;
· DNA polimerase: catalisa a duplicação;
· Lactase: facilita a hidrólise da lactose;
· Lipase: facilita a digestão de lipídios;
· Protease: atuam sobre as proteínas;
· Urease: facilita a degradação da ureia;
· Amilase: atua na degradação do amido na boca, transformando-o em maltose;
· Pepsina: atua sobre proteinas;
· Tripsina: degradação de proteínas que não foram digeridas no estômago.