A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
REGIMES E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS - APOL 1 - QUINTA TENTATIVA

Pré-visualização | Página 3 de 5

Esses arranjos dão origem aos regimes internacionais, podendo ser definidos como “um conjunto de princípios, normas, regras e procedimentos decisórios em torno dos quais as expectativas dos atores convergem em uma área temática” (KRASNER, 1982, p. 1). O regime de comércio, como já citado, o regime monetário e o regime de navegação nos mares são exemplos de regimes formados a partir de arranjos internacionais que guiam cada uma dessas práticas
Referência: Rota de aprendizagem da aula 1. Regimes e Organizações Internacionais com a profa. Prof.ª Devlin Biezus. Tema 3: Organizações Internacionais: Conceitos Chaves.
	
	B
	Os Regimes Internacionais podem ser compreendidos como o processo de criação de instâncias internacionais de discussão sobre o melhor funcionamento das Organizações Internacionais.
	
	C
	Os Regimes Internacionais podem ser definidos como a reunião de Estados nacionais que possuem condições materiais de delimitar como a política internacional irá funcionar.
	
	D
	Os Regimes Internacionais são compreendidos como o agrupamento de atores da sociedade civil em fóruns internacionais de discussão sobre os limites do poder e da ação estatal.
	
	E
	Os Regimes Internacionais podem ser definidos como o aglomerado de normas jurídicas responsáveis por regular e gerir a política internacional.
Questão 6/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Leia o texto abaixo:
“No âmbito da OMC, as cláusulas compensatórias para países em desenvolvimento foram reduzidas, mesmo havendo mais membros do sul global em comparação ao GATT. Em um contexto de fim da Guerra Fria e expansão do liberalismo, o entendimento da OMC era de que o mero desenvolvimento comercial seria suficiente para reduzir os níveis de desigualdade econômica nas relações Norte-Sul (MANE, 2005) ”.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 4. Regimes e Organizações Internacionais com a profa. Prof.ª Devlin Biezus. Tema 4: O Papel dos Países em Desenvolvimento nas Coalizões na OMC.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, assinale a alternativa que indica, corretamente, dois assuntos nos quais os interesses dos países em desenvolvimento tendem a convergir no âmbito das negociações da OMB:
Nota: 10.0
	
	A
	Segurança humana e pacificação de conflitos.
	
	B
	Política espacial e política nuclear.
	
	C
	Saúde Pública e Agricultura.
Você acertou!
Para que os países em desenvolvimento pudessem negociar com mais eficácia, foram realizadas coalizões dentro do âmbito da OMC. Um exemplo paradigmático de um caso de sucesso que uma coalização teve a seu favor foi a negociação sobre os regulamentos da propriedade intelectual no âmbito da saúde pública. Nessa negociação, os países em desenvolvimento obtiveram sucesso ao tratar da quebra de patentes dos medicamentos usados para o tratamento do HIV. Assim, devido a essa negociação, houve uma garantia de que as quebras de patentes não resultariam em uma punição comercial nos casos de saúde pública (ONUKI; AGOPYAN, 2020). Além da questão da saúde pública, a agricultura também é um tema que converge com os interesses dos países em desenvolvimentos e são confrontados pelos países do norte global. O Acordo de Agricultura da OMC foi negociado durante e Rodada
do Uruguai (1986-1994) o qual conta com medidas que auxiliam os produtores agrícolas e trata de questões sobre o acesso aos mercados internacionais. O acordo também trata das barreiras tarifárias existentes sob os produtos agrícolas, com o intuito de diminuir a regulamentação e os subsídios agrícolas (ONUKI; AGOPYAN, 2020). O problema da questão do subsídio agrícola se dá devido à distorção que ele pode causar no comércio internacional. Por exemplo, um Estado pode dar subsídios ao seu setor agrícola e baratear de forma artificial suas commodities. Assim, cria uma vantagem competitiva no mercado internacional.
Referência: Rota de aprendizagem da aula 1. Regimes e Organizações Internacionais com a profa. Prof.ª Devlin Biezus. Tema 3: Organizações Internacionais: Conceitos Chaves.
	
	D
	Proteção de populações nativas e preservação ambiental.
	
	E
	Minimalismo urbano e desenvolvimento ecológico.
Questão 7/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Considere o trecho a seguir:
“Portanto, a ONU se propôs a retomar o sistema de segurança coletiva, apesar de ter sido considerado um fracasso na época da Liga das Nações. Esse sistema, para ser bem-sucedido, deveria estar calcado na adoção de princípios antirrealistas (embora se reconheça o sistema anárquico), como a rejeição ao uso da força para a resolução de conflitos, a atuação coletiva mediante agressão (abrindo mão de uma ação autointeressada) e a confiança mútua entre os atores. Percebe-se que a soberania absoluta é abalada nesse sistema, que exige respostas conjuntas a agressões e limita o uso do direito à força.”
Fonte: Onuki, Janina; Agopyan, Kelly Komatsu. Organizações e Regimes internacionais. Curitiba: InterSaberes, 2021.
Levando em conta os conteúdos discutidos na Aula 3 da disciplina de Regimes e Organizações Internacionais, e a contextualização acima, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa que resume corretamente o objetivo da segurança coletiva
Nota: 10.0
	
	A
	Acessar a causa das guerras
	
	B
	Solucionar as guerras e os conflitos violentos.
	
	C
	Identificar as diferenças entre cooperação e conflito.
	
	D
	Conhecer as variáveis que impactam os conflitos violentos.
	
	E
	Evitar que o uso da força seja empreendido entre os Estados.
Você acertou!
Além da segurança coletiva, outras formas de cooperação nesse âmbito se dão pela formação de alianças e mecanismos de resolução de conflitos violentos, como a mediação e arbitragem, por exemplo. Diferentemente de tais mecanismos, o objetivo da segurança coletiva não é acessar a causa das guerras e conflitos violentos para solucioná-los, mas evitar que o uso da força seja empreendido (HERZ; HOFFMANN, 2004). Ou seja, um mecanismo que funcionasse a priori do desencadeamento de um conflito violento. Nesse sentido, a segurança coletiva pode ser definida como um sistema que é “baseado na ideia da criação de um mecanismo internacional que conjuga compromissos de Estados nacionais para evitar, ou até suprimir, a agressão de um Estado contra o outro” (HERZ; HOFFMANN, 2004, p. 75).
Referência: Rota de Aprendizagem de Regimes e Organizações Internacionais. Aula 3. Tema 1 “O sistema de segurança coletiva pós-2ª Guerra Mundial: a criação da ONU”.
Questão 8/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Leia o texto abaixo:
Em abril de 1994, os representantes das partes contratantes do GATT assinam a Ata Final da Rodada Uruguai, em Marraqueche. Provavelmente, a principal novidade trazida pela Ata foi a criação, em bases concretas, da Organização Mundial do Comércio (OMC), primeira instituição, de fato, responsável pelo trato das questões relativas ao comércio internacional. Fechava-se, assim, uma lacuna que nunca foi muito bem preenchida na ordem internacional do pós-guerra, quando a OIC não entrou em funcionamento.
Fonte: OLIVEIRA, Ivan Tiago Machado. A ordem econômico-comercial internacional: uma análise da evolução do sistema multilateral de comércio e da participação da diplomacia econômica brasileira no cenário mundial. Contexto Internacional, v. 29, n. 2, p. 217-272, Página da citação: 251. 2007
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, análise as afirmações abaixo, que versam sobre a estrutura da Organização Mundial do Comércio (OMC), e depois assinale a alternativa que indica apenas as corretas:
I.A Organização Mundial do Comércio (OMC) buscou romper com os princípios norteadores do GATT e favorecer políticas econômicas internacionais voltadas a inclusão dos países subdesenvolvidos ao comércio global.
II. Os órgãos que compõem a Organização Mundial do Comércio (OMC) são a Conferência Ministerial, o Secretariado, o Conselho Geral e os Conselhos Setoriais.
III. O Conselho Geral é considerado o órgão mais importante da instituição, uma vez que delibera

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.