Caderno de Procesos e Práticas em Gestão de Pessoas
33 pág.

Caderno de Procesos e Práticas em Gestão de Pessoas

Disciplina:Administração de Recursos Humanos I2.817 materiais76.959 seguidores
Pré-visualização8 páginas
JULIO CESAR DE SOUZA
Cabo Frio, 13 de agosto de 2011.

CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS EM GESTÃO DE PESSOAS

Aula 01 – Introdução à Gestão de Pessoas

A Administração de Recursos Humanos (ARH) é um campo de conhecimento que estuda e
trata todas as questões relacionadas às pessoas no ambiente de trabalho, com o objetivo de
melhorar a qualidade de vida e o valor do principal ativo das organizações, seu potencial
humano, assim como os resultados das organizações.
É o conjunto de decisões integradas sobre as relações de emprego que influenciam a eficácia dos
funcionários e das organizações.

Missão da Administração de RH:
1º - Promover o desenvolvimento das organizações através do desenvolvimento das pessoas.
2º - Promover o desenvolvimento das pessoas, através do desenvolvimento das organizações.

O olhar da área de Recursos Humanos vem mudando ao longo dos tempos.

Três aspectos fundamentais:
1. As pessoas como seres humanos;
2. As pessoas como ativadores inteligentes de recursos organizacionais; e
3. As pessoas como parceiros da organização.

Objetivos da ARH:
✔ Ajudar a organização a alcançar seus objetivos e a realizar sua missão;
✔ Proporcionar competitividade à organização;
✔ Proporcionar à organização pessoas bem treinadas e bem motivadas;
✔ Aumentar autoatualização e a satisfação das pessoas no trabalho;
✔ Desenvolver e manter qualidade de vida no trabalho;
✔ Administrar e impulsionar a mudança; e
✔ Manter políticas éticas e comportamento socialmente responsável.

Características da ARH:

✔ É uma especialidade da Administração.
✔ É uma atividade de contatos intensos.
✔ É uma atividade exposta.
✔ É uma atividade meio, desde que não seja uma empresa de consultoria de RH.
✔ É contingencial.
✔ É interdisciplinar.

Também é importante conhecermos a posição da ARH na estrutura organizacional. A área de RH
nas empresas atua, geralmente, em nível gerencial, como um de seus departamentos e nível
operacional, para as atividades de rotinas da área. Já nas grandes organizações, o RH atua em
nível de direção, desdobrando nos diferentes níveis de autonomia e responsabilidade.

- 1 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Processos e Práticas em Gestão de Pessoas.......................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nível Institucional – Diretoria de RH
Nível Intermediário – Gerência de RH
Nível Operacional – Auxiliar de RH

A área de Administração de Recursos Humanos é um SISTEMA do MACROSISTEMA –
empresa – e possui vários subsistemas e/ou processos. São eles:

✔ Recrutamento e seleção;
✔ treinamento e desenvolvimento ;
✔ administração de cargos e salários;
✔ administração de benefícios;
✔ segurança e medicina do trabalho;
✔ relações trabalhistas e sindicais;
✔ planejamento de recursos humanos; e
✔ administração de pessoal.

Para pontuar algumas ações de ARH, seguem abaixo elencados os serviços prestados na área:

✔ Suprir a empresa com os RHs necessários;
✔ desenvolver os RHs;
✔ reter os RHs;
✔ integrar (social e funcionalmente) os RHs;
✔ assegurar a integridade física dos RHs;
✔ remunerar os RHs;
✔ recompensar os RHs pelos desempenhos excepcionais;
✔ recompensar os RHs pela aquisição de competências e habilidades necessárias;
✔ Incentivar e mobilizar os RHs para o alcance dos objetos organizacionais;
✔ gerenciar o desempenho dos RHs;
✔ assegurar o melhor aproveitamento possível do potencial dos RHs;
✔ cumprir as leis trabalhistas, os contratos individuais de trabalho, as convenções e os

acordos coletivos de trabalho e as sentenças normativas;
✔ manter um relacionamento harmonioso entre a empresa, funcionários, sindicatos e o

Estado; e
✔ assegurar um bom clima organizacional.

Estágios de evolução da Administração de Recursos Humanos:

CHEFIA DE PESSOAL, GERÊNCIA DE PESSOAL, GERÊNCIA DE RELAÇÕES
INDUSTRIAIS e GERÊNCIA/DIRETORIA DE RH

O Órgão de Planejamento de RH realiza o serviço de estimar a demanda futura de pessoal,
gerenciar as carreiras e as sucessões.

- 2 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Processos e Práticas em Gestão de Pessoas.......................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Participação em Fórum de Integração.

Participação no Fórum Temático I -
Leia atentamente a afirmação do artigo “ A seleção vai além da captação de talentos”, por
Patrícia Bispo e teça comentários:
“Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, principalmente as que não estão envolvidas
diretamente na captação de talentos para as organizações, o processo de recrutamento e seleção
vai muito além da contratação de um novo funcionário.” (www.rh.com.br)
Comente e discuta com seus colegas e professor a afirmação.

R - Na verdade é a aquisição de "o bem mais valioso" - seu pessoal - esse prossesso deve ser
feito com bastante acuidado, colocar a pessoa certa no lugar certo, tarefa difícil essa.
o sucesso de qualquer empreendimento passa pelo desempenho de seus colaboradores, por isso
é importante mantê-los estimulados e que se sintam reconhecidos e valorizados, onde possam
encontrar oportunidades de crescimento e realização pessoal.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Cabo Frio, 20 de setembro de 2011.

Aula 02 – Mercado de Trabalho

MERCADO – “ significa o espaço de transações, o contexto de trocas e intercâmbios entre
aqueles que oferecem um produto ou serviço e aqueles que procuram um produto ou serviço.”

Mercado de trabalho - É composto pelas ofertas de oportunidades de trabalho oferecidas pelas
diversas organizações.

Mercado de Recursos Humanos: “Refere-se ao conjunto de candidatos a emprego”
MRH – MERCADO DE CANDIDATOS – “Se refere ao contingente de pessoas que estão
dispostas a trabalhar ou que estão trabalhando mas disposta a buscar um outro emprego”

Nos dias atuais, muitas empresas tem como uma das características de trabalho o trabalho em
equipe, no entanto, muitos profissionais têm resistido a esse tipo de formato de trabalho, pois
desconhecem estas práticas ou não têm interesse em transformar seu grupo de colaboradores em
seres mais atuantes e participativos nas tomadas de decisões de suas organizações.

Esses problemas, nessa nova estrutura de trabalho, vem atrapalhando o novo perfil exigido na
Gestão de Pessoas. Chiavenato (2004), Hanashiro, Teixeira e Zaccarelli (2007) identificam no
século XX três grandes eras organizacionais nas quais a percepção da empresa com relação à
administração das pessoas foi modelada. São elas:

 Era Industrial Clássica (Era Industrial)
 Era Industrial Neoclássica (Pós-Industrial)
 Era da Informação (Era Informacional)

- 3 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Processos e Práticas em Gestão de Pessoas.......................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Era Industrial Clássica (Era Industrial)

No período após a Revolução Industrial, o modelo organizacional baseava-se em um desenho da
lógica do sistema fechado, a concepção de que existia um único processo a ser planejado e
percorrido, no qual as pessoas eram consideradas recursos de produção, assim como as
máquinas. "Desenho mecanístico"

Era Industrial Neoclássica (Pós-Industrial)

Após a Segunda Guerra Mundial, quando os serviços superaram a industrialização e a velocidade
da mudança se tornou cada vez maior, o modelo era baseado em um desenho matricial, a fim de
proporcionar características de inovação e dinamismo e alcançar maior competitividade. A
empresa passa a planejar estrategicamente em função das forças de mercado existentes.