A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
83 pág.
Lipídeos aula fundo branco 2011

Pré-visualização | Página 3 de 3

determinação do colesterol no 
sangue
Outros fatores: idade, pressão alta, diabetes, 
estilo de vida (hábito alimentar, sedentarismo, 
fumo, etc.)
Hipercolesterolemia
• Consumo de AGS e AGT 
– Reduzem a expressão do receptor LDL
– Facilita a entrada de Colesterol nas partículas de 
LDL
Fatores que elevam a relação LDL/HDL
Hipercolesterolemia
• Substituição na dieta por AG poli e mono-
insaturados
– Estimulam a excreção de colesterol
– Causam regulação dos receptores LDL
Outras: exercícios físicos regulares; reposição 
de estrogênio; consumo de antioxidantes (vit. 
E, C e A e flavanóides)
Recomendações
Esquimós
• Cerca de 80% das calorias (energia) 
consumidas são lipídeos
• Deveria aumentar as doenças do coração!
• Por quê ?????????????
Gorduras saturadas:
• Recomendação para a população dos USA a partir 
de 1977: reduzir o consumo de gordura para 30% 
das calorias para reduzir doença coronária. 
• Houve uma substituição drástica pelo consumo de 
CHOs.
• Entretanto, alto consumo de CHOs também leva a 
dislipidemia aterogênica e hipertriacilglicerolemia.
Continua crescente a incidência de 
obesidade
Gorduras saturadas
• Recomendações atuais:
– Manter o consumo de AGS, AGT e colesterol tão baixo 
quanto possível
– A indústria em geral, têm dedicado esforços no sentido 
de reduzir todos os AGS
– Não existem dados seguros de limites de consumo de 
AGS (recomendações atuais cerca de 7% da energia 
consumida)
Toda a gordura saturada é prejudicial?
Quais são os efeitos dos principais AGS da dieta no aumento 
do colesterol? 
Gorduras saturadas
• Resultados de pesquisa:
– Capróico, caprílico, cáprico (C4:0 a C10:0 - AG de 
cadeia curta) e esteárico (C18:0) são neutros com 
respeito ao colesterol e modulação da LDL
– Láurico (C12:0), mirístico (C14:0) e palmítico 
(C16:0) aumentam o colesterol -
hipercolesterolêmicos (mirístico parece ser o o 
mais potente)
Recomendações dietéticas de 
lipídeos para seres humanos 
(Legrand, 2002)
66 
g/dia
33 %
1,6
0,8
8,0
4,0
40,0
20,0
16,0
8,0
♀
81 
g/dia
33 %
2,0
0,8
10,0
4,0
49,0
20,0
19,5
8,0
♂
Total18:3n-318:2n-6AGMISaturada
RUMINANTES: Leite e Carne
» Década de 70-80 
“Diminuição drástica no consumo de gordura animal (especialmente 
de ruminantes): associação entre gordura com doenças 
cardiovasculares”
“Coma menos gordura para não morrer cedo”
“A carne bovina é rica em lipídeos e seus ácidos graxos saturados e 
mono-insaturados são responsáveis por doenças cardiovasculares”
Relação entre doses de CLA (trans-10, cis-12) e produção de 
gordura do leite. ( )Baumgard (2001); ( ) Baumgard (2000)
e ( )Peterson (2002)
0 5 10 15
- 60
- 40
- 20
0
R
e
d
u
ç
ã
o
 
d
a
 
p
r
o
d
u
ç
ã
o
 
d
e
 
g
o
r
d
u
r
a
 
(
%
)
Dose de trans -10, cis -12 (g / dia)
Fonte: Peterson et al. (2002)
- 10
- 30
- 50R
e
d
u
ç
ã
o
 
d
a
 
p
r
o
d
u
ç
ã
o
 
d
e
 
g
o
r
d
u
r
a
 
(
%
)
0
- 10
- 20
- 30
- 40
- 50
- 60
Ruminantes
Efeito do ALC (CLA) na incidência de tumores 
mamários em ratos (Ip et al., 1991)
0
10
20
30
40
50
60
70
80
0 0,05 0,1 0,25
Nível de ALC (CLA) na dieta (%)
N
°
 
d
e
 
t
u
m
o
r
e
s
 
m
a
m
á
r
i
o
s
Concentração de ALC (CLA) em 
Lácteos
• ALIMENTO ALC (mg/g gordura)
Média DP
• Leite 5,5 0,30
• Leite condensado 7,0 0,29
• Manteiga 6,1 0,21 
• Sorvete 3,6 0,10
• Queijo Mussarela 4,9 0,20
• Iogurte natural 4,8 0,26
Adaptado : Chin et al.(1992)
Carnes: valores de CLA
CLA (mg/g Lipídeo)
Bovina 2,9 - 4,3
Ovina 5,6
Frango 0,9
Suína 0,6
Salmão 0,3
Óleo de oliva 0,2
Monogástricos
CLA (350mg /dia) = Ação preventiva contra tumores 
malígnos - NUTRACÊUTICO
• Leite (média = 5mg CLA/g gordura) 
• Leite (média = 3,5% gordura)
• Leite (média = 35 g gordura/ l - kg
• Leite = 175 mg CLA / l-kg
• Leite ( 2 litros) = 350 mg de CLA
(Faltam pesquisas nacionais)