A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Adenite_mesentérica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Adenite mesentérica
Definição
Síndrome de dor abdominal aguda no QID associada ao aumento dos linfonodos
mesentéricos e um apêndice normal
Epidemio
Incidência desconhecida
Afeta principalmente crianças
Quando a enterocolite por Yersinia é a causa, meninos são geralmente mais
envolvidos
Sinais e sintomas
Dor abdominal de gravidade variável, começando no abdome superior ou no QID;
eventualmente se localiza no lado direito, mas em um local menos preciso
(diferente da apendicite)
Em surtos de infecção por Yersinia, os sintomas incluem dor abdominal (84%),
diarreia (78%), febre (43%), anorexia (22%), náusea (13%) e vômito (8%)
Outra linfadenopatia (20% dos casos)
Sensibilidade no QID
Defesa abdominal (raramente)
Febre baixa
Etiologia e patogênese
Hiperplasia reativa de linfonodos que drenam a região ileocecal, semelhante à
observada em condições inflamatórias ou alérgicas
Yersinia enterocolitica, Y. pseudotuberculosis, espécies de Salmonella,
Escherichia coli e estreptococos foram implicados na adenite mesentérica. As
manifestações clínicas da yersiniose são descritas na tabela abaixo
 
Ddx
Apendicite aguda
Doença de Crohn
Dx
Dx é feito na exploração do abdome de um paciente com suspeita de apendicite
aguda
Ao exame, o apêndice parece normal e são observados linfonodos mesentéricos
aumentados
Laboratório
Hemograma completo pode mostrar leucocitose
US abdominal e TC com IV e contraste oral podem ser úteis
Laparotomia se houver suspeita de apendicite
Tto
Sintomático
Observação
Orientação
Prognóstico
Bom
Doença na sua grande maioria é autolimitada