Saude Do Idoso
60 pág.

Saude Do Idoso

Disciplina:TÓPICOS ESPECIAIS EM FISIOTERAPIA525 materiais3.342 seguidores
Pré-visualização3 páginas
FISIOTERAPIA EM GERONTOLOGIA E GERIATRIA

A SAÚDE DO IDOSOA SAÚDE DO IDOSO

Profa. Fabiana A. Silva da Cruz
Fisioterapeuta

Mestre em Gerontologia

2009

INTRODUÇÃOINTRODUÇÃO

O envelhecimento populacional
é hoje, um proeminente

fenômeno mundial.

(CAMARANO, 1999)

O envelhecimento populacional
é hoje, um proeminente

fenômeno mundial.

(CAMARANO, 1999)

Ano % No

1940 2,4 % 980.000

2020 7,7 % 16.000.000
( Dados do IBGE )

1 a cada 13 brasileiros será idoso,

1.950 2.025

PAÍSES CLASSIFICAÇÃO MILHÕES CLASSIFICAÇÃO MILHÕES

CHINA 1o 42 1o 284

ÍNDIA 2o 32 2o 146

BRASIL 2 32

Crescimento de 760% de idosos, e 166% de jovens

Pulo da 16a para 6a posição mundial.

16º 6º

(GARRIDO E MENEZES, 2002)

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

CURVA DE CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL
CONFORME A FAIXA ETÁRIA (1990-2002)

0

10

20

30

40

50

60

70

80

<4 5-9 10-14 15-19 20-29 30-39 40-49 50-59 60-69 70-79 >80

U%

Faixa etária

IBGE – Censos Demográficos e Contagem
Populacionaal e MS/SE/DATASUS

Crescimento em valores absolutos (>60a):
4.502.545

Morbidade

™ França - 115 anos para duplicar a proporção de idosos
™ Suécia - 85 anos
™ EUA - 66 anos
™ Brasil - 30 anos - de 7,7% em 2020 para 14,2% em 2050

- Impacto social

1 a cada 13 brasileiros
será idoso.

1 a cada 13 brasileiros
será idoso.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

BRASIL, UM PAÍS
JOVEM?

BRASIL, UM PAÍS
JOVEM?

VELHOS:

” O futuro de ontem,
a realidade de

hoje”…

VELHOS:

” O futuro de ontem,
a realidade de

hoje”…

O crescimento da população idosa afeta diretamente o
perfil da saúde pública, gerando impacto econômico e
social.

(ELZA BERQUÓ, comissão nacional de população
e desenvolvimento,1996 )

1.950 - Doenças infecto - contagiosas 40% dos óbitos
Doenças Cárdio - vasculares 12% dos óbitos

1.950 - Doenças infecto - contagiosas 40% dos óbitos
Doenças Cárdio - vasculares 12% dos óbitos

2.000 - Doenças infecto - contagiosas menos de 10%
Doenças Cárdio - vasculares 40%

2.000 - Doenças infecto - contagiosas menos de 10%
Doenças Cárdio - vasculares 40%

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

Inquérito domiciliar, São Paulo, em 1989, com 1.600 idosos,
revelou que apenas 14% dos entrevistados consideravam

livres de doenças crônicas.

Mudança no conceito de Saúde: autonomia e não
ausência de doenças.

( RAMOS, 2003 )

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

O QUE É SAÚDE ?

““SaSaúúde de éé o estado de pleno bem o estado de pleno bem
estar festar fíísico, pssico, psííquico e social quico e social e não e não

a ausência de doena ausência de doenççaa””

CONCEITOSCONCEITOS

SENESCÊNCIASENESCÊNCIA

envelhecimento
normal

envelhecimento
normal

SENILIDADESENILIDADE

envelhecimento
patológico

envelhecimento
patológico

GERONTOLOGIA GERIATRIA

Morbidade

Gerontologia é uma disciplina científica multi-
interdisciplinar e, transdisciplinar, tendo como

finalidade o estudo dos idosos, as características
da velhice como fase final do ciclo de vida, o

processo de envelhecimento e seus
determinantes biopsicossociais.

Papalléo Netto, 2007

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

GERONTOLOGIA: GERONTOLOGIA:

A justificativa de existência da Gerontologia está
relacionada a questões sociais expressivas, tais como:

o aumento da expectativa de vida,
a crescente demanda dos serviços de saúde para idosos e

problemas epidemiológicos;
a alta incidência e gastos elevados das Doenças Crônicas;
a questão das desigualdades sociais,originárias do modelo

econômico e das relações sociais entre os seres humanos e
entre as classes sociais;

o exercício pleno da cidadania e outras questões de largo
alcance, não deixando dúvidas sobre o caráter interventivo da
Gerontologia.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

No entanto, cabe à Gerontologia não
apontar a velhice como um problema social,

mas conceber essa fase de vida e suas
possibilidades como resultantes de ações

multidimensionais.

Papalléo Netto, 2007

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade
“Envelhecimento - fenômeno do processo de vida que,

assim como a infância, a adolescência e a maturidade é
marcado por mudanças bio-psico-socias específicas

associadas a passagem do tempo”.

(Viena, 1959)

“Envelhecimento - fenômeno do processo de vida que,
assim como a infância, a adolescência e a maturidade é

marcado por mudanças bio-psico-socias específicas
associadas a passagem do tempo”.

(Viena, 1959)

O que é envelhecimento?

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

O processo de envelhecimento provoca no
organismo modificações biológicas, psicológicas e
sociais; porém é na velhice que esse processo aparece
de forma mais evidente.

As modificações biológicas são as morfológicas,
reveladas por aparecimento de rugas, cabelos brancos e
outras; as fisiológicas, relacionadas às alterações das
funções orgânicas; as bioquímicas estão diretamente
ligadas às transformações das reações químicas que se
processam no organismo.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

As modificações psicológicas ocorrem
quando, ao envelhecer, o ser humano precisa
adaptar-se a cada situação nova do seu
cotidiano.

Já as modificações sociais são verificadas
quando as relações sociais tornam-se alteradas
em função da diminuição da produtividade e,
principalmente, do poder físico e econômico,
sendo a alteração social mais evidente em países
de economia capitalista.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

“...Nós vivemos da morte de nossas
células, sendo a vida o que resiste à

morte. Para resistir, porém, ela utiliza
justamente a morte e, sendo assim, esse

antagonismo fundamental comporta uma
certa colaboração por parte da vida.”

Fórmula de Heráclito viver da morte, morrer de vida.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Envelhecemos todos iguais ?Envelhecemos todos iguais ?

62 anos62 anos 91 anos91 anos

O TEMPOO TEMPO

¾ Cronológico: mensurável pelo ponteiro do
relógio.

¾Biológico : parâmetros de ordem morfológica,
funcional e psicológica.

AlteraAlteraçções devidas ões devidas àà idadeidade

MORBIDADES E
MORTALIDADE

MORBIDADES E MORBIDADES E
MORTALIDADEMORTALIDADE

DegeneraDegeneraççãoão
osteoarticularosteoarticular

Fraqueza Fraqueza
muscularmuscular

DisfunDisfunçção doão do
Sistema nervosoSistema nervoso

InsuficiênciaInsuficiência
circulatcirculatóóriaria

DiminuiDiminuiçção da mobilidadeão da mobilidade

Perda de seguranPerda de segurançça a -- receio de cair receio de cair --
Aumento da suscetibilidade Aumento da suscetibilidade ààs quedass quedas

Fraturas e imobilidade ainda maiorFraturas e imobilidade ainda maior

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES ANATÔMICAS

“PROCESSO DE ENVELHECER”““PROCESSO DE ENVELHECERPROCESSO DE ENVELHECER””

Nível Antropométrico:Nível Antropométrico:

™ A estatura começa a diminuir a partir dos 40 anos cerca de 1cm
por década;

™ A estatura começa a diminuir a partir dos 40 anos cerca de 1cm
por década;

™ Aumento das curvaturas da coluna;™ Aumento das curvaturas da coluna;

™ Os diâmetros da caixa torácica e do crânio tendem a aumentar;™ Os diâmetros da caixa torácica e do crânio tendem a aumentar;

™ O teor total de água do corpo diminuir por perda de água intracelular.™ O teor total de água do corpo diminuir por perda de água intracelular.

™Ocorre uma diminuição da elasticidade –
origem das rugas;

™Ocorre uma diminuição da elasticidade –
origem das rugas;