Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
52 pág.
Anatomia Sistema Urinário

Pré-visualização | Página 1 de 5

Anatomia Sistema Urinário 
 -intimamente relacionados aos órgãos reprodutores no que diz respeito ao 
 desenvolvimento embrionário e à topografia anatômica; também compartilham 
 segmentos terminais comuns ( limitada à uretra no macho e ao vestíbulo na fêmea ), 
 situados na cavidade pélvica > aparelho urogenital 
 ❖ Composto por 
 1. Rim esquerdo e rim direito - produzem urina a partir do sistema circulatório 
 por meio de filtração, secreção, reabsorção e concentração; 
 2. 2 ureteres - transportam a urina desde os rins até a 
 3. vesícula ou bexiga urinária - onde ela é armazenada até sua eliminação 
 pela 
 4. uretra 
 ❖ RIM 
 -são glândulas excretoras. 
 -função: manter a composição dos líquidos corporais dentro do âmbito fisiológico 
 (manutenção do meio interno); 
 remove produtos finais do metabolismo; excreta substâncias do sangue pela filtração 
 do plasma, inicialmente obtendo um grande volume de líquidos ( ultrafiltrado ou 
 urina primária ) > é isosmótico e isotônico, contendo essencialmente as mesmas 
 substâncias que o plasma, com exceção das moléculas de proteína com peso 
 molecular elevado; é sujeito a um novo processamento mediante o qual 
 substâncias úteis ( p. ex., água, glicose, eletrólitos e aminoácidos ) são reabsorvidas 
 de forma seletiva e substâncias residuais desnecessárias são concentradas para 
 eliminação. O produto final desses processamentos é a urina secundária , que 
 apresenta apenas 1-2% do volume da urina primária; 
 *Em cães de grande porte, 1.000 a 2.000 litros de sangue atravessam o rim 
 diariamente, dos quais 200 a 300 litros são filtrados como urina primária, e então 
 reduzidos por processos de reabsorção para 1 a 2 litros que são eliminados. 
 -função endócrina → produção e excreção de hormônios; regulando a concentração 
 salina e hídrica; produzem o hormônio renina, que converte a proteína plasmática 
 angiotensinogênio em angiotensina I > No rim, a enzima de conversão transforma 
 angiotensina I em angiotensina II, a qual causa constrição arterial, aumentando a 
 pressão sanguínea; A bradicinina é outro hormônio produzido pelos rins, e causa 
 dilatação dos vasos sanguíneos; A eritropoietina , produzida pelos rins, intensifica a 
 eritropoiese; sintetizados nos aparelhos justaglomerulares; 
 -são capazes de remover substâncias estranhas do sangue. 
 -consistência firme; 
 -cor : marrom-avermelhada (varia entre espécies); variando de vermelho 
 acastanhado a vermelho azulado > depende da quantidade de sangue. 
 -tamanho e peso variam amplamente com o tamanho da raça ( média 40-60g (cão) 
 rim esquerdo ligeiramente mais pesado do que o direito ); 
 ➔ FORMA 
 -varia com as espécies 
 -cães, gatos e pequenos ruminantes : formato de feijão; grossos e bem 
 arredondados; 
 -suíno : mais achatados dorso-ventralmente e alongados; 
 -equino : rim direito formato de coração; rim direito forma de um triângulo equilátero 
 ( intermediária entre um grão de feijão e uma pirâmide ); 
 esquerdo e direito 
 -bovinos : forma oval irregular com superfície com fissuras que dividem o órgão em 
 diversos lobos; extremidade cranial do rim esquerdo é mais afilada e achatada 
 dorsoventralmente que a caudal e apresenta uma torção; 
 dos outros mamíferos domésticos possuem uma superfície lisa 
 -determinadas espécies marinhas : se assemelham a um cacho de uvas por 
 separação completa dos lobos renais; possuem seus lobos levemente fusionados e 
 unidos principalmente por um “pedúnculo” ramificado; 
 ➔ LOCALIZAÇÃO 
 -situam retroperitonealmente comprimidos contra a parede abdominal dorsal (teto da 
 cavidade abdominal) dos dois lados da coluna vertebral. 
 -estão predominantemente na região lombar, mas se projetam cranialmente sob as 
 últimas costelas para a parte intratorácica do abdome; 
 - Sua posição muda > com o movimento do diafragma; 
 -Nos mamíferos domésticos, com exceção do suíno , o rim direito se situa mais 
 cranialmente que o esquerdo e seu pólo cranial faz contato com o processo caudado 
 do fígado e com o lobo hepático direito >>> se posiciona em uma fossa do fígado 
 ( impressão renal ), a qual ajuda a limitar sua movimentação ; coberto de peritônio 
 apenas na sua superfície ventral (voltada p/ cavidade abdominal); 
 -rim esquerdo possui maior mobilidade, já que não há uma impressão equivalente 
 no fígado; penduloso; apresentam uma cobertura peritoneal mais extensa; 
 *Nos ruminantes, o tamanho considerável do rúmen empurra o rim esquerdo em 
 direção à metade direita do abdome, onde ele é suspenso pelo longo e móvel 
 mesonefro , caudal ao rim direito; 
 -Cada rim é envolto em tecido adiposo (cápsula adiposa) , o qual o protege contra 
 a pressão dos órgãos vizinhos. 
 -superfície do rim é ligeiramente convexa, com exceção de uma depressão na 
 margem medial > Essa depressão leva a um espaço oculto ( seio renal ) ocupado 
 pela origem dilatada ( pelve renal) do ureter, vasos e nervos que entram e saem do 
 hilo renal , e gordura ; 
 cólon descendente 
 bovino 
 ➔ FACES E MARGENS 
 -superfícies/faces: convexas (ventral é mais); 
 1. dorsal - em contato com o teto da cavidade abdominal; rins são aplicados 
 com sua superfície dorsal às cruras do diafragma e a fáscia ilíaca, que cobre a 
 musculatura do psoas, e são mantidas no lugar por conectivos tecido e 
 gordura; 
 2. ventral - voltada para a cavidade abdominal; 
 -Margem 
 1. lateral (convexa) 
 2. medial (côncava) - possui o hilo renal, que leva a um recesso ( seio renal 1 ), 
 situado no centro do rim e contém a pelve renal e, embutidos na gordura, os 
 ramos proximais do vasos renais e nervos; do rim direito está relacionada à 
 veia cava caudal; do rim esquerdo relacionado com a aorta; 
 - borda: observar o ureter que se direciona caudalmente em direção à bexiga; 
 1. cranial 
 2. caudal - encontro o ureter se direcionando caudalmente; 
 -extremidads/pólos 
 1. craniais 
 2. caudais 
 1 cavidade à nível de hilo. 
 ➔ ESTRUTURA DO RIM 
 -inseridos em um massa de gordura perirrenal ( cápsula adiposa ) > espessura e 
 quantidade varia com o estado nutricional e espécies; Normalmente, não cobre a 
 região da superfície ventral, mas em um animal gordo pode ocultar inteiramente o 
 rim; ajuda a proteger o rim contra choque e mantê-lo na posição (fixá-lo) junto com o 
 ligamento hepatorrenal ; bem desenvolvido em suínos e ruminantes, menos no 
 carnívoros, e menos no cavalo; 
 * Se a quantidade de gordura perirrenal diminui ele fica pouco fixo , e especialmente 
 o rim esquerdo pode se tornar pendular e esticar sua cobertura peritoneal como um 
 "mesentério". 
 No homem, às vezes é observada a migração do rim em direção à entrada pélvica 
 ( rim flutuante ou rim hipermóvel, rim errante, nefroptose, prolapso renal ou 
 ptose renal ); pode acontecer especialmente quando uma pessoa se levanta ou 
 passa deitada para a posição vertical; Raramente, a condição pode ser causada por 
 defeito congênito; Lesões nos rins ou um golpe na área logo acima ou abaixo do rim 
 também podem ocasionalmente causar rins flutuantes; 
 - cápsula fibrosa > envolve o parênquima 2 renal; tecido conjuntivo denso; resistente; 
 consiste de feixes entrelaçados de tecido conjuntivo, poucas fibras elásticas ( rins
Página12345