A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
APOLS 1, 2, 3, 4

Pré-visualização | Página 1 de 4

Ética e Responsabilidade Social
O filósofo Thomas Donaldson, citado por Alencastro (2013), utiliza a analogia do contrato social para avaliar as obrigações das empresas. Da mesma forma que o contrato político proposto por Hobbes, Locke e Rousseau, é possível pensar em um contrato nos negócios a ser estabelecido entre a empresa e a sociedade. 
Dentre as alternativas apresentadas a seguir, assinale aquela que constitui uma afirmação verdadeira em relação ao contrato social.
	
	A
	A ideia central é a de que os cidadãos, de modo livre e voluntário, cedem um pouco de sua liberdade individual pela guerra e pelo caos prometidos por um poder comum.
	
	B
	A ideia central é a de que os cidadãos, de modo livre e voluntário, cedem toda a sua liberdade individual pela paz e segurança oferecidas por um poder comum.
	
	C
	A ideia central é a de que os cidadãos, de modo obrigatório e involuntário, cedem um pouco de sua liberdade individual pela paz e segurança oferecida por um poder comum.
	
	D
	A ideia central é a de que os cidadãos, de modo livre e voluntário, cedem um pouco de sua liberdade individual pela paz e segurança oferecidas por um poder comum.
	
	E
	A ideia central é a de que os cidadãos substituem, por meio de um cálculo irracional, a sua segurança individual pela sobrevivência coletiva, exercida de modo livre e voluntário, derivada da democracia representativa, graças aos partidos políticos.
Ética e Responsabilidade Social
Quem não adequar suas práticas de negócio ao novo ambiente social que está sendo desenhado poderá sofre muitas perdas com isso, pois as pessoas estão se sentindo capazes – e têm instrumentos para isso – de punir as companhias que não correspondam às suas expectativas. Em outras palavras, as exigências da sociedade estão se antecipando às regulamentações legais e, em muitos casos, obrigando a própria legislação a se adequar a essas exigências. 
Tendo como base as exigências impostas às empresas, analise a descrição a seguir e assinale a alternativa que indica corretamente o tipo de obrigação correspondente. 
“A punição virá por parte da opinião pública, que poderá vir sob a forma de boicotes e dúvidas quanto a sua reputação, o que, certamente, influenciará negativamente sua participação no mercado.”
	
	A
	Obrigações legais.
	
	B
	Obrigações éticas.
	
	C
	Obrigações ilegais.
	
	D
	Obrigações antiéticas.
	
	E
	Obrigações formais.
Ética e Responsabilidade Social
Quem não adequar suas práticas de negócio ao novo ambiente social que está sendo desenhado poderá sofrer muitas perdas com isso, pois as pessoas estão se sentindo capazes – e têm instrumentos para isso – de punir as companhias que não correspondam às suas expectativas. Em outras palavras, as exigências da sociedade estão se antecipando às regulamentações legais e, em muitos casos, obrigando a própria legislação a se adequar a essas exigências.
Tendo como base as exigências impostas às empresas, analise a descrição a seguir e assinale a alternativa que indica corretamente o tipo de obrigação correspondente.
 “A organização poderá sofrer punições determinadas pela justiça.”
	
	A
	Obrigações legais.
	
	B
	Obrigações ilegais.
	
	C
	Obrigações éticas.
	
	D
	Obrigações antiéticas.
	
	E
	Obrigações políticas.
Ética e Responsabilidade Social
Se entendermos que a ética empresarial é um processo de amadurecimento que vai sendo conquistado aos poucos, é válido fazer uma analogia do amadurecimento ético de uma organização com o de uma criança, tal como visto em Piaget. Quem fez essa aproximação foi a autora norte-americana Linda Starke, citada por Alencastro, para quem existem cinco etapas para a evolução moral de uma empresa, a saber:
I. Corporação amoral.
II. Corporação legalista.
III. Corporação receptiva.
IV. Corporação ética que aflora.
V. Corporação ética.
As etapas mencionadas anteriormente são descritas de forma aleatória a seguir.
A. Apegada à letra da lei, mas não a seu espírito, adota códigos de conduta que mais se parecem a produtos de departamentos legais. Busca adotar algumas posturas éticas apenas para evitar problemas legais.
B. Reconhece a existência de um contrato social entre os negócios e a sociedade, procurando generalizar essa atitude ao longo da corporação.
C. Persegue o sucesso a qualquer custo, vê os empregados como meras unidades econômicas de produção. As companhias que estão nesse estágio são frequentemente forçadas à desativação, pois violam normas e valores sociais.
D. Interessada em mostrar-se responsável porque isso é conveniente, não por ser o certo; possui códigos de conduta que começam a parecer códigos de ética.
E. Equilibra lucros e éticas tão completamente que os empregados são recompensados por se afastarem de ações comprometedoras, inclui problemas éticos na educação e dispõe de mentores para dar orientação moral aos novos empregados.
Assinale a alternativa que relaciona, corretamente, as etapas para a evolução moral de uma empresa com suas respectivas descrições:
	
	A
	I-C, II-D, III-A, IV-E, V-B.
	
	B
	I-A, II-B, III-C, IV-D, V-E.
	
	C
	I-C, II-A, III-D, IV-B, V-E.
	
	D
	I-E, II-D, III-C, IV-B, V-A.
	
	E
	I-E, II-A. III-D, IV-B, V-C
Ética e Responsabilidade Social
Se entendermos que a ética empresarial é um processo de amadurecimento e que vai sendo conquistado aos poucos, é válido fazer uma analogia do amadurecimento ético de uma organização com o de uma criança, tal como visto em Piaget. Quem fez essa aproximação foi a autora norte-americana Linda Starke, citada por Alencastro, para quem existem cinco etapas para a evolução moral de uma empresa, a saber: corporação amoral, corporação legalista, corporação receptiva, corporação ética que aflora e a corporação ética. 
Assinale a alternativa que indica corretamente a etapa de evolução moral de uma empresa que corresponde ao trecho a seguir:
 “Está interessada em mostrar-se responsável porque isso é conveniente, não porque é certo, possui códigos de conduta que começam a parecer códigos de ética.”
	
	A
	Corporação legalista.
	
	B
	Corporação receptiva.
	
	C
	Corporação ética que aflora.
	
	D
	Corporação amoral.
	
	E
	Corporação utópica
Ética e Responsabilidade Social
As organizações são comunidades, apesar de algumas aparências em contrário. Nelas as pessoas podem permanecer como estranhos no sentido de não saberem muito sobre a vida privada de cada um e, ao mesmo tempo, serem capazes de confessar que o bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar da organização como um todo. A partir dessa discussão, Alencastro introduz a discussão da empresa como uma comunidade moral ao apresentar a definição de empresa apresentada por Peter Drucker. 
Referência: ALENCASTRO, Mario Sergio Cunha Ética empresarial na prática: liderança, gestão e responsabilidade corporativa. Curitiba: Intersaberes, 2016.
Assinale a alternativa que indica corretamente o conceito de empresa apresentado por Peter Drucker.
	
	A
	É uma organização de pessoas com uma visão compartilhada de contribuição socialmente legítima, definida em termos de desempenho econômico.
	
	B
	É uma organização de máquinas com uma visão não compartilhada de contribuição socialmente ilegítima, definida em termos de fracasso econômico.
	
	C
	É uma organização de pessoas com uma visão não compartilhada de contribuição socialmente legítima, definida em termos de desempenho ambiental.
	
	D
	É uma organização de pessoas com uma visão compartilhada de contribuição socialmente legítima, não definida em termos de desempenho econômico.
	
	E
	É uma organização composta de modo exclusivo por normas escritas ou regras formais, que pode ser mais ou menos institucionalizada, a depender do modo como são legitimados (perante os consumidores) os valores que orientam os códigos legais dessa organização.
Ética e Responsabilidade Social
Antigamente, sugerir aos empresários para que incorporassem a ética em suas atividades