Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Micotoxinas e micotoxicoses

Pré-visualização | Página 1 de 1

Micotoxinas e micotoxicoses
Micotoxinas 
São toxinas produzidas por 
fungos (filamentosos), produtos do metabolismo secundário.
Elas se desenvolvem em uma 
grande variedade de comodities agrícolas: cereais, amendoim, soja e outros grãos.
Fungos
Levedura (unicelulars) – ñ 
possuem toxina.
Filamentoso (bolor – forma 
esporos); tem o núcleo organizado; gosta de umidade, temperatura e subtrato (meteria orgânica/ carboidratos)
Os fungos possuem 2 tipos 
de metabolismo, o de desenvolvimento (primário) e o q produz toxinas, antibióticos e vitaminas (segundario)
Os principais órgão alvos 
são o rim e o fígado (pode haver degeneração hepatica, onde o ficado fica c/ aspecto amarelado; podendo ter fibrinose – estenose.
Micotoxinas spp
Elas podem ser devido a 
exposição crônica ou aguda.
Aspergillus flavus – aflatoxina
A aflatoxina e fluorecente 
{B1 e B2 – fluorecencia azul/blue} {G1 e G2 – fluorecencia verde/Green}.
Susceptibilidade
Spp: Pato; perus; gansos; faisão; 
frangos
Genero: Machos e femeas
Idade: Jovens e adultos.
Carcinoma espinocelular – vírus da hepatite + toxinas de fungos filamentosos.
Aspergillus ochraceus – Ocratoxina
Tem como alvo o RIM
Causa nefrose crônica 
devido a síntese de Ac nucléico, Diminuição do ganho de peso e aumento do rins.
Fusarium spp – Fumonisina
A fumonisina mimetiza os 
neurofingolipideos, onde afeta o SNC. 
Causa um aumento de 
esfingosina e esfinganina
Acontece + em eqüinos e 
suínos. As aves são resistentes.
Ela causa: queda de peso, 
queda na conversão alimentar, aumento de rim e fígado.
Tricoteceno não macrocíclico tipo A
T-2
HT-2
Diacetoxyscirpenol (DAS)
Tricoteceno: não macrocíclico tipo B
Deoxynivalenol (DON)
Nivalenol
Fungos de campo
Gostam de umidade de 20%
Fusarium, 
Alternaria, 
Cladosporium 
Helmintosporium
Fungos de armazenamento
Gostam de umidade de 13-18%
Penicillium 
Aspergillus
A produção animal esta 
vulnerável as essas toxinas devido a utilização de grãos em formulações de rações.
As micotoxinas estão 
presentes nas rações + de 1 micotoxina/comodite ? 
A maioria das intoxicações 
são lentas, ou seja, de caráter crônico. Muitas causam imunosupressão causando susceptibilidade à doenças
Causam queda de 
desempenho e perdas econômicas significativas.
Profilaxia
Estabelecer medidas de 
controle de pontos críticos 
Boas práticas agrícolas 
Busca de variedades de 
grãos/ cereais geneticamente resistentes 
Melhorias nas condiçõe de 
estocagem 
Detoxicação de alimentos 
Uso de sequestrantes
Questões p/ estudo_________
O que são micotoxinas?
 
Cada tipo de micotoxina é 
produzida somente por uma espécie de fungo? Discuta. 
O que você entende por 
sinergismo entre as micotoxinas? 
Quais as condições 
necessárias p/ os fungos produzirem micotoxinas? 
Relacione: presença de 
fungos x micotoxinas nos alimentos. 
Como as micotoxinas entram 
na cadeia alimentar da dieta humana e ou animal? 
O que são micotoxicoses?
 
Como os animais se 
intoxicam? 
Defina efeito, agudo, 
subagudo e crônico das micotoxinas. 
Quais os principais gêneros 
fúngicos produtores de micotoxinas? 
Cite as principais 
caract das: aflatoxinas, fumonisinas, ocratoxinas e tricotecenos 
Qual a legislação brasileira 
p/micotoxinas em alimentos? 
Relacione tipos de alimentos 
e micotoxinas detectados no Brasil 
Qual sua conclusão pessoal 
sobre micotoxinas na produção animal e na saúde humana