A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Apol 1   Sistemas de Avaliação da Qualidade

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questão 1/5 - Sistemas de Avaliação da Qualidade
A união de técnica e a humanização dos procedimentos nos cartórios estão sendo tratadas em um programa de Qualidade Total, em Cuiabá. Neste programa, 17 cartórios de todas as regiões do estado participam de um treinamento em que colaboradores e tabeliães tiveram aulas de gestão de processos, de pessoas, de fornecedores, e de fluxo de caixa. O objetivo é desenvolver nos cartórios envolvimento de equipe, compromisso coletivo com qualidade, reconhecimento de deficiências, implementação de modernização de processos, entre outras práticas.
Adaptado de: http://www.onortao.com.br/tecnica-e-humanizacao-rumo-a-qualidade-total-sao-abordados-em-segundo-modulo-do-desafio-90-dias/
Percebe-se nesta situação que qualquer tipo de organização, incluindo cartórios, pode se beneficiar com programas de Qualidade Total, pois:
	
	A
	Um cartório deve se preocupar somente com o seu lucro.
	
	B
	Qualquer cartório deve dispor de qualidade em seus processos, procedimentos, produtos e serviços.
	
	C
	Os cartórios precisam reconhecer que só sobreviverão se realizarem o treinamento para a qualidade.
	
	D
	Os programas de qualidade total são os únicos procedimentos que garantem vantagem competitiva aos cartórios.
Questão 2/5 - Sistemas de Avaliação da Qualidade
Ao final do pior mês para as ações da Tesla, companhia de automóveis elétricos, Elton Musk postou no Twitter uma brincadeira de Primeiro de Abril, dizendo: “apesar dos intensos esforços para levantar dinheiro, incluindo uma última tentativa de venda em massa de ovos de Páscoa, nós tristemente anunciamos que a Tesla entrou em completa e total falência”. Era obviamente uma piada, mas veio em hora de duras críticas à companhia, em especial quanto ao sistema de direção assistida dos carros da Tesla que está sob suspeita, depois da segunda morte de um motorista que dirigia em modo semiautomático, no dia 23 de março numa estrada da Califórnia. Enquanto não se torna totalmente automático, o sistema exige a atenção do motorista. Para garanti-la, ele emite um aviso no painel quando a pessoa tira as mãos do volante por muito tempo. Se esse aviso for ignorado o sistema emite um aviso sonoro. Se o motorista ainda assim não atender às solicitações, o carro acende o pisca-alerta e reduz a velocidade até parar. No caso do dia 23, não deu tempo. O problema desse sistema, segundo vários críticos, é que os seres humanos costumam perder a atenção quando não estão no controle. A própria facilidade de guiar, portanto, seria um fator de risco. Se os problemas forem resolvidos, Musk é candidato a se tornar o Henry Ford do século 21. Mas isso pode ser uma maldição, não um elogio. Ford extraiu uma eficiência inédita para a época com sua linha de montagem. Porém, hoje não se joga mais o jogo de Henry Ford. A Toyota mudou as regras. Ford costumava lançar carros rapidamente, e com o tempo ia acertando os detalhes. Nos anos 1970, a Toyota demonstrou que fazer certo da primeira vez, eliminando desperdícios e prestando atenção minuciosa a detalhes da produção, era uma estratégia mais barata na ponta de saída e mais benéfica para a marca na ponta do consumidor.
Adaptado de https://exame.abril.com.br/negocios/uma-piada-pos-fim-ao-inferno-astral-da-tesla/
Fazer certo da primeira vez é conceito fundamental da qualidade, pois:
I. Diminui erros, o que poderia evitar as mortes ou reduzir a possibilidade de mortes com os carros elétricos automáticos
II. Busca uma personalização, assim cada carro será específico conforme com a necessidade de cada consumidor
III. Instiga os curiosos a querer fazer não somente o certo, mas também o melhor, analisando todos os problemas relacionados a produção do carro, como a questão da facilidade de guiar diminuir a atenção do condutor.
Assinale a opção correta:
	
	A
	Somente a afirmação I é correta
	
	B
	Somente a afirmação II é correta
	
	C
	Somente as afirmações I e III são corretas
	
	D
	As afirmações I, II e III são corretas.
Questão 3/5 - Sistemas de Avaliação da Qualidade
A ilustração evidencia a existência de níveis distintos de normalização. Nela se pode observar, entre outros:
I. o nível individual onde a pessoa segue seus padrões próprios baseado em seus valores.
II. o nível nacional de normalização, relativo as normas de cada país.
III. as normas de nível internacional que são utilizadas em todos os continentes como forma de certificar produtos, processos e serviços os qualificando para serem comercializados ou utilizados de formas aleatórias.
Fonte: http://www.abnt.org.br/normalizacao/o-que-e/niveis-de-normalizacao
Assinale a opção correta:
	
	A
	Somente a afirmação I é correta
	
	B
	Somente a afirmação II é correta
	
	C
	Somente a afirmação III é correta
	
	D
	Somente as afirmações II e III são corretas
Questão 4/5 - Sistemas de Avaliação da Qualidade
O cliente entra na loja, escolhe uma peça e vai experimentá-la no provador. Esse ritual de compra poderia simplesmente acabar no caixa, com o pagamento da compra. Mas a incorporação de novas tecnologias pelo varejo está alterando a forma de fazer negócio. Em nove lojas da rede Centauro, o cliente que entra no provador recebe sugestões de outras roupas que combinam com aquela que ele está experimentando. Isso acontece porque o provador consegue identificar a peça e faz as sugestões de acordo com o histórico de compra de quem já levou o mesmo item.
Adaptado de https://veja.abril.com.br/economia/lojas-do-futuro-oferecem-provador-inteligente-e-tiram-cliente-da-fila/
A experiência proporcionada pela Centauro demonstra um dos itens da qualidade atrativa. Assinale a opção correta quanto a este item:
	
	A
	Atendimento/Atmosfera: Refere-se ao nível de satisfação que o cliente experimenta ao participar do processo da compra 
de um produto ou adquirir um serviço. Envolve alguns elementos, tais como personalização, reconhecimento e atenção 
especial.
	
	B
	Flexibilidade: Capacidade de atender a solicitações inesperadas, mudança das necessidades ou emergências dos 
clientes.
	
	C
	Acesso: Facilidade que o cliente tem de entrar em contato com a empresa. Vários aspectos podem facilitar ou 
dificultar o acesso dos clientes ao fornecedor, tais como estacionamento, horário de funcionamento, localização, 
disponibilidade de acesso telefônico e outros meios de contato, além do retorno das chamadas.
	
	D
	Custos: Vão além do valor monetário pago pelo produto ou serviço. No custo estão incluídos todos os elementos que 
envolvem o desgaste do cliente para a obtenção do produto ou serviço.
Questão 5/5 - Sistemas de Avaliação da Qualidade
A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realizou pesquisas sobre a qualidade intrínseca do milho produzido no estado. A pesquisa atendeu uma demanda dos agricultores mato-grossenses, preocupados com a comercialização do milho. O levantamento foi fundamental para identificar onde estavam ocorrendo problemas relatados pelos agricultores sobre a qualidade dos grãos na colheita e no pós-colheita. Para tanto foi feita coleta e análise de dados na fase da armazenagem, com 60 e 120 dias após a entrada do grão no silo, para saber exatamente em qual dos períodos eles começavam a apresentar problemas. De posse dos resultados as informações levantadas devem refletir nas negociações com as indústrias processadoras e também com as multinacionais, visto que as mesmas praticam descontos baseados em critérios próprios e que muitas vezes não condizem com a real condição dos grãos, obrigando os produtores a aceitarem tais avaliações, prejudicando assim a garantia de produtos de qualidade para os consumidores.
Adaptado de https://www.grupocultivar.com.br/noticias/aprosoja-retoma-pesquisa-de-qualidade-intrinseca-do-milho
Observando o caso da análise do milho pode-se verificar o uso de um dos quatro pilares da qualidade. Assinale a opção correta quanto